Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 30 de Junho de 2022 - 15:00

Tag Nerd: 6 Filmes para te deixar paranoico

por Amanda Carolina

Tag Nerd: 6 Filmes para te deixar paranoico
Em algum momento da vida você já ficou paranoico, ou ainda está, caso não tenha passado por isso, um dia vai passar. A paranoia nem sempre é ruim, a depender  pode te manter em estado de alerta - e se não for alerta, ela te atrasará em tudo. 

Leia mais

Quinta, 23 de Junho de 2022 - 15:00

Tag Nerd : Lançamentos em junho de 2022

por Amanda Carolina

Tag Nerd : Lançamentos em junho de 2022
Chegou a semana do São João, e para quem não vai pular a fogueira ou viajar para algum lugar, que não seja Lençóis & Travesseiros, recomendo aproveitar a lista de lançamentos dessa semana para comer com um pedaço de bolo de aipim ou esvaziar a cesta de amendoim.

Leia mais

Quinta, 16 de Junho de 2022 - 15:00

TagNerd : Crítica da série Primeira Morte

por Amanda Carolina

TagNerd : Crítica da série Primeira Morte
Quem nunca passou pela fase de querer uma mordidinha de vampiro, e viver para sempre com seu amor?

Leia mais

Terça, 14 de Junho de 2022 - 11:10

Ildazio Jr.: Circuitos – Ter ou não ter, eis a questão!

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: Circuitos – Ter ou não ter, eis a questão!
Ai, ai... Existem assuntos hoje em dia que, sinceramente, me dão canseira. Como Lula x Bolsonaro, terceira via, Anita x Sertanejos, influencers (“os vazios!!”), coach e, claro, Felipe Neto, o novo fiscal político do planeta! Bom, seguindo o baile, nada provocou tantas notas na imprensa e pano para manga nesses últimos dias do que a mudança, mais que necessária, do circuito Dôdo da Barra para a futura renovada orla da Boca do Rio – leia-se área do Centro de Convenções. Lá, blocos e os big camarotes pretendem se instalar.

Leia mais

Quinta, 09 de Junho de 2022 - 15:00

Tag Nerd: 16 Filmes para Assistir no dia dos Namorados

por Amanda Carolina

Tag Nerd: 16 Filmes para Assistir no dia dos Namorados
Chegando o dia dos namorados, e você não sabe o que fazer ou para onde ir? Antes de pensar alguma coisa, confira minha lista indicação do que assistir nesse dia.

Leia mais

Quarta, 01 de Junho de 2022 - 21:40

Tag Nerd: 5 filmes LGBTQIA+ Para assistir essa semana

por Amanda Carolina

Tag Nerd: 5 filmes LGBTQIA+ Para assistir essa semana

Sempre existe aquele filme que não importa o quanto tempo passe ele fica registrado na nossa memória, seja aqueles musicais, ou dramas adolescentes e até comédias toscas que você não conseguiria assistir uma segunda vez. É apaixonante, é perfeito, quando no final eles vivem "o felizes para sempre”.

Mas a maioria desses filmes são constituídos por núcleos heterossexuais, e quando se há participação de um membro da comunidade LGBTQIA+ ,eles se encontram em segundo plano, sempre ajudando o (a) protagonista em sua jornada, com aquela participação genérica, zero representatividade.

Com o decorrer dos anos e o esforço dessa comunidade, o cinema internacional e nacional vem dando maior visibilidade e representatividade a essa comunidade, quebrando os padrões dos dilemas tradicionais de casais, e trazendo à tona, a realidade e vozes que precisam ser ouvidas.

E nesse começo de mês, trago para vocês uma seleção de alguns filmes com protagonismo LGBTQIA+  que você precisa assistir.

