Terça, 12 de Junho de 2018 - 11:00

Radialista e ex-vereador, Guerrilha lembra 'pior momento' no rádio e promessa após demissão

por Júnior Moreira / Pascoal de Oliveira

Radialista e ex-vereador, Guerrilha lembra 'pior momento' no rádio e promessa após demissão
Foto: Priscila Melo / Bahia Notícias

Ouvir de um radialista a frase “eu não dispenso o meu radinho” não causa surpresa em ninguém. Principalmente se ela for dita por um comunicador apaixonado pela profissão como Leandro Guerrilha. Palestrante, cantor, batuqueiro, compositor de bloco, e até mesmo político, o radialista conversou com o Bahia Notícias sobre sua longa trajetória no rádio e apontou o que é preciso para atuar nesse meio de comunicação. “Eu descobri que não é só o talento, é estudo. É acompanhar pesquisa, conhecer o ouvinte que está do outro lado, quais são as palavras que ele está buscando e o que ele quer do rádio. Hoje é muito mais conteúdo do que somente música”. Com passagens por emissoras como “Nova Salvador”, “Tudo FM” e “Itapuã FM”, Guerrilha leva consigo o entendimento de que o papel do rádio não é ser sensacionalista ou tendencioso, mas sim objetivo e ajudar seus ouvintes. “Desde quando o rádio surgiu, ele tem duas funções: informar e fazer as pessoas sonharem”, explicou. Trabalhando também na Câmara Municipal de Salvador, o ex-vereador defendeu que seu "fazer político" não terminou com o fim do seu cargo. “Me sinto um agente político no rádio [...] Com ou sem mandato, você continua fazendo política”. Clique aqui e confira a entrevista completa!

Histórico de Conteúdo