Domingo, 29 de Março de 2020 - 09:51

Hoje, nossa linda cidade completa 471 anos.

por Verônica Vilas Boas

Hoje, nossa linda cidade completa 471 anos.

Hoje, nossa linda cidade completa 471 anos.

 

O momento não nos permite uma celebração, mas traz uma boa oportunidade de reflexão. No latim,  a palavra “aniversário” tem origem em anniversarius, ou ano que retorna, dia em que vim à luz; é a data em que se comemora um ano mais de vida, desde o nascimento. Tem toda uma simbologia que remete ao renascimento, ao recomeço da vida...

 

Neste momento em que vivemos o isolamento social e todo o temor que o Coronavírus trouxe consigo, a simbologia por trás do significado de um aniversário nos convida a uma reflexão muito importante. Recomeçar a vida, neste momento, é tudo o que a humanidade mais quer. E neste aniversário de Salvador não é somente a nossa cidade que deseja comemorar este recomeço, mas, sim, todos nós! Todo o planeta!

 

Em breve, estaremos todos juntos, recomeçando as nossas vidas. Abraçando-nos, nos beijando e comemorando do jeitinho gostoso que nós, baianos, costumamos festejar.Estaremos sofridos, é verdade. É impossível não sairmos assim de uma situação destas, mas estaremos, também,maiores, mais fortes e transformados. Estaremos ressignificados! 

 

O pulo do gato será a nossa escolha sobre que olhar daremos a esta crise! Ficaremos a nos lamentar e a reclamar ou arregaçaremos as mangas? A pandemia do COVID-19 gerou uma crise mundial, e uma crise como esta é uma mudança muito brusca. As crises  geram incertezas, principalmente por não nos permitir antever as suas consequências, mas elas também geram verdadeiras revoluções. Caberá a cada um de nós escolhermos de qual revolução queremos fazer parte!

 

Ainda é cedo para saber que estragos o COVID-19 deixará em todo o planeta, mas sabemos que outras grandes pandemias ao longo da história deixaram uma certeza: o mundo será um lugar diferente depois que a maré do Coronavírus passar. E eu acredito em um mundo melhor! Em um mundo com pessoas menos egocêntricas, com pessoas menos egoístas e mais dispostas a praticar a empatia. Acredito em um mundo com pessoas mais civilizadas e praticando, de verdade, a civilidade! 

 

Eu vi isso acontecer! Bem aqui, debaixo dos meus olhos. Vi pessoas se importando umas com as outras. Vi pessoas cuidando umas das outras. Assisti a mobilizações e me emocionei com elas. Eu acredito, realmente, que podemos sair de tudo isto com a oportunidade de pensar e sugerir novos modelos econômicos e de rediscutir o papel do Estado paraapoiar o resgate da economia. 

 

Tenho certeza que sairemos verdadeiramente capazes de valorizar a importância de se ter um bom sistema de saúde pública e também de dar mais valor ao trabalho da ciência em prol de uma  maior cooperação científica mundial. Parece louco pensar que estamos fazendo parte da história e que estaremos nos livros nos quais os jovens do futuro estudarão este episódio. Eu acredito que podemos FAZER a história! E você? Acredita em quê?

 

Que o aniversário da nossa cidade reforce o nosso desejo de recomeçar!

Parabéns, Salvador!

 

*Verônica Villas Bôas é publisher da Revista Let’s Go Bahia

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias

Histórico de Conteúdo