Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ponte Preta afasta e cobra multa de jogadores que foram flagrados sem máscaras em festa
João Veras é um dos atletas | Foto: Álvaro Jr/ PontePress

A Ponte Preta afastou dois de seus jogadores que foram flagrados em casa de festa sem o uso de máscaras. O volante Danrley e o atacante João Veras não vão participar das atividades do clube nos próximos dias, além de terem que pagar multa por descumprirem os protocolos contra Covid-19.

 

“A Ponte Preta multou e afastou hoje os atletas João Veras e Darnley, inicialmente por dez dias, em virtude de quebra dos protocolos sanitários em relação à Covid-19, tanto os estabelecidos pela CBF quanto os da própria equipe. Eles estiveram em local com aglomeração, sem máscara”, divulgou o clube em nota. 

 

Apesar de não saber quando exatamente os atletas participaram da festa, que possui registros circulando nas redes sociais, a diretoria apurou que se tratam de imagens recentes.

 

De acordo com a Ponte, os jogadores serão afastados por dez dias e o valor que será abatido do salário de cada um será revertido em máscaras, luvas e álcool em gel que serão distribuídos a instituições que estiverem precisando desses materiais. 


Tanto Danrley, quanto João Veras, já foram diagnosticados com Covid-19 anteriormente. No ano passado, os dois também foram punidos por problemas disciplinares.

Sábado, 16 de Janeiro de 2021 - 15:30

Hernanes tem exame positivo de Covid-19 e será desfalque contra o Athletico-PR

por Thiago Fernandes | Folhapress

Hernanes tem exame positivo de Covid-19 e será desfalque contra o Athletico-PR
Foto: Divulgação/São Paulo

O São Paulo não terá Hernanes para o jogo contra o Athletico-PR, neste domingo (17), às 16h, na Arena da Baixada. O meio-campista testou positivo para o novo coronavírus e não terá condições de entrar em campo no duelo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Hernanes fez avaliação na tarde de sexta (15), juntamente com o restante do elenco, e foi o único a apresentar um exame positivo para a Covid-19. O jogador está assintomático e cumpre isolamento social pelos próximos dez dias.

O São Paulo ainda tem três jogadores no departamento médico, que devem desfalcar o time contra o Athletico. Luciano, Walce e Liziero seguem sob cuidados do Reffis e não têm previsão para retorno aos gramados.

Adilson Batista sofre infarto e é internado em hospital de Curitiba; técnico segue na UTI
Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro

O técnico Adilson Batista está internado após sofrer um infarto na última quinta-feira (14). Segundo informações divulgadas pela assessoria do treinador na noite da última sexta (15), ele precisou passar por dois cateterismos e ainda vai realizar uma cirurgia. 

 

Aos 52 anos, o técnico está em observação na UTI do Hospital Cardiológico Constantini, em Curitiba, e passa bem.

 

Adilson está sem clube desde que deixou o Cruzeiro em março de 2020. Na carreira, o treinador já comandou grandes equipes, como Grêmio, Corinthians, Santos, Athletico Paranaense, São Paulo, Atlético Goianiense, Vasco, Ceará e outros. 

 

O Cruzeiro e o Corinthians publicaram mensagens torcendo pela recuperação do técnico em suas redes sociais. 

CBF muda mando de campo de times amazonenses devido crise sanitária no estado
Arena da Amazônia não receberá próximos jogos programados | Foto: Divulgação/CBF

Com o Amazonas sofrendo uma segunda onda de Covid-19, que está trazendo problemas para o sistema de saúde do estado, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu transferir os mandos de campo das equipes do Manaus FC e Nacional Fast Clube para Brasília. A alteração será válida para os jogos da Copa Verde de 2020.

 

A CBF já oficializou a alteração do local das próximas partidas que aconteceriam na capital do estado, na Arena da Amazônia. O motivo para alterar o mando de campo é devido a impossibilidade de disponibilizar ambulâncias e profissionais de saúde para atender jogadores durante os duelos, caso fosse necessário. 

 

“Fomos procurados pelo governo do Estado, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento, e nos foi sugerido a não realização das partidas pelo momento que vivemos, algo que já estávamos discutindo internamente com nosso comitê de crise. Reunimos com os clubes e em seguida discutimos algumas possibilidades com a CBF, que acatou nossa solicitação”, declarou Dissica Valério Tomaz, presidente da Federação Amazonense de Futebol, em publicação do GE. 

 

Com isso, a CBF transferiu as partidas para o Estádio Defelê, em Brasília, onde o Fast Clube jogará contra o Independente-PA na próxima quarta-feira (20), às 15h30, enquanto o Manaus vai duelar no mesmo estádio, no dia seguinte e no mesmo horário, contra o Ji-Paraná-RO. 

 

Os vencedores dos duelos avançam para as oitavas de final da competição para disputar jogo único. 

 

O sistema de saúde amazonense está em situação crítica com o avanço dos casos de Covid-19, com internações pela doença batendo recordes e os hospitais ficando sem oxigênio na última quinta-feira (14).

Sábado, 16 de Janeiro de 2021 - 12:30

Final entre Palmeiras e Santos coroa nova era de rivalidade

por Alex Sabino | Folhapress

Final entre Palmeiras e Santos coroa nova era de rivalidade
Foto: Ivan Storti/Santos FC

A expressão "clássico da saudade" servia bem em 1989, quando Santos e Palmeiras se enfrentaram no Brasileiro. O futebol ruim no empate em 0 a 0 e a presença de apenas 11 mil pagantes no Pacaembu refletiam o 13º ano em jejum de títulos do time alviverde, que acabaria em 1993. O Santos estava no quinto ano sem ser campeão, numa fila que terminaria em 2002.

A saudade em questão era a dos anos 1960, quando os times representavam o futebol arte no país. Em 2021 não há Pelé ou Ademir da Guia, como naquela época, mas os rivais farão a primeira final paulista da história da Libertadores, coroando o ressurgimento da rivalidade na última década.

O confronto entre Palmeiras e Santos do dia 30, no Maracanã, será o sexto de mata-mata nos últimos oito anos. A terceira decisão de título.

Eles protagonizaram as finais do Campeonato Paulista (vencida pelo Santos) e da Copa do Brasil (conquistada pelo Palmeiras) de 2015. Também jogaram as oitavas de final de 2013 (classificação do Santos) e duas semifinais do Estadual: em 2016, o Santos passou nos pênaltis; o Palmeiras devolveu da mesma forma em 2018.

Os times brasileiros, donos das duas melhores campanhas na Libertadores, avançaram à decisão após eliminarem adversários argentinos. O Palmeiras, equipe mais eficiente da primeira fase, despachou o River Plate. O Santos passou pelo Boca Juniors.

O clima hostil entre ambos chegou a ser tão forte nos últimos anos que criou animosidades pessoais, como entre o atacante Ricardo Oliveira e o goleiro Fernando Prass. Lucas Lima tatuou a cobrança de pênalti que deu o título paulista de 2015 para o Santos e no fim de 2017 chegou ao Palmeiras. Os perfis dos clubes nas redes sociais trocaram farpas.

