Nova fase da Lava Jato cria constrangimento entre Odebrecht e MPF
Foto: Reprodução / WSJ
A 35ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na segunda-feira (26) pela Polícia Federal (PF), criou mal-estar entre a Odebrecht e procuradores do Ministério Público Federal (MPF), que negociam acordo de delação premiada e leniência. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a empreiteira foi surpreendida com a acusação de que pagou propina ao ex-ministro Antonio Palocci, preso na nova fase da operação. Ainda segundo a publicação, a nova fase criou tensão entre empreiteira e procuradores, que precisaram prestar esclarecimentos ao grupo sobre o caso. A ação acabou causando transtornos para a empresa junto ao mercado, em um momento em que ela negocia parte de seus ativos para se recompor com os prejuízos trazidos pelo seu envolvimento com o esquema de corrupção na Petrobras. Entretanto, o mal-estar não deve levar a Odebrecht a desistir do acordo. Parte do MPF viu a operação como uma resposta da PF ao fato de o órgão tê-la proibido de participar das negociações de delação para evitar vazamentos, o que a corporação nega. A polícia tentou ouvir Marcelo Odebrecht durante a investigação, mas o executivo não quis falar devido à negociação da delação. Os investigadores, então, preferiram deflagrar a operação a esperar o resultado da delação
Defensores Públicos Federais entram em greve após sanção presidencial
Foto: Divulgação
Os defensores públicos federais entraram em greve nesta terça-feira (27). A Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef) comunicou a decisão que teve como origem o veto presidencial ao Projeto de Lei da Câmara 32/2016. O projeto fala sobre o reajuste salarial da categoria. A partir de agora, a cateforia apenas atenderá demandas urgentes da Defensoria Pública da União (DPU), que envolvem restrição à liberdade de locomoção, perecimento de direito e risco à saúde e à vida. "Ao vetar o projeto, o Poder Executivo Federal demonstrou seu absoluto desprezo para com a estruturação do órgão capaz de dar voz aos miseráveis" afirmou a Associação em nota.A Anadef ressalta qaue 143 milhões de brasileiros só tem a defensoria como acesso a seus direitos e que garantir estruturação remunatória à categoria preserva a DPU de um sucateamento. A Associação divulgou, ainda, que busca poio parlamentar para derrubar o voto presidencial. "Mas os defensores públicos federais não vão arrefecer. Mesmo tendo sido a única excluída de um tratamento remuneratório compatível com a tamanha responsabilidade da função exercida, a Carreira continuará a luta por Justiça, pela qual trabalha diariamente. A paralisação da DPU permanecerá até a apreciação do veto pelo Congresso Nacional", finalizou a Anadef.
STJ nega indenização para famílias das vítimas da boate Kiss
Foto: Fernanda Bona/ Divulgação
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) afirmou que a prefeitura de Santa Maria e o governo do Rio Grande do Sul não têm obrigação de indenizar as famílias das vítimas do incêndio na boate Kiss, que ocorreu em 2013. A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul protocolou uma ação em março de 2013, em que calculavam mais de R$ 1 milhão em indenização por cada um dos 242 mortos, totalizando R$ 300 milhões. Os magistrados do STJ destacaram a "gravidade" do caso mas afirmaram que falhas processuais impediriam a aplicação da pena. Com essa decisão os proprietários da casa noturna e as empresas que prestavam serviço naquele dia estarão sujeitos à cobrança da indenização. A decisão cabe novo recurso. De acordo com o jornal Zero Hora, o processo é um entre vários que tramitam na justiça do Rio Grande do Sul, na Justiça Militar e também nas instâncias superiores em Brasília.
Chapada Diamantina é destaque no maior concurso de qualidade de cafés do Brasil
Foto: Divulgação / Seagri
A Chapada Diamantina foi a região do Brasil com mais lotes de café aprovados na categoria Pulped Naturals (cerejas descascados/despolpados) da fase nacional do Cup of Excellence - Brazil 2016, principal concurso de qualidade do país. Ao todo, são 35 lotes selecionados pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) para concorrer na categoria, de um total de 102 produtos que serão avaliados nas duas primeiras semanas de outubro pelo júri nacional do certame. “A competição oferece visibilidade e atesta a qualidade do café baiano para todo o mundo, como aconteceu no final do ano passado com o café Rigno, do município de Piatã, um dos arrematados em leilão internacional por quase R$ 10 mil a saca", avalia Vitor Bonfim, o secretário da Agricultura. Bonfim ressalta que concursos de qualidade, como o Cup of Excellence, influenciaram o aperfeiçoamento da produção de grãos ao longo dos anos, através de tecnologias mais avançadas. Com a definição dos qualificados pelo júri nacional, os grãos escolhidos serão submetidos a juízes de todo o mundo que irão determinar os vencedores do Cup of Excellence - Brazil 2016 na categoria.
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 18:15

