Segunda, 10 de Fevereiro de 2020 - 11:30

Ildazio Jr.: Verão e Carnaval!

por Ildazio Jr.

Ildazio Jr.: Verão e Carnaval!
Foto: Henriqueta Alvarez / Divulgação

Como dito aqui nos dois textos anteriores, esse verão está apontando para ser o maior dos últimos tempos em vários aspectos! O povo baiano voltou e lotou as ruas em duas mais das suas mais famosas festas populares (Bomfim e Iemanjá), muita gente de fora redescobrindo a Bahia como uma terra encantada, turística, rica culturalmente, festeira, quente, com um povo digno, alegre e muito receptivo! Segundo Juca Ferreira, baiano e ex-ministro da Cultura, esse 2020 está muito parecido com os anos 1970, quando nós fomos coroados como o grande hot spot internacional e todos do jet set internacional (de Janes Joplin a Priscilla Presley) em um período sem internet queriam ou vinham para cá se banhar em nossas águas, se misturar com seu povo, beber da nossa imensa fonte cultural e degustar a sensacional culinária herdada pelo nosso cruzamento de etnias!

 

Desde novembro já apontava para esse cenário, que há 15 dias do carnaval só tende a crescer, esquentar e lotar mais de 90% dos leitos disponíveis, abarrotar as festas e eventos de Brown, do Olodum, de Luiz Caldas, da Timbalada, do Araketu, de Léo Santana, do Parangolé, do Cortejo Afro, de Daniela, de Alinne Rosa, do Concha Negra, dos bailes do Àttooxxá, do Harmonia e por fim o Festival de Verão, que veio na pegada mais popular e bombou muito. Sem falar do clássico Pelourinho lotando suas praças. Ou seja, estamos a pleno vapor, fazendo a máquina girar em alta novamente, e o melhor: com vários novos personagens! 

 

Essa expertise em fazer tudo acontecer agora e ao mesmo tempo nos diferencia no mercado de entretenimento nacional que deságua produzindo um modelo de carnaval único, imitado, invejado e que esse ano, penso, será o maior da década! Arrisco a dizer que será uma retomada em altíssimo nível da nossa poderosa máquina de fazer entretenimento – mas, por favor, não confundir com a volta da Axé Music, algo que dificilmente acontecerá. E não porque eu não quero, mas porque a nova música baiana para dançar na rua percorre outros e novos caminhos, modernas misturas sonoras. Todavia, com a fundamental base dos tambores, atabaques e repiques do samba reggae! 

 

Pelos números que me chegaram às mãos, a essa altura já temos vários blocos esgotados, principalmente os das meninas Ivete, Daniela e Cláudia, vários camarotes com dias esgotados, os blocos de samba bombando na avenida quinta e sexta. Sem contar com o carnaval que a Prefeitura Municipal de Salvador estará realizando, em que vários artistas de primeira linha se apresentarão sem cordas no circuito Barra-Ondina, em palcos nos bairros com artistas também de alto nível, o Ouro Negro pelo Governo do Estado... Ou seja, a iniciativa privada e pública trabalhando cada um com seu propósito, porém ambos investindo para que nós venhamos a ter um produto de excelência, sólido, com mais uma ano de uma festa maravilhosa. 

 

Só para finalizar, neste ano o carnaval será marcado pela tal efeméride, ou seja, muita coisa a se comemorar na mesma data! Lá vai: 70 anos do Trio Elétrico, 50 anos de palco Luiz Caldas, 50 anos da TV Aratu, 40 anos da criação do Araketu, 40 anos de carreira de Sarajane, 35 anos de Axé Music e tem mais que me esqueço agora!

 

Enfim, vocês não perdem por esperar e apenas fiquem ligados e espertos, porque a rua vai estar entupida de gente e todo tipo dela!

 

Em tempos de Coronavírus...

Histórico de Conteúdo