Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 18 de Outubro de 2021 - 11:30

Ildazio Jr.: Um verão diferente!

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: Um verão diferente!
O que esperar deste verão 2021/2022? Pois, ao final das contas, nenhuma das estações representa tanto nos baianos, tanto nos vende para todo o mundo e nos traz emprego e renda como nossos ensolarados dias de pouca roupa, muitas cores e muito remelexo! Mas indo às festas, vivemos um momento interessante no mercado do entretenimento, pois existe um cabo de guerra em que, cansados de roer osso, os players partiram a todo vapor para exigir – por sinal, de maneira coerente – um célere retorno de festas e eventos e seus protocolos, principalmente de olho não só no verão, mas no carnaval que as autoridades desejam. 

Leia mais

Terça, 17 de Agosto de 2021 - 13:40

Ildazio Jr.: De volta ao futuro

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: De volta ao futuro
Engraçado como a vida se repete. O dito “na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, de Antoine Laurent de Lavoisier, me parece começar a se aplicar. Vejo ensaiarem mudanças no Carnaval baiano neste novo normal, que desponta hoje como norte para se começar a debelar as chamas deste imenso incêndio que tomou o setor do entretenimento como um todo! Vocês pararam para pensar que, em meio a essas restrições, protocolos e a situação como um todo de incertezas sobre grandes aglomerações, a mão invisível do mercado está conduzindo essa grande festa para a volta do modelo de negócio “Carnaval de Clube”?

Leia mais

Quarta, 28 de Julho de 2021 - 10:40

Ildazio Jr.: A volta dos que não se sabe se irão novamente

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: A volta dos que não se sabe se irão novamente
Venho há 15 meses chamando a atenção do grande público leitor do BN e, claro, do trade do entretenimento sobre a nova realidade que deve ser encarada pelo mercado devido à imensa derrocada e inoperância imposta pela Covid! Falei aqui da importância de se entender as redes sociais, das lives, da digitalização definitiva das carreiras artísticas, da não realização por 2 anos do São João e Carnaval (quase cancelado fui!) e grande eventos, do desmonte do parque técnico e profissional, de um nova proposta para o Carnaval com novos circuitos... E, acima de tudo, sobre uma grande oportunidade para a reconstrução de um mercado tão importante para o estado, pois alavanca também outro setor muito importante que é o turismo. Porém, de maneira onde a cultura impere, de uma maneira que seja mais inclusiva, criativa, tecnológica e, claro, mais justa em distribuição de renda!

Leia mais

Quinta, 17 de Junho de 2021 - 12:30

Luis Ganem: Uma música solúvel

por Luis Ganem

Luis Ganem: Uma música solúvel
Sabe açúcar? Ultimamente na música as coisas andam assim. Algo brilhoso de sabor adocicado, mas que se dissolve em água ou qualquer outro líquido. Trocando em miúdos, não resiste, dissipa rápido. Esse movimento de algo pouco durável na música venho percebendo de forma menor, desde antes da pandemia, mas teve suas proporções aumentadas, assim que o tal do “novo normal” chegou à vida de todos.

Leia mais

Quarta, 12 de Maio de 2021 - 11:45

Ildazio Jr.: Que Será, Será?

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: Que Será, Será?
Olá meus queridos de toda cadeia produtiva do entretenimento. Como estão sobrevivendo no meio deste pandemônio letárgico e incessante que há mais de ano impera e pelo visto muita água ainda vai rolar nessa ponte!? Muitos, sei eu, trocaram de profissão, venderam os instrumentos, voltaram para o interior, viraram uber, economia criativa. Enfim, o que se passa? Uma dúvida me incomoda: se da noite para o dia voltar, estarão aptos a fazer acontecer o baile? Existe um claro desmonte amplo e irrestrito em toda a cadeia e indústria do entretenimento baiano desde a desistência da profissão, desmonte de bandas, a defasagem e ferrugem do parque técnico, até a falência ou fechamento de produtoras! 

Leia mais

Terça, 16 de Março de 2021 - 18:30

Luis Ganem: O fim da Lei de Murici. Novos Tempos! Novos Tempos?

por Luis Ganem

Luis Ganem: O fim da Lei de Murici. Novos Tempos! Novos Tempos?
Olha, faz tempo que falar sobre a música baiana, mais precisamente do fim de um ritmo – que alguns chamam de gênero – o Axé, se tornou um “texto” repetitivo e voltado apenas para pontos específicos. Para piorar, com a chegada da pandemia, a mesma trouxe a reboque para a nossa música um momento meio parábola da formiga e da cigarra – com o enredo mudado, óbvio, mas tendo como núcleo central a formiga que somente trabalhava e a cigarra que só fazia curtir. Essa comparação diz respeito a quem economizou pensando no futuro e quem, achando que ele seria eterno, não guardou nada. Isso, é claro, em se tratando de artistas já renomados, visto que os novos e os que não chegaram ao sucesso vivem normalmente com um escasso fluxo de caixa. 

