'Contas não esperam, elas têm validade', diz Pimpão sobre salários atrasados no Botafogo
Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Após a derrota para o Bahia no último sábado (20), o elenco do Botafogo teve que encarar a ira da torcida, que fez muitas críticas no estádio Nilton Santos. Na última segunda-feira (22), o atacante do alvinegro, Rodrigo Pimpão, saiu em defesa do grupo e citou a espera pelo pagamento dos salários, que estão atrasados.

 

"Aí eu te faço uma pergunta: se você tivesse essa situação de dois meses? É delicado. A gente tem que vir, se dedicar. Eu tenho que trabalhar, eu dependo disso. Sou experiente, mas minhas contas não esperam, elas têm validade. Nunca aconteceu isso em quatro anos que tenho de Botafogo. Não tenho o que reclamar do Botafogo", declarou.

 

"Aqui não tem ninguém sem vergonha, nenhum vagabundo nem nenhum mau caráter. Temos trabalhadores, que buscam o melhor. Trabalhamos fortes, sabemos a situação que o Botafogo se encontra. O recado é que continuem vindo ao estádio para nos apoiar. Querendo ou não, algumas críticas acabam abalando o jogador, e o jogador some", completou.

 

Com 35 pontos conquistados, o Botafogo é o 13º colocado do Campeonato Braisleiro. Com o objetivo de se afastar da zona de rebaixamento, a equipe volta a jogar no próximo sábado (27), contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Atlético-PR tem 20 jogadores relacionados para enfrentar o Bahia
Foto: Miguel Locatelli / Atlético-PR

Adversário do Bahia na briga pela classificação às semifinais da Copa Sul-Americana, o Atlético-PR chegou em Salvador na noite da última segunda-feira (22). Para a partida marcada para esta quarta-feira (24), na Arena Fonte Nova, o Furacão tem 20 jogadores relacionados.

 

Em relação ao jogo contra o São Paulo, no último sábado (20), a única novidade na equipe deve ser o retorno de Lucho González. O argentino deve entrar no lugar de Wellington.

 

A equipe fará um reconhecimento do gramado da Arena na tarde desta terça-feira (23). Na sequência, o técnico Tiago Nunes vai comandar o último treinamento antes da partida. A tendência é de que a formação seja a seguinte: Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González e Raphael Veiga; Marcelo, Nikão e Pablo.

 

Confira a lista de relacionados: 

Goleiros: Felipe Alves e Santos
Laterais: Jonathan, Márcio Azevedo e Renan Lodi
Zagueiros: Léo Pereira, Paulo André e Thiago Heleno
Volantes: Bruno Guimarães, Camacho, Lucho e Wellington
Meias: Guilherme, Nikão e Raphael Veiga
Atacantes: Marcelo, Marcinho, Pablo, Rony e Bergson

Bruno Peres afirma que São Paulo não desistiu do título brasileiro
Foto: Divulgação

Depois de empatar em 0 a 0 com o Atlético-PR no último sábado (20), o São Paulo viu a distância para o líder Palmeiras aumentar para nove pontos. No segundo turno, a equipe conquistou apenas 12 pontos, uma clara prova da queda de rendimento. Mesmo assim, o lateral-direito Bruno Peres afirma que a equipe ainda não desistiu de conquistar o título.

 

"A gente não descartou a ideia do título. Sabemos que está muito mais difícil, porém enquanto houver chances de chegar, logicamente vamos acreditar. Estamos precisando de uma vitória para voltar a incomodar e querer brigar lá em cima de novo, que é o nosso objetivo", afirmou, em entrevista ao GloboEsporte.com.

 

O momento difícil faz com que a torcida comece a questionar o trabalho do uruguaio Diego Aguirre no comando técnico. Por outro lado, o atleta do tricolor paulista saiu em defesa do seu treinador.

 

"Agora é muito fácil criticar. Quando não se ganha é normal que as pessoas vão buscar um culpado para o que está acontecendo. Ele provou que tem feito um bom trabalho. Quando você não vence todo mundo vira dúvida. Quando você vence é sempre o melhor. Quando a gente estava ganhando, era o melhor treinador do Brasil. Era a sensação. A gente não precisa provar mais nada, só precisa voltar a vencer", indicou.

