Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Empresário de Chadwick Boseman revela motivo dele ter escondido doença
Foto: Reprodução / Twitter

Pessoas próximas ao astro Chadwick Boseman falaram, em entrevista ao "The Hollywood Reporter" nesta quarta-feira (2), sobre a sua força e os motivos pelos quais ele resolveu não falar publicamente sobre o câncer de cólon que o vitimou na última sexta-feira (28) (veja aqui). 

 

De acordo com o agente do ator, Michael Greene, a decisão veio, em parte, da mãe de Boseman, Carolyn. “[Ela] sempre o ensinou a não deixar as pessoas fazerem alarde sobre ele”, explicou. “Ele também sentia que, nesse meio, as pessoas aumentam muito as coisas e ele era uma pessoa muito, muito privada”, acrescentou o agente, 

 

Chadwick estaria, segundo o empresário, “realmente estava enfrentando uma dor ‘hardcore'” durante as gravações do filme “Ma Rainey’s Black Bottom”, um dos próximos lançamentos da Netflix, mas “sentia que estar com Denzel [Washington] e lançar esse ciclo do [dramaturgo] August Wilson na Netflix era muito incrível.”

 

Addison Henderson, personal trainer de Boseman, revelou que ele emendou algumas refilmagens do longa “Crime sem Saída” com uma rotina intensa de gravações do filme “Destacamento Blood”. “[Depois,] ele estava cansado, mas veio até Buffalo, onde eu estava gravando meu filme, e passou dias comigo, apenas para bater papo, apenas para ser um bom irmão”, relatou Addison. “Ele não precisava fazer isso, ele poderia ter ido para casa descansar. Para mim, é algo do qual eu nunca vou me esquecer”, comentou.

 

Henderson, que também é um ator e diretor, afirmou que o fazia lembrar do seu pai, que venceu o câncer por quatro vezes. “Eu costumava falar para o Chad: ‘Cara, você me lembra o meu pai. Vocês são lutadores, e nunca param de se mover para frente’. Para nós era apenas, tipo, ‘Vamos seguir em frente, vamos continuar fazendo o que você quer fazer, vamos continuar treinando’. E aí, eu, o Logan, e a família dele, a esposa, estávamos sempre ali para apoiá-lo”, explicou.

 

"Ele estava apenas vivendo sua vida artística ao máximo e usando seu tempo e momento aqui para realmente impactar as pessoas”, exaltou. “Algumas pessoas esperam uma vida para ter a oportunidade que ele teve. Chad tinha tanta sabedoria, tanto conhecimento, tanta coisa dentro dele que ele não iria deixar essa doença pará-lo de contar essas histórias incríveis e mostrar sua arte no auge de sua vida", finalizou. As informações são do Hugo Gloss.

Histórico de Conteúdo