Tite convoca atleta do Vitória para acompanhar Seleção Brasileira nas Eliminatórias

por Ulisses Gama / Glauber Guerra

Tite convoca atleta do Vitória para acompanhar Seleção Brasileira nas Eliminatórias
Foto: Francisco Galvão / ECV
Zagueiro da equipe sub-20 do Vitória, Léo Xavier foi convocado para a seleção brasileira principal. O jogador de 19 anos irá participar dos treinamentos do time canarinho comandado pelo técnico Tite, que enfrentará a Bolívia e a Venezuela, pelas Eliminatórias da Copa, nos dias 6 e 11 de outubro, respectivamente. "Esta será uma experiência única. Vou me dedicar nos treinamentos e ajudar a Seleção no que eu puder, além, claro, de tentar aprender ao máximo com esse convívio com o grupo principal", disse o jovem atleta. Léo Xavier, que terá que se apresentar no dia 2 de outubro, em Natal, vai defender a equipe baiana na Copa do Brasil sub-20, nesta quarta-feira (20), contra o CRB, no estádio Rei Pelé.
Site do Ministério da Saúde aparece com críticas a Temer e pede saída de presidente
Foto: Reprodução /Ministério da Saúde
Uma página do site do Ministério da Saúde apareceu com críticas ao governo de Michel Temer na manhã desta terça-feira (27). Na agenda do ministro Ricardo Barros para hoje aparece como compromisso às 19h a "renúncia do (vice) presidente da República #ForaTemer". Também consta na programação uma "reunião com ministro e líderes da base aliada do GOLPE". Os erros foram tirador do ar por volta de 10h. De acordo com o G1, a assessoria da pasta informou que está investigando se as alterações foram publicadas por hackers.  
Justiça flagra doações de 105 mortos para campanhas políticas
Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, a Justiça Eleitoral flagrou 105 doações eleitorais feitas por mortos e outras 15 mil por beneficiários do Bolsa Família a campanhas políticas. Apesar das irregularidades o presidente ressaltou que as campanhas estão mais econômicas. “As campanhas estão mais modestas, o que é positivo", afirmou Mendes. Sobre a possível violência nas eleições, Gilmar Mendes afirmou que as forças armadas e a força nacional ajudarão na segurança.
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 17:20