"Nunca vi caldeirão com 5.000 [pessoas]", atacou Felipe Melo ao ser xingado por torcedores santistas em um clássico na Vila Belmiro em 2017, ironizando a torcida rival.

Em termos de peso da disputa, a decisão da Libertadores será a partida mais importante da história do confronto. Mas ex-jogadores consideram difícil que seja a melhor.

"Eu adorava jogar contra o Santos. Eles tinham um timaço, com Pelé, Dorival, Mengálvio. E o nosso também não ficava barato. Eram sempre partidas sensacionais", diz César Maluco, segundo maior artilheiro da história do Palmeiras --fez 182 gols de 1967 a 1974.

"O Palmeiras era o nosso maior rival nos anos 1960. Não fosse o time deles, nós teríamos ganhado ainda mais títulos. Mas se não fosse o Santos, eles também teriam vencido muito mais", diz Dorval, ponta direita histórico do Santos (1956-1964 e 1965-1967).

De 1958 a 1969, o Santos só não foi campeão paulista em 1959, 1963 e 1966. O Palmeiras venceu nas três temporadas. Nenhum jogo está tão marcado na história quanto o realizado em 6 de março de 1958.

"Dizem que morreram cinco pessoas no Pacaembu ou ouvindo a partida no rádio. Não sei se é verdade. Foi o jogo mais emocionante em que atuei. Poucas vezes o futebol brasileiro mostrou tanta arte em campo", recorda o ponta esquerda Pepe, segundo maior goleador do Santos (403 anotados de 1954 a 1969).

A história das mortes não é comprovada, mas entrou para o folclore do futebol brasileiro. No Pacaembu, pelo Campeonato Paulista, o clássico teve três viradas no placar.

O Palmeiras saiu na frente, o Santos fez 2 a 1 e chegou a abrir 5 a 2. Com quatro gols no segundo tempo, o alviverde passou a vencer por 6 a 5, mas Pepe marcou duas vezes nos últimos cinco minutos para decretar o 7 a 6 final.

"Nós chegamos no vestiário para o intervalo ganhando por 5 a 2. O tesoureiro já separava o dinheiro do bicho dos jogadores. A gente sabia que o Palmeiras tinha um grande time, mas pensamos ser difícil perder no segundo tempo. Foi inesquecível", completa.

A virada mais marcante do Palmeiras aconteceu na terceira partida da final do Paulista de 1959. Em todos os confrontos, o Santos saiu na frente do placar, mas não ganhou. Depois de empatar em 1 a 1 e 2 a 2, o clube da capital começou perdendo a última decisão por 1 a 0, mas fez 2 a 1 com gols de Julinho Botelho e Romeiro e foi campeão.

As disputas entre as agremiações também tiveram capítulos nos bastidores. Em 1984, o Palmeiras acreditou ter sido prejudicado por um doping do meia Mario Sergio, que acabou não comprovado. O time brigava pelo título até então, mas caiu de rendimento e o Santos ficou com a taça.

Na Copa do Brasil de 2015, o Santos vivia grande momento, mas o então presidente Modesto Roma foi um dos que pediram o adiamento de 21 dias na data da primeira partida da decisão (o objetivo era aproximar os jogos de ida e volta). O Palmeiras cresceu e ficou com a taça.

Os interesses de ambos convergiram em alguns momentos. A CBF aceitou, em 2010, pedido para considerar edições da Taça Brasil, Torneio Roberto Gomes Pedrosa e Taça de Prata dos anos 1950 e 1960 como títulos brasileiros.

Santos e Palmeiras foram os principais beneficiados e se tornaram os maiores campeões nacionais na época, com oito conquistas cada um --hoje os alviverdes têm dez.

Sábado, 16 de Janeiro de 2021 - 12:02

Com apenas dois treinos, Vitória encerra preparação para enfrentar a Chapecoense

por Milena Lopes

Com apenas dois treinos, Vitória encerra preparação para enfrentar a Chapecoense
Foto: Divulgação / EC Vitória

O Vitória já está preparado para enfrentar a Chapecoense pela 35ª rodada da Série B. Neste sábado (16), o Leão realizou seu último treino para receber o time catarinense neste domingo (17).

 

O Rubro-negro só teve oportunidade de realizar dois treinos para o duelo, já que jogou fora de casa na última quarta-feira (13). 

 

O técnico Rodrigo Chagas e sua comissão realizaram o treino nesta manhã, iniciando as atividades com a apresentação de um vídeo para analisar o adversário junto com o elenco.

 

Em seguida, os jogadores foram para o gramado para realizar treino tático. Os jogadores fizeram trabalhos de bolas paradas, como cobranças de escanteios e faltas laterais. 

 

Os jogadores que não integraram as atividades do treinador, foram acompanhados pelo assistente Flávio Tanajura. Paulo Carneiro acompanhou os exercícios da equipe Rubro-negra. 

 

Os jogadores relacionados para o duelo contra a Chape já estão concentrados na chácara Vidigal Guimarães. Entre eles, está Gabriel Santiago, garoto do sub-20 do Vitória selecionado por Rodrigo Chagas.  

 

Guilherme Rend e Ewandro iniciaram os trabalhos de transição com o preparador Rodrigo Santana, enquanto Ronaldo e Caíque Souza continuam em tratamento.

 

O Vitória é o 17º colocado da Série B com 38 pontos, enquanto a Chapecoense é o vice-líder com 66. A partida entre as equipes acontecerá no Barradão, às 16h.

Lateral João Pedro renova com o Bahia e segue na equipe até junho de 2021
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O lateral direito João Pedro vai seguir no Bahia. O jogador teve seu contrato de empréstimo com o Tricolor renovado até junho de 2021 e vai seguir com a equipe na reta final do Brasileirão 2020 e parte da temporada de 2021. 

 

O jogador está emprestado pelo Porto, de Portugal, desde 2019 e disputou 29 jogos pelo Esquadrão de Aço, marcando um gol pelo time baiano. A prorrogação do contrato do lateral foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na última sexta-feira (16). 

 

O jogador de 24 anos estava desde agosto do ano passado afastado das atividades pelo clube e deixou uma lesão no joelho. João Pedro precisou passar por uma artroscopia e só voltou a treinar recentemente. 

 

Com a renovação, o Bahia segue com os dois laterais-direitos da equipe, já que Nino Paraíba também renovou com o clube até o fim deste ano. 

Foto: Reprodução / BID

Vitória da Conquista contrata o lateral-esquerdo Alex Lagamar como reforço
Foto: Reprodução / Facebook ECPP Vitória da Conquista

O Vitória da Conquista segue anunciando novos reforços para o time para a temporada de 2021. Neste sábado (16), o clube divulgou em suas redes sociais a contratação do lateral-esquerdo Alex Lagamar. Na última sexta (15), o Bode já havia anunciado a chegada de um meia (leia mais). 

 

Ales estava no Itabaiana-SE na temporada passada, onde disputou o Campeonato Sergipano, mas disputou apenas três jogos pelo time. Na carreira, o jogador também já vestiu as camisas do Confiança, Guarany de Sobral, Atlético Gloriense e Goiânia.