Leia mais

Sexta, 26 de Fevereiro de 2021 - 13:40

Ildazio Jr.: E agora José?

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: E agora José?
Incrível como ficou muito mais fácil falar que não teremos carnaval em 2022 do que quando falei aqui em minha coluna no BN, em março de 2020, que não teríamos em 2021 e fui atacado a valer! E olha, não teremos carnaval em 2022 e quase nada de eventos e entretenimento por todo 2021, principalmente porque esta guerra política em torno da nossa única salvação, que é a vacina para todos, está longe de acabar – aliás, está ainda mais longe delas chegarem e nós todos sermos imunizados!

Leia mais

Segunda, 11 de Janeiro de 2021 - 17:50

Luis Ganem: Quem ouve axé no paredão?

por Luis Ganem

Luis Ganem: Quem ouve axé no paredão?
Há poucos dias o Bahia Notícias e outros veículos noticiaram que Claudia Leitte e Ivete Sangalo fariam, juntas, uma live na data do Carnaval. A data escolhida, creio eu, foi uma forma simbólica de entender que o Carnaval não foi esquecido e ao mesmo tempo homenageá-lo. Achei muito bacana da parte das cantoras essa iniciativa de fazer uma live no período momesmo. Gesto digno de aplausos, mediante o fato de que todo mundo vai estar em “casa” (#sqn). Confesso que na hora que li a matéria achei muito massa. Que beleza! – pensei eu – precisamos de mais inciativas assim! Vai ser muito bom, ainda mais que as duas devem cantar os grandes sucessos de Carnaval e da carreira das citadas. Mas daí, algo sempre fica a desejar e, a depender do que seja feito, a sensação que tenho é de um grande “Déjà-vu”.

Leia mais

Quarta, 06 de Janeiro de 2021 - 16:00

Ildazio Jr.: Um entretenimento órfão

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: Um entretenimento órfão
Em fevereiro agora fará um ano que aconteceu o último momento do grande entretenimento baiano, o carnaval! Em uma breve retrospectiva, de lá para cá foi um tal de Cestas básicas, campanhas de arrecadações, inúmeras demissões, empresas fechadas, estruturas empoeirando, novos motoristas de aplicativos, vendedores de máscara, álcool gel, pizza brotinho... Uns voltaram para o interior, outros tiraram os filhos da escola, uns colaram nos malas triplos diamantes do marketing de rede, outros levaram os cases para a porta da Basílica do Senhor do Bomfim. Vieram as lives (que até já meio que saíram de moda) e, claro, profundas insatisfações por parte dos empresários e empreendedores até que bem compreensíveis – pois quem emprega, paga impostos e movimenta o mercado está impossibilitado totalmente de trabalhar, sem um planejamento por parte do estado. Mas, em paralelo, o pau canta na informalidade das grandes festas de paredão, dos metrôs lotados, sem falar dos comícios e imensas aglomerações na recente campanha política. Enfim... Ao que parece ninguém nesse país entendeu que a falta de educação e respeito às regras no aglomerar diário, mostrados pelos veículos de comunicação, é que está matando muito, e não quem vive de entretenimento. Segue o baile!

Leia mais

Terça, 08 de Dezembro de 2020 - 10:10

Ildazio Jr.: Cultura baiana, tão relevante & tão desprezada!

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: Cultura baiana, tão relevante & tão desprezada!
Lavoisier uma vez disse a frase “Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Por meio desta metáfora é possível hoje se pôr a pensar bastante sobre o significado e importância de se mudar e se transformar o olhar sobre a CULTURA na Bahia!  Nesses últimos 20 anos tomando como exemplo o carnaval e o entretenimento (o primeiro virou um Frankstein e o outro algo com pouca dose de criatividade e inovação artística), nada novo ou nenhum protagonista apareceu no nicho. Sempre os mesmos que, por mais rodados que sejam, não se entendem capazes de dar o espaço necessário e possível a nova cultura de raiz baiana, este inesgotável filão de coisas novas e boas! Os players já vêm sofrendo com a escassez de produtos que os apetecem, e a Covid-19 acabou de lenhar com todo mundo! Mas fica a pergunta, porque só enxergam o entretenimento e não ajudam a fomentar a matéria prima que vai lhes forjar ferramentas de sucesso para seu ofício? Ah, falo da CULTURA viu!

Leia mais

Histórico de Conteúdo