Teori estica até novembro inquérito contra Renan na Lava Jato

por Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo | Estadão Conteúdo

Teori estica até novembro inquérito contra Renan na Lava Jato
Foto: Geraldo Magela / Agência Senado
O ministro Teori Zavaski, do Supremo Tribunal Federal (STF), ampliou para até novembro o prazo para conclusão da investigação em um dos inquéritos contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Nestes autos, Renan é investigado por supostamente ter recebido propina para evitar a instalação de uma CPI da Petrobras. O Supremo Tribunal Federal autorizou a abertura do inquérito em março deste ano, após pedido da Procuradoria-Geral da República. O alargamento do prazo foi pedido pela Polícia Federal. Em delação premiada, Carlos Alexandre de Souza Rocha, um dos entregadores de dinheiro de Alberto Youssef, cita conversas em que o doleiro mencionou pagamentos ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Rocha, conhecido como Ceará, disse que "várias vezes" ouviu Youssef falar no nome do peemedebista. Em uma delas, Youssef teria dito que repassaria R$ 2 milhões a Renan para evitar a instalação de uma CPI da Petrobras. O entregador de dinheiro não soube precisar aos investigadores o ano em que a conversa teria ocorrido, nem se o pagamento foi feito. De acordo com ele, a CPI não foi instalada naquela ocasião. "Mas Renan Calheiros não é da situação?", questionou Ceará a Youssef. O doleiro teria respondido, segundo o delator: "Ceará, tem que ter dinheiro pra resolver". No depoimento à Procuradoria-Geral da República, o entregador de dinheiro de Youssef também menciona uma operação com entrega de R$ 1 milhão em Maceió. Depois de toda a operação, que envolvia retirada de dinheiro no Recife e entrega em Alagoas, Estado de Renan, o doleiro teria dito a Ceará que o dinheiro seria destinado ao senador peemedebista. O dinheiro foi entregue em duas parcelas em um saguão de hotel, segundo o delator, a um homem que o emissário de Youssef não soube identificar. Ao chegar em São Paulo, irritado com a pressão do doleiro para que a entrega fosse feita rapidamente, o delator perguntou a Youssef quem iria receber o R$ 1 milhão levado a Maceió. "Que Alberto Youssef respondeu ao declarante em alto e bom som: 'O dinheiro era para Renan Calheiros'", disse o delator aos investigadores da Lava Jato, sobre a resposta de Youssef. As declarações foram mantidas sob sigilo até este mês, quando o relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, retirou o segredo da documentação. O senador Renan Calheiros nega enfaticamente recebimento de valores ilícitos. Desde que virou alvo da Procuradoria-Geral da República, o peemedebista tem reiterado que estáà disposição da Justiça para esclarecimentos.
‘Deixar o Centro de Convenções chegar naquele estado é lamentável’, critica Sandro Régis
Foto: Divulgação
O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Sandro Régis (DEM), criticou nesta terça-feira (27) a falta de atuação do governo do estado no Centro de Convenções – que será demolido (entenda aqui) após parte da estrutura desabar na última sexta-feira (23). “A queda do Centro de Convenções mostra, de forma clara, que o governo do estado não prioriza os instrumentos importantes. Salvador é uma capital de serviços, em que o turismo é muito forte. Deixar o Centro de Convenções chegar naquele estado é lamentável, um desrespeito”, reclamou. Em entrevista ao Bahia Notícias, o deputado estadual alertou que o desabamento, que deixou três pessoas feridas (leia mais aqui), poderia ter resultado em mortes. “E o pior de tudo, nós não vimos em nenhum momento o governador Rui Costa se posicionar sobre o assunto. Agora gastar milhões em propagandas ‘tamanho G’... Será que o Centro de Convenções também era ‘tamanho G’?”, ironizou, em relação à campanha publicitária do gestor. Segundo Régis, a bancada de oposição da AL-BA ainda não pôde se reunir por causa das eleições municipais, que acontecem neste domingo (2), mas uma reunião foi convocada para a próxima sexta-feira (30). “Com certeza a bancada irá buscar as medidas cabíveis para saber o que de fato aconteceu”, garantiu.
Condenação de PMs do massacre do Carandiru é anulada: 'Legítima defesa'
Foto: Reprodução / Memorial
A 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) anulou o julgamento de 74 policiais militares que haviam sido condenados por assassinarem 111 presidiários no que ficou conhecido como "massacre do Carandiru". Após a condenação a defesa entrou com recurso pedindo anulação dos julgamentos e absolvição dos réus. O ex-presidente do TJ-SP e relator do processo, desembargador Ivan sartori, votou pela anulação e absolvição dos réus alegando legítima defesa. "Não houve massacre, houve legítima defesa", afirmou. Ele se baseou no fato de que três agentes foram absolvidos pelos jurados na primeira instância. ""Não pode o poder judiciário dar duas soluções distintas para o mesmo caso. Estas absolvições já transitaram em julgado. Queria ver se um de nós tivesse ali e fosse obrigado a aceitar um julgamento destes”, afirmou. O relator destacou, ainda, que não houve uma individualização da conduta dos policiais, uma vez que não teve confronto balístico, não sendo possível definir qual policial matou qual preso no confronto. Mesmo com o voto do relator, a absolvição não será feita porque o revisor e o 3º juiz do colegiado discordaram dele. No entanto, os processos serão anulados e os julgamentos devem ser refeitos.A Promotoria afirmou que o recurso foi usado pela defesa para postergar ainda mais o julgamento e a condenação dos réus, tendo em vista que o primeiro processo foi concluido 21 anos depois.
STF aceita denúncia contra Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo e os torna réus
Foto: Sul Connection
A segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) abriu, por unanimidade, nesta terça-feira (27), ação penal contra a senadora Gleisi Hoffmann e o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo. Com isso, o casal se tornou réu na Corte. Votaram em favor do acolhimento da denúncia os cinco ministros do colegiado: Ricardo Lewandowski, Teori Zavascki, Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Celso de Mello. A denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), feita em maio deste ano, acusa Gleisi de ter recebido R$ 1 milhão do esquema de corrupção da Petrobras em 2010, durante sua campanha ao Senado. De acordo com a investigação, os repasses foram solicitados por Paulo Bernardo. Por causa das acusações, o ex-ministro chegou a ser preso em maio durante a Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato (leia aqui). Foi o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, quem apontou em seus acordos de delação premiada a suposta participação dos agora réus no esquema de desvio de dinheiro da petroleira. (Atualizada às 16h42)
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 16:20