 

Aos 24 anos, o lateral chega ao Vitória da Conquista e vai integrar a equipe no Campeonato Baiano 2021, que tem previsão de início no dia 21 de fevereiro. O Bode estreia contra o Doce Mel.

Apesar do amor pelo futebol, Neymar já quis parar de jogar: 'Todos te julgam'
Foto: Divulgação / PSG

Junto com a fama vem o peso das críticas. Pelo menos foi o que Neymar declarou em entrevista para a revista inglesa Gaffer. Na ocasião, o atacante brasileiro declarou que apesar da paixão que tem pelo futebol, já pensou em desistir da carreira devido a opiniões contrárias. 

 

“Eu nunca vou perder a paixão pelo futebol, mas tive momentos que quis parar de jogar. Uma vez, cheguei ao ponto de perguntar para mim se deveria continuar jogando, já que as pessoas não gostam. Eu ia para casa com a cabeça quente e então lembrava de tudo que fiz para chegar até aqui. O amor que eu tenho pelo futebol e todas essas coisas sempre me acalmam e me trazem de volta para a realidade”, declarou o jogador. 

 

Apesar de não citar ocasiões em que as críticas o deixaram desmotivado sobre seu trabalho, Neymar falou que alguns dos comentários vem do seu estilo de jogo e a forma como supera a defesa adversária em campo.

 

“Eu às vezes vejo defensores pelos quais tenho que passar, independentemente de ser um belo drible ou não, mas, às vezes, até mesmo bons dribles, lances bonitos podem vir como uma ofensa para as pessoas”, admitiu. 

 

No ano passado, o jogador deixou o jogo entre PSG e Montpellier revoltado. Na ocasião, a equipe do brasileiro venceu por 5 a 0, mas o atleta levou um cartão amarelo após tentar dar um lambreta no zagueiro Souquet. Após a partida, Neymar foi às redes sociais dizer que “só estava jogando futebol”. 

 

“Acho que hoje o mundo está muito sensível. É engraçado, acho que hoje em dia nada pode ser feito e ao mesmo tempo tudo pode ser feito e todos fazem de tudo. Por exemplo, todos te julgam pelo que você faz e até pelo que você para de fazer”, posicionou o atacante.

 

“Redes sociais são um lugar onde muitas pessoas vêm e olham para uma parte da sua vida, te julgam, demonstram ódio e te invejam. É por isso que nunca levo os comentários a sério. Eu não gosto de ler coisas que não são legais, que não são necessárias. Mas, há pessoas ao meu redor, amigos, família e companheiros, que acabam lendo esses comentários e ficam chateados. O mundo está muito sensível por isso”, completou. 

 

O jogador ainda disse ser grato por ter a responsabilidade de ser o camisa 10 na seleção brasileira e no PSG e que não sente pressão em jogar pelas duas grandes equipes, apesar de saber que tem o compromisso de sempre tentar dar 100% de si. Mas reforça que, apesar do que todos esperam dele, foca em ouvir as pessoas próximas a ele. 

 

 “É muito fácil para as pessoas falarem sobre sua vida pessoal sem realmente conhecê-lo. Mas o verdadeiro eu, o verdadeiro Neymar, é bem conhecido pela minha família, pelas pessoas que trabalham comigo e pelos meus amigos. Eles me conhecem. Estas são as opiniões que me interessam. O que acontece no campo de futebol é algo que só quem joga pode entender e quem nunca jogou nunca vai entender. É simples assim”, finalizou o atacante.

Sábado, 16 de Janeiro de 2021 - 09:40

Vagner Mancini diz que está na torcida para que Bahia e Vitória reajam

por Milena Lopes

Vagner Mancini diz que está na torcida para que Bahia e Vitória reajam
Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Com três passagens pelo Vitória ao longo da carreira, Vagner Mancini, atualmente técnico do Corinthians, mantém um carinho especial pelo Rubro-negro e pelo futebol baiano. Em entrevista para o programa BN na Bola da rádio Salvador FM 92.3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama, o treinador falou sobre a situação em que o Leão se encontra e que espera ver o Vitória e o Bahia longe do rebaixamento. 

 

“Eu acompanho o time a distância, todos sabem que tenho um carinho especial pelo clube [Vitória], pelas passagens que já tive, e sempre que posso vejo jogos”, contou Mancini. 

 

De acordo com o técnico, problemas que se acumulam na administração do Rubro-negro há alguns anos é o que tem resultado no baixo desempenho da equipe. “Tenho algumas informações de amigos que trabalham lá dentro e a situação do Vitória não pode ser diferente diante da administração que tem. Eu não quero falar mal de ninguém, não é essa a intenção, mas a gente sabe a dificuldade que é manter uma estrutura daquela de pé”, comentou o treinador. 

 

“O Vitória sofreu muito nos últimos anos, fruto de administrações que não foram boas, e isso acaba refletindo dentro de campo”, completou.

 

Na carreira, Vagner Mancini tem três passagens pelo Leão, entre 2008 e 2009, 2015 e 2016, além de 2017 e 2018. O técnico também esteve à frente de outras grandes equipes como Santos, Vasco, Ceará, Cruzeiro, Athletico Paranaense, Botafogo, Chapecoense e outros. 

 

Mancini ainda completou que torce para que tanto o Vitória, quanto o Bahia, consigam se afastar das respectivas zonas de rebaixamento. O Rubro-negro é o 17º colocado da Série B, com um ponto a menos que o primeiro time fora do Z4. O Tricolor também está na mesma posição, mas na tabela da Série A, e possui uma diferença de três pontos para a equipe que está na 16ª colocação. 

 

“Estou torcendo para o Vitória sair, nos próximos jogos, dessa situação incômoda. Assim como também não desejo mal ao Bahia, espero que o Bahia também se recupere no Campeonato, eles tem uma equipe forte que tinha tudo para fazer um ótimo Brasileiro e acabou derrapando, coisa que acontece no futebol, ninguém está livre disso”, declarou Vagner Mancini. “Espero que o futebol baiano possa se reerguer novamente”, finalizou o técnico do Corinthians.

 

Desde que assumiu o Timão, o treinador conseguiu livrar o time do fim da tabela e, em 15 jogos a frente da equipe, possui um aproveitamento de 62%. O time paulista é o 8º colocado do Brasileirão com 42 pontos.

Sábado, 16 de Janeiro de 2021 - 08:30

Conmebol define logística da final; Santos e Palmeiras terão 300 convidados

por Pedro Ivo Almeida e Thiago Ferri | Folhapress

Conmebol define logística da final; Santos e Palmeiras terão 300 convidados
Foto: Divulgação

A Conmebol definiu a logística da final da Copa Libertadores entre Santos e Palmeiras, marcada para o dia 30 de janeiro, às 17h, no Maracanã. A entidade aumentou o número de membros nas delegações das equipes e autorizou que cada clube ainda leve 150 convidados para o jogo - 300 ao todo.