 

A equipe segue a sua procura pelos três pontos na próxima sexta-feira (26), quando enfrenta o Vitória, no Barradão.
 

Internacional fica inconformado com arbitragem após empate com o Santos
Foto: Diego Vara/BP Filmes

O jogo entre Internacional e Santos, que fechou a 30ª rodada do Campeonato Brasileiro na última segunda-feira (22), foi marcado pelo empate com quatro gols e muita polêmica no Beira-Rio. Aos nove minutos do segundo tempo, Leandro Damião marcou o que seria o seu segundo gol, mas a arbitragem liderada por Ricardo Marques Ribeiro anulou o gol após sete minutos de discussão com os auxiliares.

 

"Lutamos muito. Fazemos uma guerra a cada jogo. Daqui a pouco terão 20 caras de amarelo. Cada vez tem mais.E, em um lance do árbitro à frente dele, ele não consegue ver. O bandeirinha, com um bando de gente, marca impedimento e eles ficam sete minutos... Seis árbitros sem conseguir tomar uma decisão, esperando o lance na televisão. Ficou bem claro isso. Ou era falta, porque se o (Víctor) Cuesta tocou, era falta, ou o jogador deles tocou para trás. Não deram nem uma coisa nem outra", reclamou o vice-presidente do Inter, Roberto Melo.

 

No lance, o zagueiro Victor Cuesta, do Inter, e o meio-campista Sánchez, do Santos, dividiram a bola, que sobrou com Damião. O árbitro ficou em dúvida se a bola saiu do colorado ou do alvinegro e saiu para consultar os colegas. No fim, foi considerado o impedimento do atacante. 

 

"É inadmissível que seis homens levem mais de sete minutos para tomar uma decisão. Há duas interpretações. se foi do Cuesta, é falta. Se foi do zagueiro, é legítimo o gol do Damião. Não precisa consultar assistente, quarto árbitro. Ficou claro que esperava uma informação, que não ocorreu", disse o presidente Marcelo Medeiros.

 

O resultado, que deixou o Internacional a cinco pontos do líder Palmeiras, deixou o técnico Odair Hellman frustrado.

 

"Saio triste daqui, muito triste. Faço meu primeiro trabalho como treinador e é difícil demais aceitar esse tipo de situação. Futebol é um jogo de erro. Não pode um árbitro levar sete minutos para tomar uma decisão, se tivesse tomado a certa ou errada. Eles precisam de ajuda, mas precisam ter humildade também", lamentou o comandante.

 

A equipe volta a jogar pelo Brasileirão na próxima sexta-feira (26), contra o Vasco, no estádio de São Januário.

Segunda, 22 de Outubro de 2018 - 19:30

Após Flu de Feira abrir votação para novo escudo, designer sugere nova opção

por Gabriel Rios

Após Flu de Feira abrir votação para novo escudo, designer sugere nova opção
Foto: Reprodução / Twitter

Buscando uma identidade própria, o Fluminense de Feira abriu votação para mudar seu escudo (relembre aqui). Entretanto, alguns torcedores e apreciadores não gostaram de nenhuma das quatro opções. Um deles foi o designer Yan Sandbrand, que criou um novo modelo e usou o Twitter para que a sugestão chegasse à diretoria do clube.

 

“Vi as opções para o escudo e criei uma opção para que abram novas sugestões. Penso muito na questão da democracia. Ela deveria ser instituída nos clubes, para que os torcedores possam sugerir e escolher escudos e uniformes”, afirmou Yan, que foi um dos finalistas do novo uniforme tricolor do Bahia.

 

Torcedor do Bahia, Yan afirma que tem o Touro do Sertão como seu segundo time. Ele conta que se baseou na bandeira de Feira de Santana e em elementos futebolísticos para criar a sugestão do novo escudo.

 

“Procurei fazer algo que não fosse sem critério. A ideia surgiu através da bandeira de Feira e alguns elementos relacionados a futebol, tudo isso foi pensado para valorizar o escudo”, salientou.

