Sexta, 23 de Outubro de 2020 - 07:20

Depois da ampla coalisão, Rui propõe outra cartada: fundir PT, PSB e PCdoB

por Fernando Duarte

Depois da ampla coalisão, Rui propõe outra cartada: fundir PT, PSB e PCdoB
O governador Rui Costa voltou a falar sobre uma ampla frente em defesa da democracia no Brasil. Porém, dessa vez, incluiu uma proposta ainda menos palpável: a fusão de PT, PSB e PCdoB, para formar uma bancada que não seria alvo de “boicote da mídia”, para usar a mesma expressão citada por Rui e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em um mundo perfeito, a ideia poderia até ser levada a cabo. Na dura realidade brasileira, não deve acontecer nenhuma negociação nesse sentido.

Leia mais

Quinta, 22 de Outubro de 2020 - 07:20

No embate de Bolsonaro e Doria, quem perde é o povo - e eles não estão nem aí

por Fernando Duarte

No embate de Bolsonaro e Doria, quem perde é o povo - e eles não estão nem aí
Na batalha entre Jair Bolsonaro e João Doria pelo protagonismo no caso da vacina CoronaVac, que deve ser produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, quem perde são os brasileiros. Bolsonaro erra ao tentar conduzir ideologicamente um debate sobre o imunizante. Doria erra ao manter a politização do debate, partindo para o enfrentamento com o presidente. No duelo pré-2022, o grande prejudicado é o povo, numa batalha que envolve desinformação e guerrilha política.

Leia mais

Quarta, 21 de Outubro de 2020 - 07:20

A cueca como boia - ou como o Senado fica diminuído

por Fernando Duarte

A cueca como boia - ou como o Senado fica diminuído
Não é culpa do Senado que um de seus membros, Chico Rodrigues (DEM-RR), tenha sido flagrado com mais de R$ 30 mil nas partes íntimas. Porém os senadores se tornam cúmplices dessa patetice (não vou chamar de crime para não ser processado) ao aceitar de bom grado o pedido de licença por 121 dias, feito pelo ilustre portador de uma mala na cueca. Chico Rodrigues e suas nádegas recheadas representam mais o Brasil que futebol e caipirinha.

Leia mais

Terça, 20 de Outubro de 2020 - 07:20

Denice dobra de tamanho, mas não parece atrapalhar tendência de vitória de Bruno Reis

por Fernando Duarte

Denice dobra de tamanho, mas não parece atrapalhar tendência de vitória de Bruno Reis
O início da propaganda eleitoral foi um marco para o crescimento do nome do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) em Salvador. O levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas em parceria com o Bahia Notícias aponta que a superexposição dele no rádio e na televisão surtiu efeito, mostrando o nome do candidato do prefeito ACM Neto pela primeira vez com mais de 52% das intenções de voto. É um feito e tanto para quem é tratado pelos adversários como “pesado”.

Leia mais

Segunda, 19 de Outubro de 2020 - 07:20

Impugnar espirro não deveria ser moda nas eleições

por Fernando Duarte

Impugnar espirro não deveria ser moda nas eleições
Durante uma campanha eleitoral, até um espirro pode gerar um pedido de impugnação de candidatura. No contexto da pandemia do novo coronavírus, seria até literal, pois sugeriria que o candidato expôs o seu entorno a uma infecção. O espirro aqui também pode ser no sentido figurado. Na batalha de uma eleição, qualquer possibilidade de deslize de um adversário pode e vai ser utilizada para buscar na justiça um indeferimento de candidatura, uma inelegibilidade ou até mesmo um riscão na imagem de um postulante a cargo público.

Leia mais

Sexta, 16 de Outubro de 2020 - 07:20

'Espetáculos' da democracia, debates não dão audiência ou lucro

por Fernando Duarte

'Espetáculos' da democracia, debates não dão audiência ou lucro
Debates entre candidatos ao Executivo são importantes para o eleitor. Porém o engessamento da legislação acaba impedindo que esses espaços sejam produtivos. Tanto é que, a cada pleito, o formato mantém um desgaste crescente, o que gera uma resistência para a realização nos meios de comunicação e no próprio eleitor. Esses são alguns pontos que justificam o cancelamento dos debates por Record, TV Bahia e TV Aratu no primeiro turno das eleições 2020 em Salvador.

Leia mais

Quinta, 15 de Outubro de 2020 - 07:20

Enviem-me para Havana: tem rum e pode me fazer esquecer do Capitão Brasil

por Fernando Duarte

Enviem-me para Havana: tem rum e pode me fazer esquecer do Capitão Brasil
É inegável que, às vezes, conseguimos nos surpreender. Na última terça-feira (13), uma imagem brotou na minha timeline. Era um pitoresco boneco representando um homem branco careca, vestido de super-herói com as cores do Brasil e um H no peito. É algo tão decadente e autodepreciativo que não mereceria holofotes. Porém o brasileiro não pode permanecer um dia na vida sem ter vergonha alheia. É um fato triste, mas um fato.

Leia mais

Quarta, 14 de Outubro de 2020 - 07:20

'Deboche' ou 'escárnio', o erro da flexibilização abrupta da quarentena

por Fernando Duarte

'Deboche' ou 'escárnio', o erro da flexibilização abrupta da quarentena
A população de Salvador vive entre o “deboche” e o “escárnio” no enfrentamento ao novo coronavírus. A afirmação foi do prefeito ACM Neto, mas poderia ser de qualquer soteropolitano que mantém uma postura cautelosa frente à pandemia que assola o mundo. É difícil lidar com a dura realidade do distanciamento social. É mais difícil ainda viver com o receio de que haja uma segunda onda de contaminação. Mas precisamos encarar esse assunto.

Leia mais

Terça, 13 de Outubro de 2020 - 07:20

Quer ser político? Assuma seu próprio passado e seus erros

por Fernando Duarte

Quer ser político? Assuma seu próprio passado e seus erros
Atenção! Tentar ser uma figura pública automaticamente autoriza que sua vida pregressa seja vasculhada pelos eleitores e pela imprensa. Quer dizer, era assim até bem pouco tempo. No entanto, está cada vez mais difícil lidar com esse papel. Depois do advento das fake news e da naturalização delas no ambiente político, qualquer conteúdo que não seja favorável a um candidato ou a um político é classificado automaticamente como algo não publicável. Tem horas que dá vontade de rasgar o diploma. Aliás nem diploma é mais necessário para o exercício profissional, já que o ministro Gilmar Mendes desobrigou a formação em Jornalismo.

Leia mais

Sexta, 09 de Outubro de 2020 - 07:20

Mal das redes e o assassinato de reputações para campanha política

por Fernando Duarte

Mal das redes e o assassinato de reputações para campanha política
O início da propaganda eleitoral nesta sexta-feira (9) marca também o começo das batalhas de liminares com pedidos de direitos de resposta e ataques entre os candidatos. Porém, com as redes sociais, essas disputas começaram mais cedo. Diversos episódios foram registrados em todo o Brasil, com a solicitação de remoção de conteúdo e até mesmo a publicação de respostas em perfis e páginas de plataformas como Facebook, Instagram e YouTube. É a judicialização das mídias sociais, a partir de campanhas eleitorais.

Leia mais

Histórico de Conteúdo