A Libertadores começou com a Conmebol limitando 50 pessoas por delegação, mas a entidade liberou um pequeno aumento durante o torneio. Para a final, este número subiu para 90 por equipe, além dos convidados. Em 2019, ainda sem a pandemia do novo coronavírus, o Flamengo levou a decisão contra o River Plate (ARG), em Lima (PER), pouco mais de 80 pessoas.

PATROCINADORES

Além de delegações e convidados de clubes, a Conmebol também viabilizará a presença de patrocinadores no Maracanã. Ainda em fase de debate do número de convites para cada empresa parceira, a expectativa é de um número próximo daquele estabelecido para os clubes.

Palmeiras e Santos já foram comunicados da logística para a semana. O Verdão ficará em um hotel próximo ao Rio Centro, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio de Janeiro, e treinará no Engenhão. Já o Santos será hospedado na orla da Barra da Tijuca, também na Zona Oeste, e realizará suas atividades no CT do Fluminense.

As duas equipes têm partidas marcadas para o dia 27, pelo Campeonato Brasileiro: o Santos visita o Atlético-MG, no Mineirão, e se programa para embarcar rumo ao Rio de Janeiro no mesmo dia; já o Palmeiras recebe o Vasco, no Allianz Parque, e deve embarcar rumo à capital fluminense somente na manhã do dia 28.

O campeão da Libertadores terá de se apresentar no Qatar para a disputa do Mundial de Clubes no dia 5 de fevereiro. Já está definido que a viagem para o time que for disputar o torneio acontecerá no dia 3. A Fifa se comprometeu a bancar voos charters para a volta da delegação ao país.

Palmeiras disponibiliza a Allianz Parque para campanha de vacinação em São Paulo
Foto: Divulgação/Allianz Parque

O Palmeiras é o terceiro clube paulista a ceder suas instalações para a futura campanha de vacinação contra a Covid-19. Nesta sexta-feira (15), o Alviverde, junto com a WTorre, anunciaram que o Allianz Parque será cedido para ajudar o governo estadual a distribuir a vacina para a população. 

 

Além do Palmeiras, São Paulo e Corinthians também declararam que o Morumbi e a Neo Química Arena, respectivamente, estão à disposição para a campanha de vacinação, prevista para ser iniciada no fim de janeiro. No Rio de Janeiro, o Botafogo também disponibilizou o Estádio Nilton Santos na última quinta (14).

 

De acordo com comunicado emitido pelo Palmeiras, o estádio "já está preparado para receber a operação tão logo o cronograma de vacinação seja definido”. 

 

A disponibilização da Allianz Arena faz parte do programa “Por Um Futuro Mais Verde”, em que o Palmeiras apoia campanhas que façam o clube ser mais ativo socialmente.

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 20:15

Mancini fala sobre trabalho no Corinthians: 'A palavra ainda é recuperação'

por Milena Lopes

Mancini fala sobre trabalho no Corinthians: 'A palavra ainda é recuperação'
Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

A frente do Corinthians durante a recuperação da equipe desde outubro do ano passado, o técnico Vagner Mancini acredita que as melhorias na atuação do Timão vieram de uma série de trabalhos nos últimos meses. Entrevistado pelo programa BN na Bola da rádio Salvador FM 92.3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama, o treinador falou sobre seu trabalho no clube paulista e o apoio da equipe do clube. 

 

“Graças a Deus as coisas estão caminhando bem, é uma dificuldade assumir um time do tamanho do Corinthians, na zona de rebaixamento, com muita coisa contrária, e conseguimos em um curto espaço de tempo alguns problemas maiores e isso fez com que a equipe mudasse em campo se revigorasse, jogasse um bom futebol, e hoje disputa uma vaga na Libertadores”, avaliou Mancini. 

 

Entretanto, o treinador destacou que ainda não é o momento de aliviar a intensidade e cobrança dos jogadores. “Mas a palavra ainda é recuperação. Até chegarmos ao objetivo temos que pensar dessa forma, ainda temos 10 jogos e muita coisa pode acontecer”, comentou.

 

Considerado pela imprensa esportiva um dos melhores técnicos brasileiros na atualidade, Mancini explicou sobre a repercussão do seu trabalho e admitiu que vem sendo feito faz parte da integração de vários setores dentro do Corinthians. Em 15 jogos comandando a equipe, foram oito vitórias conquistadas, quatro empates e três derrotas, além do time estar invicto há 7 jogos

 

"Certamente vão ter os que vão te apoiar e as críticas do outro lado. Eu foco no meu trabalho no meu dia a dia, não era só ajustar o Corinthians em campo, mas fora também, Não é “só o Mancini”, é uma equipe de qualidade, que sabe como enfrentar os problemas em cada setor. O momento faz com que muita gente que falou mal lá atrás se curve diante disso. Não existe unanimidade no futebol e respeito isso, lido muito bem hoje com isso e eu espero que o trabalho possa continuar essa forma, para que a equipe continue bem e mesmo sem torcida no estádio, que é uma perda grande, ela continue mandando sua energia para o time”, declarou o técnico.

 

Mancini ainda falou sobre a recuperação de confiança para que o Timão conseguisse os melhores resultados e integrou que essa foi a estratégia para que Otero e Cazares, que vieram do Atlético Mineiro para o time paulista, ganhassem espaço. 

 

“Um trabalho de recuperação não está só pautando em dentro de campo, quando se pega um time desse tamanho num momento difícil, é óbvio que o emocional de todo mundo está abalado e é preciso recuperar isso para que os jogadores tenham confiança. Isso é fundamental para toda equipe de futebol, esse foi um trabalho que foi feito dentro de campo, tático, técnico, mas também emocional, isso tanto em atletas que estavam ou vieram para o Corinthians”, explicou.

 

Na carreira, Vagner Mancini já esteve à frente de outras grandes equipes como Santos, Vasco, Ceará, Cruzeiro, Athletico Paranaense, Botafogo, Chapecoense e outros. Aqui na Bahia, o técnico tem três passagens pelo Vitória, entre 2008 e 2009, 2015 e 2016, além de 2017 e 2018.

 

O técnico completou que, acima de tudo, está satisfeito com o desempenho da equipe. “Fico feliz que nosso elenco já esteja mais recuperado e rendendo o que podem”, completou o treinador.

MP denuncia 11 pessoas por incêndio culposo no caso no Ninho do Urubu em 2019
Foto: Divulgação/Flamengo

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) abriu uma denúncia de onze pessoas envolvidas no incêndio do Ninho do Urubu, instalação do Flamengo na capital carioca, que matou dez jovens da base do clube em 2019. Entre os nomes citados pelo MP, esta o de Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Rubro-negro, e Carlos Noval, que ocupa função no clube desde a epoca do incidente.

 

No mesmo ano do ocorrido, a Polícia Civil já havia nomeado oito pessoas como suspeitas. Na época, Eduardo Bandeira de Mello já estava na lista de indicados. Carlos Noval, que ocupava o cargo de diretor da base do Flamengo quando aconteceu o incêndio, está atualmente trabalhando como gerente de transição dos jovens atletas do clube, é um dos novos nomes listados pelo MP.