 

1 - Me chame pelo seu nome ( Drama, Romance) 

 

Baseado no livro de André Aciman, o filme estreou em 2018. A história se passa no verão 1983, quando Oliver, um estudante universitário, vai passar as  férias na Itália na casa do seu professor, e acaba conhecendo o filho adolescente dele, Elio, onde ambos acabam tendo que conviver um com o outro e acabam se apaixonando. Um filme sobre aceitação e respeito em uma época que nem todas as famílias - que até nos dias de hoje - não aceitam a escolha dos seus filhos.

Disponível na Netflix

 

2 - Você Nem Imagina ( Comédia, Romance)

 

Se você nem imagina, imagine eu.

Lançado em 2020  pela Netflix, conta a história da estudante Ellie Chu, uma garota tímida que é apaixonada pela garota cristã, chamada Aster, mas ela nunca conseguiu assumir isso. Não bastando isso, Paul um atleta do colégio diz para Ellie que está apaixonado por Aster e que precisa de ajuda para conquistá-la. Ellie e Paul acabam se tornando amigos, e ao mesmo tempo que se ajudam, Ellie acaba se apaixonando cada vez mais por Aster.

É uma história de aquecer o coração e deixar algumas lágrimas em seu rosto. “ Te vejo em dois anos, tá?”

Disponível na Netflix.

 

3 - Hoje Eu Quero Voltar Sozinho ( Drama, Romance)

Ele quer voltar só, mas eu não. 

 

Um filme nacional, lançado em 2014 que conta a história de Leonardo, um garoto cego que possui uma mãe superprotetora e que se vê em busca da sua própria independência, até que um novo aluno chega na escola, o Gabriel e ambos acabam descobrindo ter sentimentos um pelo outro.

 

Esse filme traz muitas questões além da sexualidade, como também a realidade de deficientes visuais e muitas situações que se passam no cotidiano.

 

Disponível no Telecine e na Netflix.


 

4 - Tangerina (Comédia, Drama)

Lançado em 2015, um filme independente e gravado através de câmeras de celular. Tangerina traz a história da transexual Sin-Dee, uma prostituta, descobre através de sua amiga que seu namorado está saindo com uma mulher cis.  Após saber da traição, Sin-Dee está pronta para ir atrás dos dois e se vingar.

 

Uma história divertida, com diversos elementos urbanos, e que mesmo sendo gravado apenas por celulares, não afetam a qualidade e o enredo do filme.

 

Disponível no Mubi.

 

5 - Rafiki ( Drama)

Se Romeu fosse outra Julieta, Rafiki seria a releitura perfeita. Lançado em 2019, a trama se passa entre as duas jovens Kena e Ziki, grandes amigas que, mesmo com famílias rivais, sempre apoiaram o sonho e as conquistas uma da outra. Mas quando a amizade acaba atingindo outros patamares, as duas garotas se veem em contradição entre manter seus sentimentos escondidos por conta da família e da comunidade conservadora, ou se assumirem para o mundo.

 

Disponível no Telecine.

 

Leia mais

Tag Nerd : Em situação de perigo, não entre em pânico e jamais esqueça sua toalha
De acordo com Douglas Adams, 42 é a resposta para tudo, então aproveite para fazer comprar um lanche, no restaurante do fim do espaço.

Leia mais

Quinta, 26 de Maio de 2022 - 16:20

Tag Nerd: Guia com Informações Úteis para Viajantes na Galáxia

por Amanda Carolina

Tag Nerd: Guia com Informações Úteis para Viajantes na Galáxia
De onde viemos? Para onde vamos? Por que estamos aqui?" são as primeiras perguntas que um viajante faz quando embarca nessa jornada.

Leia mais

Quarta, 25 de Maio de 2022 - 18:06

Tag Nerd: Dia da Toalha, Orgulho Nerd e um pouco mais

por Amanda Carolina

Tag Nerd: Dia da Toalha, Orgulho Nerd e um pouco mais
Os principais eventos que tornam o dia 25 de maio, um dos dias mais aclamados para os membros da comunidade Geek.

