Grafiteiro Scank é morto enquanto trabalhava em avenida no Imbuí
Foto: Reprodução

O grafiteiro Jailson Galdino Souza dos Santos, conhecido como Scank, foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira (13) enquanto trabalhava com um amigo, na Avenida Jorge Amado, no Imbuí. De acordo com a Polícia Civil, ninguém foi preso. O artista tinha 27 anos e diversas obras espalhadas por locais de Salvador e integrou a lista de artistas da CowParade e foi responsável pela pintura da vaca hoje exposta no Centro de Treinamento do Bahia, na cidade de Dias D’Ávila.

 

Segundo o G1, o amigo que estava junto com ele foi espancado pelos suspeitos e socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Marback. Não se sabe qual é o estado de saúde dele.

 

De acordo com a família de Scank, o grafiteiro conversando com o amigo antes de iniciar a pintura de um muro, nesse momento, cerca de cinco homens armados os abordaram e começaram a espancar as vítimas. Ao tentar fugir, o grafiteiro foi baleado e morreu no local.

 


Obra do artista em Plataforma | Foto: Reprodução / Instagram

 

O corpo de Jailson Galdino foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Salvador e o caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico). O velório e sepultamento da vítima deve acontecer na sexta-feira (14).

 

Os amigos de Scaknk irão fazer um ato na pista de skate dos Barris hoje, a partir das 18h. Eles também farão uma arrecadação para ajudar a pagar as despesas com o enterro. Quem quiser colaborar pode fazer um depósito para Roselene Cássia de Alencar (CPF 31325246549), na Caixa Econômica Federal, agência 1021, conta corrente 7558-8.

Histórico de Conteúdo