Cantora baiana revelada na década de 70, Milena morre aos 77 anos em São Paulo
Foto: Divulgação

Cantora baiana revelada na década de 1970, Milena morreu, nesta segunda-feira (1º), aos 77 anos, em São Paulo. De acordo com o G1, a artista faleceu após sofrer uma parada cardíaca por conta de uma fibrose pulmonar, que ela sofria há anos.

 

Nascida em Juazeiro em 5 de novembro 1942, Milena começou a carreira pela gravadora Continental, lançando um compacto com versões de músicas estrangeiras, em 1968. Já em 1975, na gravadora Odeon, lançou seu primeiro disco, “Sorriso Aberto”, mas sem muito investimento da empresa, que apostava mais em Clara Nunes, estrela de seu catálogo. 

 

Sem ter muita atenção na gravadora, a cantora baiana deixou a Odeon em 1976, após produzir um compacto. Um ano depois ela foi apadrinhada pelo cantor e compositor João do Vale, com quem fez uma turnê promovida pela Funarte. O registro desse show de 1977, recuperado recentemente em fita, será editado em um disco póstumo, que sai pelo selo Discobertas. 

Histórico de Conteúdo