Leia mais

Terça, 26 de Abril de 2022 - 10:30

Luis Ganem: Finalmente algo de novo no reino da Babilônia?

por Luis Ganem

Luis Ganem: Finalmente algo de novo no reino da Babilônia?

Sinceramente, até agora não consegui entender se o momento que estamos vivendo na música é bom ou ruim. Sério mesmo. Sob o ponto de vista da melhora ou piora de novidades, quase nada de movimento novo tem acontecido na música – principalmente no ritmo axé –, e olha que tenho conversado com muita gente do meio e a maioria tem essa mesma percepção.

 

Se formos partir do ponto de vista da mesmice, entramos em um ato repetitivo sem precedentes. Engraçado perceber isso, mas a impressão é que a pandemia trouxe para o mercado um retrocesso nunca visto. 

 

Existe no ar – isto é o que eu sinto – um misto quase palpável de falta de inspiração com desânimo. Será que perdemos realmente o bonde da inovação? Óbvio que está acontecendo algo novo no “reino do axé” ou na música baiana, mas é algo bastante pontual e ainda pouco divulgado. Sinto, “penso assim e vejo assim”.

 

Onde está nosso celeiro criativo? E difícil saber. Além do mais, os investimentos das nossas produtoras não contemplam a criação de novos artistas (não todas, obviamente). No nosso mercado, construir algo novo do zero é algo quase impossível – pra não dizer totalmente.

 

E aí, justiça se faça, se tem uma coisa que as produtoras de sertanejo têm de diferente das baianas é o investimento no novo, no desconhecido. Lá no sertanejo, enquanto um artista famoso se torna sócio do novo, por aqui, nada se faz. 

 

Se não, digam-me aí: que artista do nosso estrelato tem levado algo novo a reboque para apresentar ao mercado? Vi uma entrevista de Márcio Vitor falando sobre isso. Da necessidade de ajudarmos no novo. Mas quem está disposto? Quem colocaria sua carreira a serviço da continuidade.

 

Olha, tenho trinta anos nesse negócio, atuando de forma direta e indireta, e vi poucas figuras fizerem algo pelo novo, mas de forma bem superficial. Na pegada da “farinha pouca meu pirão primeiro” todos, eu disse todos, depois de se tornarem sucesso, viraram as costas para as ideologias e discursos de coletividade. 

 

Mas tem algo que aconteceu no evento CarnaSal, festa que ocorreu neste feriadão de Tiradentes no Wet’n Wild e que quero comentar aqui. 

 

Na grade do evento, somente nomes consolidados. De Saulo a Carlinhos Brown estavam todos lá. Lógico, estava lá também muita coisa sem peso ou apenas pra encher grade, mas também os nomes consagrados ou com vasta experiência no mercado. Mas, efetivamente nada de novo. Ou melhor: como bem eu disse no começo desse texto, quase nada de novo.


Pois bem, uma participação chamou a minha atenção. Estou falando do cantor WK (Wilsinho Kraychete), que cantou com Léo Santana sua música de estreia no mercado musical (PT NA FESTA). Vou falar de forma mais aprofundada sobre WK brevemente, mas falando sobre o dueto, pra mim foi o momento mais importante do evento. 

 

Isso mesmo!! Pode parecer estranho, mas poder perceber que o espaço para o novo foi dado já é algo promissor.

 

Espero que, igual ao modo sertanejo, que leva o seu novo artista a reboque do artista consolidado, a produtora do Cantor WK o leve também para os shows de Léo Santana que forem possíveis Brasil afora. Que não fique somente no momento Salvador e que esse apadrinhamento de Léo seja algo maior e não apenas um pequeno pocket de ajuda local.

 

Então amigo empresário do artista WK, se é pra fazer, vamos fazer bem feito, viu? 

 

PS: eu paguei o meu convite! Fui!

Leia mais

Histórico de Conteúdo