Pojuca: Empresa paulista desmente recrutamento de profissionais no município

por Marcos Maia

Pojuca: Empresa paulista desmente recrutamento de profissionais no município
Foto: Reprodução / Leitor BN
Uma publicação sobre recrutamento de profissionais para a empresa "Sulamericana - Papel e Cartão Reciclados" em Pojuda, Litoral Norte e Agreste Baiano, gerou mobilização no município na semana passada. Contudo, a reportagem do Bahia Notícias apurou na tarde desta terça-feira (27) que o anúncio não tem qualquer vínculo real com a companhia, que é original de Mogi Mirim, interior de São Paulo. De acordo com uma funcionária da Sulamericana, que preferiu não se identificar, a empresa só possui sede na cidade e não tem qualquer interesse de promover investimentos fora da cidade paulistana. Da mesma forma, o setor jurídico da empresa já está ciente da situação em Pojuca, e já está trabalhando nas providências cabíveis. A reportagem ainda tentou, por meio da assessoria de comunicação, obter um posicionamento oficial da direção da Sulamericana. Contudo, a mesma preferiu não se manifestar por meio de nota, ou qualquer outro tipo de manifestação por escrito, por entender que o nome da companhia está sendo utilizada para fins "políticos e eleitorais, aos quais prefere manter-se distante". Vale salientar que a postagem que circulava em sites de redes sociais falava sobre o recrutamento de currículos para 250 vagas de emprego, preferencialmente para mulheres, até a última quinta-feira (22). "O candidato a prefeito (a) que conseguir a vitória, terá a obrigação de apoiar está (sic) empresa que com fé em Deus será sediada em Pojuca", afirmava o anúncio.