 

Por fim, Yan se disse aberto, caso a diretoria o procure: “É um clube que merece muito respeito no Nordeste. Estou aberto a uma conversa, a uma proposta. Ficarei muito feliz”, concluiu.

Buscando título inédito, Tiago Nunes aposta em atletas experientes para encarar Bahia
Foto: Arquivo Pessoal

Buscando seu primeiro título sul-americano, o Atlético-PR enfrenta o Bahia nesta quarta-feira (24), às 21h45, na Arena Fonte Nova, pelo jogo de ida do confronto das quartas de final da Copa Sul-Americana. O técnico Tiago Nunes, que também almeja a conquista inédita, aposta nos atletas com bagagem para enfrentar o Esquadrão e a praça esportiva lotada.

 

“Vamos enfrentar um fator local muito difícil lá, a Fonte Nova lotada, uma equipe do Bahia muito confiante. Mas com jogadores como Wellington e outros com uma bagagem, já acostumados a jogar finais e jogos importantes, nosso nível de confiança é muito alto para esses dois jogos”, projetou, segundo o GloboEsporte.com.

 

O vencedor de Bahia e Atlético-PR enfrenta o classificado do confronto entre Fluminense e Nacional-URU.

Botafogo-RJ e Brasília vencem no Circuito Open de Polo Aquático em Praia do Forte
Foto: Tati Amaya / Divulgação

Apesar da forte frente fria que atingiu Praia do Forte neste domingo (21), o último dia do Circuito Open de Polo Aquático foi realizado e coroou as equipes de Brasília e Botafogo-RJ como as grandes campeãs.

 

Pelo terceiro ano consecutivo, Brasília conquistou o título no feminino ao vencer a equipe Beach Girls. Já a agremiação carioca bateu o time Polo Salvador, que buscava o bicampeonato, e ficou com o lugar mais alto do pódio. Bora Nordeste, no feminino, e Polo Feira de Santana, no masculino, ficaram com o bronze.

 

Presidente da Federação Baiana de Desportos Aquáticos e atleta do time Polo Salvador, Diego Albuquerque ressaltou a importância do torneio: “Este campeonato é fundamental para nosso esporte, porque toda essa combinação de competição, turismo e troca de experiências entre os atletas é um trunfo para o desenvolvimento da modalidade, sem falar na visibilidade que é organizar um campeonato numa praia como essa. É uma oportunidade de mostrar ao grande público um esporte olímpico sendo praticado num cenário paradisíaco.”

 

Pelo Sub-18, o campeão foi o Natação em Rede de Salvador. A categoria abriu o Circuito na última sexta-feira (19). Sergipe e o Polo Feira completaram o pódio.

 

O Circuito ainda recebeu das mãos do Secretário de Cultura e Turismo do município, Alexandre Rossi, o Selo Verde de Emissão de Carbono Zero, com a doação de 50 mudas de aroeiras, para serem plantadas no local.

Segunda, 22 de Outubro de 2018 - 16:30

Intermunicipal: Definidos os confrontos das oitavas de final

Intermunicipal: Definidos os confrontos das oitavas de final
Foto: Geovan Santos / Ligeirinho no Esporte

O Intermunicipal está cada vez mais perto da reta final. Neste domingo (21) foram conhecidos os confrontos das oitavas da competição. 

 

A 3ª fase foi marcada pelo equílibrio. Quatro embates foram definidos nas penalidades. 

 

Após empates sem gols, o Jaguaquara eliminou Santa Bárbara por 4 a 1 nos pênaltis. Em mais dois empates por 0 a 0, Ubaitaba e Itambé derrotaram Conquista e Valença por 4 a 3 e 3 a 1, respectivamente. 

 

A única visitante a se classificar nas penalidades foi a Seleção de Valente. Após outro 0 a 0, bateu Itajuípe por 5 a 3. 

 

Nem todos os confrontos foram decididos após o tempo regulamentar. O Itapetinga goleou o Ibicaraí por 8 a 0. Já Eunápolis bateu o Canavieiras por 4 a 0. Por sua vez, Euclides da Cunha fez 3 a 0 em João Dourado. 