 

Mario Garotti, ex-diretor financeiro do Flamengo, e Claudia Pereira Rodrigues, representante da empresa NHJ, que forneceu os contêineres que eram usados como alojamento, foram os outros dois nomes indicados na lista. 

 

A denúncia do MP foi distribuída na 36 Vara Criminal do Rio de Janeiro onde os indiciados vão responder por incêndio culposo no Ninho do Urubu, sem a intenção de matar os dez jovens e causar lesões corporais em outros três sobreviventes.  

 

O incêndio no Ninho do Urubu aconteceu no dia 8 de fevereiro de 2019 e a suspeita é de que um problema de instalação elétrica nos ar condicionados dos alojamentos teriam provocado o incêndio que atingiu os jovens entre 14 e 17 anos que jogavam na base do Flamengo e não residiam no Rio de Janeiro.

Vizinho do CT do Bahia, torcedor sobe muro para dar apoio: 'Vamos dar a volta por cima'
Foto: Reprodução / WhatsApp

Em meio a um momento de distância dos torcedores por conta da pandemia do novo coronavírus, os jogadores do Bahia viveram uma tarde diferente nesta sexta-feira (15). Torcedor do Esquadrão de Aço e vizinho do CT Evaristo de Macedo, Moyses Souza, acompanhado do filho e com um carro de som, subiu o muro para mandar uma mensagem de apoio ao grupo, que briga para fugir da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

 

"Saibam que tem centenas de pessoas apoiando na vida real. Quarta-feira é guerra, vamos ganhar do Athletico. Minha família e meus amigos acreditam no Bahia. Esse clube é de primeira, é gigante e vai dar a volta por cima", disse.

 

"Acompanhei essa construção e tenho orgulho de representar a torcida do Bahia do nosso município. Nós apoiamos vocês", prosseguiu.

 

Com 29 pontos conquistados e no 17º lugar da competição nacional, o Bahia volta a entrar em campo na próxima quarta-feira (20) para enfrentar o Athletico Paranaense na Arena Fonte Nova. Confira o vídeo:

 

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 18:45

Com Rodriguinho e Patrick, elenco do Bahia foca nas bolas paradas

por Ulisses Gama

Com Rodriguinho e Patrick, elenco do Bahia foca nas bolas paradas
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC. Bahia

De olho no jogo contra o Athletico Paranaense, marcado para a próxima quarta-feira (20), o elenco do Bahia voltou a treinar na tarde desta sexta (15), no CT Evaristo de Macedo. 

 

Com a presença do meia Rodriguinho e do volante Patrick de Lucca, os jogadores começaram o trabalho em campo com foco na posse de bola sob o comando dos auxiliares Cláudio Prates e Pedro Gama.

 

Na sequência, o técnico Dado Cavalcanti orientou uma atividade de bolas paradas. Escanteios e faltas laterais defensivas foram repetidos. Durante a atividade, o time considerado titular tinha que defender e sair em transição rápida de contra-ataque.

 

Por fim, alguns atletas aprimoraram finalizações após cruzamentos.

 

Fora da atividade, o zagueiro Lucas Fonseca, o lateral João Pedro, o volante Elton e o atacante Edilson aprimoraram a parte física. 

 

O goleiro Gabriel, promessa do time sub-17, treinou com o grupo.

 

A equipe volta a treinar neste sábado (16), novamente no CT.

Confiante para luta contra Justin Tafa, Carlos Boi diz: 'Acredito que sou mais completo'
Foto: Reprodução / Instagram @cfcabralboi

O baiano Carlos Felipe “Boi” irá disputar seu terceiro duelo pelo UFC neste sábado (16) e está confiante sobre seu potencial. O peso-pesado vai subir ao octógono da Ilha da Luta, em Abu Dhabi, para enfrentar Justin Tafa e contou sobre o que espera do duelo, além da sua preparação. Aniversariante na última semana, o lutador disse que o presente virá neste sábado. 

 

“Ele é um bom lutador, duro, um cara que tem poder de nocaute muito grande, mas acredito que sou mais completo do que ele, tenho estilo de luta mais dinâmico, posso chutar, derrubar, se ele me botar no chão, o que duvido muito que vá acontecer, sei que consigo me virar. Tenho um arsenal de golpes muito maior que ele, mais agilidade. Ele tem poder de nocaute, mas depende de um ou dois golpes. É um jogo fácil de mapear”, declarou Carlos “Boi” em entrevista ao Combate.

 

O baiano ainda comparou a luta contra Tafa com as outras duas que já teve pelo UFC, contra Sergey Spivak, em que o brasileiro perdeu na sua estreia, e contra Yorgan de Castro, ocasião em que venceu por unanimidade. Segundo ele, esta pode ser uma luta mais fácil que as duas primeiras.

 

“Yorgan é um cara que tem muitos chutes, boas mãos também, adversário completo na parte de trocação. Spivak também é muito completo, não estou desmerecendo meu adversário, sempre gosto de pensar que é o mais duro que já enfrentei, mas analisando tecnicamente é o adversário que tem menos arsenal, menos recursos na luta”, explicou Carlos “Boi”.

 

Sobre a preparação para a luta, na semana em que completou 26 anos, o baiano diz estar apto para levar a luta até o terceiro round. “Priorizei muito o cardio, a preparação física. Sempre priorizei. Muita gente fala que meu condicionamento é ruim, mas se você parar pra ver, em todas as minhas lutas desde o começo da carreira, eu posso estar morto no terceiro round, mas meu adversário está muito pior que eu. Sempre foi assim, sempre será. Mas claro que posso melhorar muito. Cheguei um pouco mais magro pra luta. Não vou dizer de peso porque é praticamente o mesmo peso, mas de aspecto físico mesmo. Estou mais seco, mais ágil”, contou. 

 

“Com certeza será um lutão, pode anotar aí, vocês sabem que vou pra frente o tempo todo e acho que ele não vai aguentar meu ritmo, como o Yorgan aguentou. O Yorgan aguentou bem, apesar de não ter feito nada no terceiro round. Justin Tafa com certeza não aguenta, vou no ritmo maior ainda”, completou o lutador baiano.

 

Confira o card completo do UFC que integra a luta de Carlos “Boi”: 

 

UFC Holloway x Kattar

16 de janeiro de 2021, na Ilha da Luta (Abu Dhabi)

 

Card principal (17h, horário de Brasília):

Peso-pena: Max Holloway x Calvin Kattar

Peso-meio-médio: Carlos Condit x Matt Brown

Peso-meio-médio: Santiago Ponzinibbio x Li Jingliang

Peso-médio: Joaquin Buckley x Alessio Di Chirico

Peso-médio: Punahele Soriano x Dusko Todorovic

 

Card preliminar (14h, horário de Brasília):

Peso-médio: Phil Hawes x Nassourdine Imavov

Peso-galo: Wu Yanan x Joselyne Edwards

Peso-pesado: Carlos Boi x Justin Tafa

Peso-meio-médio: David Zawada x Ramazan Emeev

Peso-galo: Sarah Moras x Vanessa Melo

Peso-pena: Jacob Kilburn x Austin Lingo

Presidente do Guarani vê 'equívoco' da CBF por não adiar jogo com 17 desfalques pela Covid-19
Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

O presidente do Guarani, Ricardo Moisés, classificou como um "equívoco" da CBF o não adiamento da partida contra o Cuiabá disputada nesta quinta-feira (14), na Arena Pantanal, pela 35ª rodada da Série B.