Foto: Reprodução / Facebook

Supremo começa a julgar denúncia contra Gleisi e Paulo Bernardo na Lava Jato
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
A segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar na tarde desta terça-feira (27) a denúncia da Procuradoria-geral da República contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo. O relator do caso é o ministro Teori Zavascki. O colegiado também é formado pelos ministros Celso de Mello, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes. O casal foi denunciado em maio por ter recebido R$ 1 milhão para a campanha da senadora em 2010. De acordo com delatores da Operação Lava Jato, o montante tem origem em recursos desviados de contratos com a Petrobras. A defesa de Gleisi nega as acusações. "Todas as suas contas de campanha foram declaradas e integralmente aprovadas pela Justiça Eleitoral."
Após declaração sobre Lava Jato, Temer conversa por telefone com ministro da Justiça
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil
A Secretaria de Imprensa informou nesta terça-feira (27) que o presidente da República, Michel Temer, conversou por telefone com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, ainda nesta segunda-feira (26) sobre a declaração referente à Operação Lava Jato. No último domingo (25), em encontro com representantes do Movimento Brasil Livre (MBL), em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, cidade que foi administrada o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci em dois mandatos, Moraes afirmou que seria deflagrada nova fase da Lava Jato nesta semana – na segunda, Palocci foi preso durante a Operação Omertà, como foi batizada a 35ª fase. "Teve a semana passada [operação] e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim", afirmou o ministro. De acordo com a assessoria de Temer, o presidente considerou o evento como “superado” após a conversa. Eles se encontrarão na noite desta terça-feira (27) no Palácio da Alvorada. O presidente oferecerá um jantar a ministros e líderes de partidos aliados. O plano inicial de Temer era conversar pessoalmente com Moraes nesta segunda (26). Como o ministro estava em São Paulo, auxiliares dos dois ofereceram como opção a realização do encontro nesta terça. Diante disso, eles decidiram tratar do tema por telefone, ainda na segunda.
Rodrigo Janot pede em parecer que STF mantenha prisão de José Carlos Bumlai
Foto: Lula Marques / AGPT
O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) mantivesse a prisão do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sob justificativa de evitar a continuidade das práticas criminosas. O pedido foi feito por meio de um parecer, entregue nesta segunda-feira (26). No texto, Janot destaca que o próprio relator, ministro Teori Zavascki, já rejeitou um pedido anterior de liberdade do executivo. Segundo Janot, a defesa de Bumlai ataca a prisão preventiva do pecuarista, mas ele já havia sido condenado pelo juiz Sergio Moro a nove anos e dez meses de prisão pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira e corrupção passiva. Janot avalia que há risco de repetição dos crimes, já que as práticas imputadas a Bumlai são "sistêmicas", e lembrou que o pecuarista é réu em ação penal na Justiça Federal de Brasília por suposta tentativa de obstrução das investigações da Operação Lava Jato, junto com o ex-senador Delcídio Amaral e o ex-presidente Lula. "A gravidade concreta dos delitos cometidos por José Carlos Costa Marques Bumlai mesmo após o início das apurações envolvendo todos os investigados no âmbito da Operação Lava Jato é extreme de dúvidas (...)Todos estes fatores apontam que a liberdade do paciente representa ainda sério e concreto risco para a ordem pública, e a custódia cautelar é fundamental para impedir a continuidade delitiva", reforçou. De acordo com o Broadcast Político, Janot também mencionou o estado de saúde do pecuarista e defendeu que não há necessidade de prisão domiciliar com o término do tratamento médico.
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 15:00

Moraes teve reunião com superintendente da PF dois dias antes de antecipar operação