 

Canudos, Cachoeira, Itororó e Santo Antônio de Jesus, que venceram no jogo de ida, asseguraram o empate na volta a também avançaram. 

 

Santo Amaro, Retirolândia, Itamaraju e Conceição do Coité passaram após vitórias apertadas. A única derrotada no jogo de volta a se classificar foi Brumado, que perdeu por 3 a 2 para Uruçuca, mas havia vencido na ida por 3 a 0. 

 

CONFIRA OS CONFRONTOS:

Canudos x Euclides da Cunha
Brumado x Itamaraju
Valente x Cachoeira
Jaguaquara x Santo Amaro
Retirolândia x Itapetinga
Itororó x Itambé
Santo Antônio de Jesus x Conceição do Coité
Ubaitaba x Eunápolis

 

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgará em breve as datas e locais dos confrontos. 

Segunda, 22 de Outubro de 2018 - 15:05

Roberto Carlos cogita renunciar à presidência da Juazeirense

por Glauber Guerra

Roberto Carlos cogita renunciar à presidência da Juazeirense
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

O presidente da Juazeirense e deputado estadual, Roberto Carlos (PDT), cogita deixar o comando da agremiação. O parlamentar-cartola fez uma reunião de avaliação da temporada 2018 com membros da diretoria no último sábado (20) e manifestou o desejo de se afastar. O clube disputou a Série C e acabou rebaixado em agosto.

 

“Tive uma reunião no sábado com os conselheiros e fizemos uma avaliação da Juazeirense na Série C, pois por conta da campanha política não deu tempo fazer essa reunião antes. Fizemos a reunião e ficou decidido que vamos fazer uma reestruturação na diretoria. E também externei o desejo de não continuar à frente da Juazeirense. O meu mandato encerra em fevereiro e sugeri antecipar a eleição”, disse Roberto Carlos em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Roberto Carlos ainda garantiu que buscará apoio da Prefeitura Municipal de Juazeiro, bem como da Federação Bahiana de Futebol (FBF), para tentar viabilizar financeiramente o clube para a próxima temporada.

 

“Hoje a chance de renunciar ou antecipar a eleição é de 90%. O custo para manter um clube é muito alto. Ainda não tem nada decidido, mas a possibilidade existe. Semana que vem vou procurar o prefeito [de Juazeiro] Paulo Bonfim para saber como ficará o apoio da Prefeitura para 2019. E também vou procurar o apoio da Federação Bahiana de Futebol. Neste ano tive pouca ajuda para manter o clube na Série C”, finalizou. 

 

A Juazeirense foi fundada em 2008 pelo próprio Roberto Carlos, após ele deixar o comando do Juazeiro Social Clube. Em dez anos de existência, o Cancão de Fogo já disputou a Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Série D e Série C, além de ter chegado três vezes nas semifinais do Campeonato Baiano.

Empresa de ex-produtor do Chiclete adquire direitos da Série A para o exterior
Foto: Uran Rodrigues/Divulgação

A empresa BR Foot Mídia S/A adquiriu os direitos de transmissão da Série A do Campeonato Brasileiro para o mercado exterior. O negócio, junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), foi firmado no valor de R$ 550 milhões. A companhia tem como sócio Fausto de Abreu Franco. 

 

O empresário é um velho conhecido do cenário baiano. Foi produtor musical do Chiclete com Banana por quase 20 anos, mas acabou deixando a banda com Bell Marques, em 2013. Além disso, também foi casado com a apresentadora de TV Astrid Fontenelle. Segundo registro, a empresa foi criada em agosto de 2017 e está sediada em São Paulo. 

 

Segundo a Coluna Bate-Pronto, do Jornal Correio, a dupla Ba-Vi será beneficiada com o acordo. Com o capital de R$ 150 milhões e o acordo entre 2019  a 2022, os times baianos receberão cerca de R$ 30 milhões durante o período. Dos 20 times do Brasileirão, 18 assinaram o acordo. O pagamento deve acontecer até o fim do ano. 

Histórico de Conteúdo