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta (15), o mandatário bugrino disse que a entidade deveria ter adiado o confronto. Com 17 jogadores infectados com Covid-19 e apenas 13 saudáveis à disposição para o jogo, o Guarani solicitou à CBF que mudasse para a partida para o dia 27 de janeiro, mas não foi atendido.

A entidade alegou problemas no calendário e sugeriu que o duelo acontecesse nesta sexta, mas o clube de Campinas preferiu jogar o quanto antes para retornar para casa o mais breve possível.

Com apenas dois atletas no banco de reservas e jogadores recém-recuperados de Covid-19 em campo, o Guarani acabou derrotado por 4 a 0 e ficou mais distante da briga pelo acesso.

"O relacionamento do Guarani com a CBF é muito bom. Temos uma proximidade muito grande com o Rogério Caboclo [presidente], com o Walter Feldman [secretário-geral]. Acho que, após o jogo, fica mais fácil falar, e ficou claro que os atletas do Guarani não tinham condições de realizar o jogo. Acredito que houve um equívoco e que, se fosse reanalisado, seria adiado para o dia 27, conforme solicitação do Guarani", disse o presidente bugrino.

Questionado se faltou bom senso à CBF, Ricardo Moisés afirmou: "Se fosse melhor avaliado, o jogo teria sido adiado e teria evitado situações como a do nosso lateral esquerdo passando mal. Acredito que hoje, diante de tudo que aconteceu, caso ocorra situações assim, serão melhores avaliadas".

Ricardo Moisés explicou a decisão do Guarani em jogar na quinta e disse que o próprio elenco preferiu retornar à Campinas o quanto antes por conta do surto. "A gente fez um requerimento à CBF pedindo o adiamento do jogo para o dia 27. Ainda na manhã, por volta das 12h, foram confirmados mais dois casos e, diante de toda essa situação, entramos em contato com a CBF e explicamos que só tínhamos 12 jogadores concentrados em Cuiabá. Eles mencionaram que só haveria possibilidade de alteração de ontem para hoje, e não para o dia 27", disse.

"Em conversa com o departamento de futebol, os atletas que foram detectados [com Covid-19] e estavam concentrados queriam voltar para casa o mais rápido possível, para ter cuidados médicos adequados e não permanecer mais em Cuiabá. Então, o conselho de administração e o departamento de futebol optou por esse sacrifício que o Lucas Abreu fez de pegar um voo de 2 horas e chegar em cima do jogo em prol da coletividade, de todo elenco, para diminuir o sofrimento dos jogadores em Cuiabá", acrescentou.

Por fim, Ricardo Moisés sugeriu que a CBF altere o protocolo que vem sendo utilizado para definir se haverá ou não jogo por conta de surtos de Covid-19. "O protocolo tem uma interpretação dúbia. O Guarani tinha 13 atletas aptos, porém, um estava em Campinas, e tinham 12 em Cuiabá. Vale uma reavaliação do protocolo para esclarecer esse ponto, onde o ideal seria que mais de 13, porque vimos que não é suficiente. Tinha que ser mencionado 13 atletas aptos no local da partida, e não de atletas inscritos, como consta hoje", completou.

O Guarani volta a campo na próxima quarta (20) para receber o Vitória no Brinco de Ouro da Princesa, pela 36ª rodada da Série B.

O time bugrino deve ser reforçado por sete jogadores que terminam o isolamento por Covid-19 na segunda (18): os goleiros Gabriel Mesquita e Jefferson Paulino, os zagueiros Bruno Silva, Wálber e Victor Ramon, o meia Lucas Crispim e o atacante Waguininho.

Também retorno o meia Arthur Rezende, que cumpriu suspensão diante do Cuiabá.

Vitória da Conquista anuncia contratação do meia Guto para temporada 2021
Atleta foi revelado no Novo Hamburgo | Foto: Divulgação / Novo Hamburgo

O Vitória da Conquista anunciou nova contratação para a equipe na temporada 2021. Nesta sexta-feira (15) o clube divulgou a contratação do  meia Guto como reforço para o Campeonato Baiano, próxima competição que será disputada pelo Bode. 

 

Revelado nas categorias de base do Novo Hamburgo, Guto, de 22 anos, estava no CEOV Operário na temporada passada e disputou a Série D junto com a equipe. 

 

O Baianão será iniciado no dia 21 de fevereiro e o Vitória da Conquista estreia no campeonato jogando contra o Doce Mel.

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 16:15

De volta ao Bahia, Gustavo revela 'perrengues' na Coreia: 'Deus nos acuda'

por Ulisses Gama

De volta ao Bahia, Gustavo revela 'perrengues' na Coreia: 'Deus nos acuda'
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Um dos principais nomes do time de transição do Bahia, o atacante Gustavo retorna ao Tricolor após uma passagem relâmpago no futebol da Coreia do Sul. No ano passado, o jogador foi vendido ao Incheon United (relembre). A sua estadia, no entanto, foi frustrante. Em entrevista no CT Evaristo de Macedo nesta sexta-feira (15), o jogador revelou que passou por dificuldades na Ásia.

 

"Foi um período meio conturbado, passei uns perrengues na Coreia. Fui contratado lá, vocês lembram, por um valor bom para o clube. O clube estava em dificuldades e eu tava querendo formar minha vida financeiramente, mas não deu certo. O diretor que me pediu foi mandado embora, então foi um Deus nos acuda. O treinador não quis utilizar de nenhum jeito. Eles não sabem se sou ruim ou sou bom (risos). Mas estou feliz em ter voltado, estava em um momento bom quando saí. Voltando posso dar continuidade ao que vinha fazendo", disse.

 

Gustavo teve propostas de outros clubes, mas preferiu retornar o Esquadrão de Aço. Segundo ele, a identificação com o Tricolor pesou para a decisão.

 

"Tive outras coisas, mas preferi ficar aqui porque gosto da cidade, do clube, tenho amigos aqui. O Bahia sem o Gustavo seria o mesmo clube, mas o Gustavo sem o Bahia não seria o que é hoje. Tenho amor e gratidão pelo clube. Me sinto bem aqui. Me sinto em casa", indicou.

 

A comissão técnica da equipe, liderada por Cláudio Prates, foi elogiada por Gustavo, que projetou um bom trabalho para conseguir ter sucesso no Campeonato Baiano.

 

"Trabalho bom. Já conhecia a equipe, só não conhecia o auxiliar, ele também ajuda... A comissão é boa e estão aqui para ajudar. Também vamos agregar com os meninos novos. A gente que tem tempo na casa tem que deixar eles à vontade para conquistar o Baiano".

