'Tour pelo corpo': youtubers questionam corrente de autoaceitação

No final de 2017 uma tendência começou a ficar bastante popular entre as blogueiras do Youtube: a "tour pelo corpo". Nesses vídeos, as youtubers fazem vídeos mostrando partes dos corpos, explicando como se relacionam com cada uma das partes e falando sobre o processo de autoaceitação. O objetivo dessas postagens é passar uma mensagem sobre amor próprio e autoestima, ajudando outras pessoas a também aceitarem suas formas.

 

Luiza Junqueira, do canal "Tá, querida", foi a primeira a publicar um vídeo da "tour pelo corpo", em outubro do ano passado. Depois disso, Ellora Haonne fez um vídeo em seu canal mostrando a diferença entre o seu "corpo real" e as fotos que publica no Instagram (veja aqui). A partir desse vídeo, a repercussão foi enorme e outros youtubers passaram a se inspirar no tema para criar conteúdo. 

 

De acordo com o site Ig, algumas delas foram Alexandra Gurgel, Debora Baldin, Jéssica Lopes e Natália Lima, blogueiras que falaram sobre as dificuldades de aceitar as gorduras, celulites, estrias ou outras coisas consideradas como "imperfeições". "A gente se amar e se aceitar não quer dizer que vamos amar tudo e aceitar tudo na gente, só que essas coisas que eu não gosto não são imperfeições ou defeitos, são apenas coisas que me incomodam, mas que eu consigo viver com isso", conta Alexandra. A Youtuber já havia falado sobre o assunto quando gravou um vído resposta depois de ter sido alvo de piadas gordofóbicas do apresentador e humorista Danilo Gentili. 

 

 

A ideia da "tour" serviu também para colocar em pauta a representatividade. Luiza, Alexandra, Debora e Jéssica são mulheres gordas. "A gente não tem esse tipo de representação e é muito difícil pra gente ficar nessa abstração de 'se aceita, se aceita, se aceita', sem coisas pra se apegar. Você realmente precisa treinar seu olhar pra gostar das coisas que você vê", diz Debora. 

 

As blogueiras questionam os padrões impostos e a pressão estética que esxiste para ser magra, e apontam que, mesmo que tenha sido Luiza a primeira a fazer o vídeo mostrando o seu corpo, quem fez a produção repercutir foi Ellora. O vídeo dela não teve o mesmo foco do de Luiza, mas o corpo dela, segundo as influenciadoras, está dentro daquilo que é visto como padrão. E enquanto seu vídeo teve mais de um milhão de visualizações, o de Luiza teve pouco mais de 900 mil, mesmo que esteja há mais tempo no Youtube.