'Rocketman': Rússia proíbe cenas de sexo gay em filme sobre Elton John
Foto: Divulgação

A empresa responsável por distribuir na Rússia o filme biográfico sobre Elton John censurou cenas de amor homossexual e de consumo de drogas na versão que foi exibida nesse país, de acordo com críticos que assistiram ao filme nesta sexta-feira (31) em Moscou. 

 

Segundo informações da France Presse, a empresa confirmou ter feito essas modificações por razões legais, sem outras explicações. “Todas as cenas de beijos, amor ou sexo oral entre homens foram cortadas”, comentou no Facebook o crítico de cinema russo Anton Doline. 

 

“Rocketman”, que foi apresentado no Festival de Cannes, aborda o sucesso de Elton John, um dos primeiros cantores abertamente gay e sua luta contra as drogas, sexo e álcool. 

 

Segundo a agência, desde 2013, existe uma lei que pune com multa ou prisão qualquer ato de “propaganda” homossexual em frente a menores. Mas, não deixa claro se isso se aplica ao filme, que será proibido para menores de 18 anos quando for lançado na Rússia, na semana que vem.

 

O ministro russo da Cultura, Vladimir Medinski, disse que sua pasta não foi responsável pelos cortes, argumentando que "tudo é decidido pelo distribuidor", segundo a agência Ria Novosti. De acordo com o crítico Anton Doline, a distribuidora também alterou a mensagem que aparece no final do filme: o texto original indica que Elton John encontrou o amor e cria duas crianças com uma pessoa do mesmo sexo, a versão russa diz apenas que ele criou uma associação de luta contra a aids.

Histórico de Conteúdo