 

O Bahia estreia no Campeonato Baiano no dia 21 de fevereiro, contra a Juazeirense. 

Empresário revela sondagem do Bahia pelo atacante Léo Ceará
Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

Vice-artilheiro da Série B com 14 gols marcados, o atacante Léo Ceará, do Vitória, não irá permanecer no Rubro-negro ao fim da competição nacional. Ainda sem um destino definido, o jogador teve diversas sondagens, de acordo com o empresário do atleta, Bruno Ferreira. Em entrevista ao Jornal Correio*, o agente revelou que o Bahia foi um dos clubes a consultar a situação do atleta.

 

"Muitos. Palmeiras, Bahia, Ceará, Fortaleza, clubes do Japão, Portugal e Emirados Árabes. Não assinou porque sabemos que iremos conseguir algo melhor para o atleta. Léo está fazendo gols e será o artilheiro da Série B" disse. 

 

"Vamos fechar o que for melhor para Léo. Fizemos um projeto de carreira para ele e está dando tudo certo", completou.

 

Com 25 anos de idade, Léo Ceará foi revelado pelo Vitória e já passou por FC Ryukyu (Japão), Campinense, Confiança e CRB. 

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 15:30

Coronavírus tira Auckland City, da Nova Zelândia, do Mundial de Clubes

por Folhapress

Coronavírus tira Auckland City, da Nova Zelândia, do Mundial de Clubes
Foto: Phototek / Divulgação / Auckland

O Auckland City desistiu da disputa do Mundial de Clubes da Fifa, marcado para começar no dia 1º de fevereiro, no Qatar.

"A Fifa foi informada pelo Auckland City FC que, em razão da pandemia da Covid-19 e das restrições adotadas pelas autoridades da Nova Zelândia, o clube não poderá participar do Mundial", diz a nota da federação internacional.

Os requisitos neozelandeses com relação a quarentena e isolamento são mais rígidos que os exigidos pela Fifa, segundo a própria entidade, o que tornou impossível encontrar uma solução.

A Fifa reforçou a mensagem de que seus protocolos são seguros.

Diferentemente de muitos lugares do mundo, o Qatar, que sediará o torneio, não vive uma segunda onda da pandemia, pelo menos por enquanto. Registrou, até esta quinta (14), 146.689 casos e 246 mortes.

O dia 30 de maio de 2020 marcou o recorde de novos casos da Covid-19 no país, com 2.355. Atualmente, gira em torno de 200 por dia.

O Auckland venceu a Copa dos Campeões da Oceania. Nenhum clube será convidado para o seu lugar. Assim, o Al Duhail, time da casa, que disputaria a primeira rodada contra a equipe da Nova Zelândia, passou para a segunda fase automaticamente.

Além da equipe qatari, também jogam o Mundial Al Ahly (Egito), Bayern (Alemanha), Ulsan Hyundai (Coreia do Sul), Tigres (México) e o vencedor da final da Libertadores: Santos ou Palmeiras.

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 14:30

FBF inicia pré-temporada para árbitros e assistentes

FBF inicia pré-temporada para árbitros e assistentes
Foto: Divulgação / FBF

Não são só os clubes que já se movimentam para iniciar suas pré-temporadas visando a disputa do Campeonato Baiano 2021. A Federação Bahiana de Futebol (FBF) inaugurou nesta quinta-feira (14) a XVII Pré-Temporada dos Árbitros de Futebol do estado. A primeira turma foi formada por 30 árbitros e assistentes e eles seguirão os trabalhos até o sábado (16).

 

A pré-temporada foi aberta com palestras no auditório da FBF. O instrutor Raimundo Lopo, enviado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Jailson Macêdo Freitas, presidente da CEAF-BA, e Vidal Cordeiro Lopes, seu vice-presidente, ministraram o conteúdo para os árbitros e assistentes. Depois, o grupo foi submetido ao Fifa Test e também fizeram treinamentos práticos no estádio de Pituaçu. O presidente da FBF, Ricardo Lima, acompanhou os trabalhos. As atividades também contaram com a colaboração dos instrutores Ademilton Carigé e Kléber Moradillo, ambos da CEAF-BA, além de Cíntia Bandeira e Nayane Queiroz, do Departamento de Arbitragem da FBF.

 

No total, 150 árbitros e assistentes farão a pré-temporada. Neste ano, a FBF optou por dividí-los em cinco turmas com 30 profissionais cada. A entidade vai seguir todos os protocolos de segurança no combate à transmissão do coronavírus. Todos os participantes terão suas temperaturas aferidas, manterão o distanciamento social, uso de máscaras e de álcool em gel.

Fotos: Divulgação / FBF

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 13:45

Vasco x Bahia: CBF muda horário da partida; mais duas rodadas são detalhadas

por Ulisses Gama

Vasco x Bahia: CBF muda horário da partida; mais duas rodadas são detalhadas
Foto: Rafael Machaddo / EC Bahia

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mudou na última quinta-feira (14) o horário do jogo entre Vasco e Bahia, válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo, que aconteceria às 18h15 do dia 31 de janeiro, foi antecipado para 16h.

 

De acordo com a entidade, a mudança ocorreu por pedido do Grupo Globo, que fará a transmissão televisiva da partida. 

 

As duas equipes envolvidas brigam contra o rebaixamento na competição. Enquanto o Tricolor é o 17º, com 29 pontos, o cruz-maltino tem 32 pontos e está no 15º lugar. 

 

MAIS DUAS RODADAS DETALHADAS

 

A CBF também detalhou as rodadas 34 e 35 do Brasileirão. Nas duas datas, o Esquadrão de Aço jogará em casa contra Fluminense e Goiás, respectivamente. A partida contra o Tricolor das Laranjeiras será no dia 3 de fevereiro, às 21h30. Já o encontro com o Esmeraldino está marcado para 6 de fevereiro, às 19h.

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 13:35

Vitória se reapresenta e começa preparação para enfrentar a Chapecoense

por Glauber Guerra

Vitória se reapresenta e começa preparação para enfrentar a Chapecoense
Foto: Letícia Martins/ Vitória

Vitória se reapresentou nesta sexta-feira (15) e iniciou a preparação para enfrentar a Chapecoense. O jogo acontece no domingo (17), às 16h, no Barradão, válido pela 35ª rodada da Série B.

 

Os jogadores que atuaram por mais de 45 minutos foram entregues ao fisiologista Rafael Daltro e realizaram atividades de liberação com ativação neuromuscular na academia. Em seguida, esse grupo particioou do aquecimento no campo 1 do CT. Por último, foi aplicado mini jogos, comandados pelo preparador Ednilson Sena.

 

Já o restante do elenco trabalhou finalizações, campo reduzido e 30 minutos de coletivo, tudo supervisionado pelo técnico Rodrigo Chagas.

 

Para o jogo, o técnico Rodrigo Chagas perdeu o atacante Caíque Souza, com uma lesão na posterior da coxa (saiba mais aqui). O volante Guilherme Rend, o goleiro Ronaldo e o atacante Ewandro seguem em tratamento no departamento médico.

