Terça, 05 de Fevereiro de 2019 - 12:50

Curtas do Poder

por Zeca de Aphonso

Curtas do Poder

*Nem bem chegou a Brasília, Coronel Card já foi despejado. Depois de patrocinar uma candidatura à presidência do Senado, o nosso Coronel foi tirado do apartamento do qual se apoderou sem a devida permissão da Mesa Diretora da Casa. É o costume do charuto que faz a boca ficar torta. Acabou o tempo do desmando que imperava na Assembleia onde ele reinava.

 

*E o que mais chamou atenção é que Card foi despejado por outro senador, também novato, do seu próprio partido, o PSD. Mostrou que não está bem na fita.

 

*Na sessão solene do Senado, Coronel disputava com o também senador estreante, Jorge Kajuru, o título de mais hilariante no pedaço. O Galego quase perdeu a paciência com Kajuru.

 

*Já com Coronel, adotou uma postura de quem já conhece a figura, e não aprova. O tempo todo fez cara de paisagem ao deslumbramento do conterrâneo.

 

*Ganhar eleição é mais fácil que governar para o Correria. Passados quatro meses da estrondosa votação para renovação do seu mandato, o Correria ainda se vê às voltas com a montagem do seu time. Com poucos jogadores de primeira divisão à disposição, o moço está enxertando jogadores da segunda divisão. Tô de ouvido colado no Papo Correria para ver se surge alguma novidade.

 

*É tanta demora que pode escrever aí o final da novela: ninguém vai ficar satisfeito. E tem partido que apenas vai servir de “barriga de aluguel”.

 

*O pior é a briga na Setur. O que eu mais não entendo é essa briga toda, já que é uma secretaria esvaziada por não ter o comando da Bahiatursa. É tipo a antiga Seplan da prefeitura sem a Sucom.

 

*Aliás, esse atual secretário, o Comandante Zé Alves, teve como sua maior realização a pilha que comeu na PPP do Centro de Convenções, tomando um Bob Nelson de Harry Potter Envelhecido, que saiu atrás e chegou na frente no lançamento do equipamento quando era secretário de Desenvolvimento Urbano.

 

*Outra grande realização do Gordo foram 635 estudos a preços milionários da Baía de Todos-os-Santos.

 

*Paulo Gaudenzi hoje é venerado. Mas para quem não sabe, recentemente teve indicado para a Secretaria de Turismo barrado por ser pessoa próxima a ele.

 

*O time de "Dotô" Otto, que tem bons jogadores, quer o Sobrinho do Velho em Brasília, mas não consegue, ou está fazendo corpo mole para puxar um deputado para a secretaria.

 

*Aliás, a turma de candidatos a um lugarzinho nas tetas do governo é grande, e enrolada. Charles Fernandes resiste assumir a Sedur para não perder o foro privilegiado. Os comunas ainda tentam emplacar Isaac de Juazeiro, e os companheiros do PT sonham fazer de Luiz Caetano secretário do Correria. O problema é que todos estão com pendências nos tribunais.

 

*Engraçado o Correria exigir qualificação para as indicações dos partidos aliados. Difícil seria exigir da companheirada do PT. Não iria conseguir nomear ninguém.

 

*Inclusive, o Bonitão, quando viu Simpatia de aproximando da Seplan, tratou logo de colocar a ponte Salvador-Itaparica embaixo do braço.

 

*Depois da urucubaca que o Soberano viveu em 2018, o ano que se inicia parece lhe sorrir. Presidente do DEMOS, emplacou nada mais nada menos que os poderosos chefes supremos da Câmara Federal e do Senado. Tá podendo.

 

*Alguns do Palácio de Ondina chegaram a pensar que o Soberano estava morto politicamente. Agora com a dupla presidência em Brasília nas mãos do DEMOS, viu que o moço vem com força para ganhar a prefeitura de Salvador. A depender do caminhar, ele escolhe o sucessor. Estando forte vai escolher o Pernambucano, “médio” ou “fraco” ele vai de Gatinho.

 

*No discurso de posse de Nelson Nada Leal, fiquei surpreso com tanto elogio que foi dispensado ao Soberano. A depender do curso das coisas, o namoro que já existe pode se transformar em casamento. Bonitinho faz gosto que a união aconteça.

 

*E Nada Leal, com voz mansa, ainda levou os votos de Marquinhos Viana e de Cunha Kids, seus fidalgos inimigos.

 

*As solenidades que Rolando Lero vem patrocinando na Câmara estão mais prestigiadas que as do Correria e do Soberano juntas. São tantas autoridades que está faltando cadeiras na mesa principal. Se mantiver o prestigio até 2020, o rapaz vai dar trabalho.

 

*Uma das grandes surpresas foi o deputado Alex Lima querendo se aproximar do Soberano.

 

*Ontem a imprensa estava batendo a cabeça na Câmara para identificar os vereadores suplentes que estavam assumindo os mandatos. São ilustres desconhecidos.

 

*Saiba quem são as personalidades citadas aqui:

  

Soberano                                              ACM Neto

Correria                                                Rui Costa

Harry Potter Envelhecido                  Guilherme Bellintani

Galego                                                 Jaques Wagner

Coronel Card                                       Angelo Coronel

Sobrinho do Velho                             Paulo Magalhães

Pernambucano                                  João Roma

Comandante                                      José Alves

Alex Lima Azeda                                Alex Lima

Cunha Kids                                        Marcelinho Veiga

Bonitão                                              João Leão  

Bonitinho                                          Cacá Leão

Rolando Lero                                   Geraldo Júnior  

“Dotô” Otto                                      Otto Alencar

Isaac de Juazeiro                            Isaac Carvalho

Simpatia                                           Walter Pinheiro

Gatinho                                            Bruno Reis

 

*Se você tem alguma sugestão, pode mandar para zecadeaphonso@bahianoticias.com.br ou, se preferir, vá ao Facebook de Zeca de Aphonso e conte!

Histórico de Conteúdo