Governo rebatiza colégio estadual com nome de Mestre Môa do Katendê
Foto: Divulgação

Mestre Môa do Katendê, assassinado a facadas em outubro de 2018 após uma discussão política durante as eleições presidenciais (clique aqui e saiba mais), rebatizará uma instituição de ensino de Salvador.

 

O nome do artista baiano substituirá o do hoje chamado Colégio Estadual Victor Civita, localizado no Engenho Velho de Brotas. A iniciativa é do secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues Souza, através de uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado, nesta quinta-feira (18).

 

Após o assassinato, Mestre Moa recebeu diversas homenagens, entre elas a do ex-Pink Floyd Roger Waters, que mostrou a imagem do capoeirista em um telão durante uma apresentação na capital baiana (relembre aqui).


Já Victor Civita foi o empresário que fundou a Editora Abril, que publica, entre outras, a Revista Veja.

 

Veja a portaria na íntegra:


PORTARIA Nº 471/ 2019 
O SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, RESOLVE:
determinar a mudança de denominação da instituição pública de ensino, COLÉGIO ESTADUAL VICTOR CIVITA, código MEC nº 29192242, código SEC nº 1172320, processo SEI nº 011.8931.2019.0014981-53, localizado na Rua Dique Pequeno, s/n, município de Salvador, criado por meio de portaria nº 2.869, D.O.E. de 26/05/1992, passando a denominar-se COLÉGIO ESTADUAL MESTRE MÔA DO KATENDÊ, a partir de 2019, tendo como entidade mantenedora o Governo do Estado da Bahia.
 
Salvador, 17 de Abril de 2019
Jerônimo Rodrigues Souza
Secretário da Educação

Histórico de Conteúdo