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 13:30

Jogadores se apresentam ao Unirb em Salvador na segunda-feira para exames médicos

por Leandro Aragão

Jogadores se apresentam ao Unirb em Salvador na segunda-feira para exames médicos
Foto: Divulgação / Unirb

Alguns dos jogadores já acertados com o Unirb vão se apresentar na próxima segunda-feira (18) para realizar os exames médicos e assinar contratos. Segundo presidente do clube, Carlos Joel, a partir da sexta (22), os atletas seguirão para a concentração numa fazenda localizada na zona rural de Mata de São João, para dar início às primeiras atividades da pré-temporada visando a estreia no Campeonato Baiano. Ao contrário do técnico Laelson Lopes, que segue no comando da equipe após o título da Série B do Baiano, o elenco passará por uma grande reformulação.

 

"Os atletas começam a chegar segunda-feira, dia 18. Inicialmente vão ficar em Salvador para fazer os exames médicos para a contratação. Mas a partir da próxima sexta-feira em diante, eles vão se concentrar em Mata de São João", afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. "Alguns jogadores, entre 5 e 6, ficaram da Série B do Baiano. Alguns eram de outros estados e já tinham pré-contrato assinado com outros clubes. Outros eram da Juazeirense e retornaram", completou.

 

O centro de treinamento do clube de Alagoinhas ainda está sendo construído (lembre aqui). Porém, além de fazer a concentração e a parte da academia numa fazenda, o Unirb já acertou com algumas cidades baianas para realizar os trabalhos em campo.

 

"Nós aproveitamos a sede de uma fazenda, que tem 13 apartamentos, com estrutura de piscina, academia. Vamos fazer a concentração lá até o CT ficar pronto", disse. "Estamos trabalhando e já temos acordado em fazer os treinos de campo no estádio de Amado Bahia, Mata de São João, no estádio Pojuca, Catu e alguns treinos no próprio Carneirão", finalizou.

 

Estreante na elite do futebol baiano, o primeiro desafio oficial do Unirb em 2021 será contra o Vitória, como mandante. Na Série B estadual do ano passado, a equipe mandou seus jogos no Carneirão, em Alagoinhas. A rodada de abertura do Baianão 2021 está prevista para o dia 21 de fevereiro, um domingo.

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 12:55

Com lesão muscular, Caíque Souza não enfrenta a Chapecoense

por Glauber Guerra

Com lesão muscular, Caíque Souza não enfrenta a Chapecoense
Foto: Divulgação

O atacante Caíque Souza, do Vitória, está fora do jogo contra a Chapecoense, em razão de uma lesão muscular na coxa. O atleta ainda passará por exame de imagem nesta sexta-feira (15) para saber a gravidade do problema. Mesmo que não seja nada mais sério, ele não reúne condições de entrar em campo.

 

Caíque sofreu o problema durante o empate em 2 a 2 com o Avaí, na última quarta-feira (13), na Ressacada, em Florianópolis (SC)

 

Vitória e Chapecoense se enfrentam no domingo (17), às 16h, no Barradão, válido pela 35ª rodada da Série B.

Sexta, 15 de Janeiro de 2021 - 12:30

Elias Borges não deve seguir no Vitória da Conquista para o Baianão, diz presidente

por Leandro Aragão

Elias Borges não deve seguir no Vitória da Conquista para o Baianão, diz presidente
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Apesar da apresentação do elenco estar marcada para a próxima segunda-feira (18), às 15h, no Estádio Municipal Edvaldo Flores, o Vitória da Conquista ainda não definiu o técnico para a disputa do Campeonato Baiano. O presidente do clube, Ederlane Amorim, disse que Elias Borges não deverá seguir no comando da equipe.

 

"Ainda não temos os nomes da comissão técnica. Não deve ser Elias Borges", resumiu em entrevista ao Bahia Notícias. "Ainda estamos vendo como será definida a comissão técnica. Se não for possível apresentar uma comissão na segunda-feira, vamos tratar desse assunto no decorrer dos treinamentos mesmo", completou.

 

Elias Borges retornou ao Bode em outubro do ano passado após a saída do boliviano Joaquín Monastério, no início da disputa da Série D do Brasileiro. O time terminou a primeira fase na terceira colocação do Grupo A4, mas acabou sendo eliminado na etapa seguinte ao ser derrotado pelo Salgueiro pelo placar agregado de 7 a 4.

 

A rodada de abertura do Baianão 2021 será no dia 21 de fevereiro, um domingo. O Vitória da Conquista estreia contra o Doce Mel, como mandante.

Tricampeão de F1, Nelson Piquet é liberado para seguir tratamento de Covid-19 em casa
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Tricampeão de Fórmula 1, o ex-piloto brasileiro Nelson Piquet, 68 anos, segue tratamento em casa após testar positivo para a Covid-19. De acordo com as informações do blog "Diário Motorsport", ele chegou a passar duas noites internado no Hospital Sírio Libanês de Brasília no início da semana, mas sem complicações. Com sintomas leves da doença e submetido a testes, ele deixou a unidade de saúde na última quarta-feira (13).

 

Em entrevista ao Olhar Olímpico, do site Uol Esportes, o presidente da Federação de Automobilismo do Distrito Federal (FADF), Ricardo Constantino, Piquet começou a sentir sintomas leves, como tosse e dor nos olhos, no fim da última semana. O ex-piloto foi dirigindo o próprio carro até o hospital, onde passou por uma bateria de exames. Piquet é presidente de honra da FADF.

Renê Júnior aciona Corinthians na Justiça cobrando pagamento de R$ 8,3 milhões
Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Já com o contrato encerrado no final de 2020, o volante Renê Júnior entrou com uma ação milionária na Justiça contra o Corinthians. De acordo com a informação da jornalista Gabriela Moreira, do site "ge", o processo foi aberto no final da noite desta quinta-feira (14) na 72ª Vara do Trabalho de São Paulo. O jogador, de 31 anos, cobra o pagamento de R$ 8,3 milhões em dívidas trabalhistas, recebimento de seguro por acidente de trabalho, já que passou por três cirurgias nos dois joelhos, além de indenização por assédio moral.

 

Contratado em 2018 após os encerramentos do empréstimo ao Bahia e do vínculo com a Ponte Preta, Renê Júnior reclama não ter recebido do Corinthians o pagamento de parte do salário, parcelas do 13º e FGTS. A dívida deste último totaliza R$ 620 mil.

 

No ano passado, após se recuperar das cirurgias, Renê Júnior foi emprestado ao Coritiba. Ele foi para o Coxa com a promessa de que os salários e demais encargos seriam pagos pelo Corinthians. Mas isso não aconteceu. Ao retornar ao Timão no segundo semestre, ele foi colocado para treinar em separado do restante do elenco, o que foi interpretado como assédio moral.

 

No período em que esteve no Corinthians, Renê Júnior disputou apenas 13 jogos e marcou um gol. Enquanto no Coritiba, entrou em campo 10 vezes no Campeonato Brasileiro.

Histórico de Conteúdo