Temer diz que não participa de discussões sobre reforma política: 'Temas do Congresso'

O presidente Michel Temer emitiu uma nota, por meio da assessoria do Palácio do Planalto, para se isentar de qualquer responsabilidade sobre as propostas de reforma política. "O presidente Michel Temer não está participando da discussão sobre a reforma política. Não se envolveu na adoção do distritão, nem na criação do fundo eleitoral. Esses são temas do Congresso Nacional", diz a nota. A nota vem quase uma semana depois que o peemedebista se reuniu, fora da agenda oficial, com o ministro do Supremo e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes (veja aqui). De acordo com a colunista Andréia Sadi, do G1, neste sábado (12) o ministro reiterou que a reunião do domingo foi com o propósito de discutir emenda do parlamentarismo, ampla mudança no sistema político e a distribuição do fundo eleitoral, e ainda justificou a escolha dos temas. "Não precisa ser profeta para saber a reação da opinião pública sobre isso: dinheiro público em tempos de cobrança de corte de gastos... Como vai ser a distribuição disso? Estamos discutindo isso no TSE, meus técnicos estão cobrando, é uma questão orçamentária que precisamos discutir", afirmou. O Planalto respondeu à nota do ministro, dizendo que Temer não discutiu distritão nem fundo eleitoral.