por Carla Araújo | Estadão Conteúdo

Moraes teve reunião com superintendente da PF dois dias antes de antecipar operação
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, reuniu-se com o superintendente regional da Polícia Federal em São Paulo, Disney Rosseti, dois dias antes de ter dado a polêmica declaração de que haveria uma nova fase da Operação Lava Jato nesta semana. "Teve a semana passada e esta semana vai ter mais, podem ficar tranquilos. Quando vocês virem esta semana, vão se lembrar de mim", disse Moraes, em um evento do candidato a prefeito Duarte Nogueira (PSDB) em Ribeirão Preto, conforme revelou com exclusividade o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. No dia seguinte à declaração, o ex-ministro Antonio Palocci foi preso em decorrência justamente de mais uma fase da operação. O encontro de Moraes com o superintendente da PF ocorreu na sede do Departamento de Polícia Federal da capital paulista e, conforme divulgado pela agenda oficial do ministro, durou uma hora. Rosseti foi nomeado no início do mês novo superintendente regional da PF em São Paulo. Após exercer a função de adido policial federal na Embaixada do Brasil em Roma, ele substituiu o delegado Roberto Troncon, agora adido em Londres. Rosseti exibe um currículo com passagens por setores estratégicos da PF. Antes da Itália, ele foi superintendente da PF em Brasília e diretor da Academia Nacional de Polícia, a famosa escola da PF. Na segunda-feira, após a operação que prendeu Palocci, o presidente Michel Temer chamou o ministro para uma conversa no Palácio do Planalto para cobrar dele mais explicações. Moraes, porém, estava em São Paulo e os dois conversaram pelo telefone. Temer teria aceitado as explicações de que se tratou de uma "infeliz coincidência". Há expectativa de que a reunião ocorra nesta terça, mas ainda não está confirmada. O ministro da Justiça, porém, participará da reunião e do jantar que o presidente vai oferecer a ministros e líderes da base à noite no Palácio da Alvorada. No domingo, após o episódio, ambos já haviam conversado por telefone. Na ocasião, o ministro negou que tivesse antecipado a operação. Mas, na segunda, Temer assistiu ao vídeo com a declaração de Moraes e decidiu cobrar novas explicações. A intenção de Temer é fazer uma reunião "de alinhamento" com os demais ministros, a fim de amenizar as seguidas crises causadas por declarações "desnecessárias" e consideradas prejudiciais ao governo. "Falou besteira, no lugar errado e na hora errada", afirmou uma fonte do governo. A avaliação é que o adiamento da conversa com Moraes teria inclusive beneficiado o governo, já que o noticiário ficaria focado na prisão do ex-ministro do PT e não na "crise" causada pelas declarações do titular da Justiça. Segundo fontes do Planalto, o desgaste em torno de Moraes não o coloca na berlinda e uma demissão do ministro não está sendo cogitada por Temer. O presidente quer, sim, "enquadrá-lo" para tentar evitar o prolongamento da crise, mas a intenção é "colocar água na fervura" e diminuir a temperatura da crise. Conforme a agenda do ministro, divulgada nesta terça-feira, ele retorna a Brasília após passar a segunda-feira em São Paulo. Moraes tem um almoço com o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Martins Filho. Às 14 horas, tem audiência com o presidente da Abert, Paulo Camargo. Na sequência, o ministro recebe o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio e, às 16 horas, tem encontro com o promotor de Justiça Lincoln Gakiya.
Homem é morto em academia em Nazaré; corpo foi encontrado debruçado na janela
Rua onde aconteceu o crime | Foto: Tailane Muniz / Correio
Um homem de 42 anos foi morto na Academia Gladiadores, da qual era proprietário, na noite desta segunda-feira (26), na Rua do Jenipapeiro, em Nazaré, em Salvador. O corpo de Jorge Manoel Lordelo foi encontrado debruçado em uma janela, pela sobrinha. De acordo com o Correio, quatro homens que chegaram em duas motos praticaram o crime. A autoria e motivo do crime ainda são desconhecidos. Testemunhas relataram à publicação, no entanto, que por volta das 8h desta segunda policiais à paisana chegaram em duas Rangers padronizadas da Rondesp e pediram para entrar nas casas em busca de Bisque. A Polícia Militar não confirmou se houve a ação e por que ele foi motivada. O corpo de Lordelo está no Departamento de Poícia Técnica (DPT) e a família espera a chegada de um irmão que vive em Brasília para providenciar o enterro.
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 14:20

Feira: Governo entrega UPA e sistema de abastecimento

Feira: Governo entrega UPA e sistema de abastecimento
Foto: Secom / GOVBA
Uma unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi entregue na manhã desta terça-feira (27) em Feira de Santana. Com investimento de R$ 4,3 milhões – sendo R$ 2,4 milhões oriundos do Estado – a unidade fica ao lado do Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA). A expectativa é atender até 450 pacientes por dia. De acordo com o governo do estado, a UPA funcionará 24 horas, em todos os dias da semana, com ampliação de serviços de urgência e emergência na região. A nova unidade conta com 24 leitos de observação, sendo quatro para atendimento de pacientes críticos, além de laboratório clínico e equipamentos para auxiliar o diagnóstico – a exemplo de raio-X, oftalmoscópio, laringoscópio e eletrocardiografia por telemedicina. Presente no ato de entrega, o governador Rui Costa disse que a unidade “além de atender com dignidade” os feirenses vai esvaziar a emergência do Hospital Clériston Andrade, destinado a casos mais graves. Ainda em Feira, Rui também inaugurou o Centro de Reservação Norte, construído pela Embasa. O complexo é formado por três grandes reservatórios com capacidade total para armazenar até 24 milhões de litros de água. A obra incluiu, além dos reservatórios, a implantação de uma adutora com 2,7 km de extensão e mais 56 mil metros de rede de distribuição. O investimento estimado foi de R$ 54 milhões, e a obra deve beneficia mais de 280 mil pessoas dos bairros de Campo Limpo, Novo Horizonte, Gabriela, Pamplona, Pedra Ferrada, Feira VI, George Américo, Cidade Nova e Asa Branca. 
Prefeitura publica alteração em nome de ruas nos bairros de Valéria e Pirajá
Foto: Reprodução / Google Street View
A prefeitura alterou o nome de três vias dos bairros de Valéria e Pirajá, em Salvador. As mudanças foram publicadas no Diário Oficial desta terça-feira (27). A via sem saída, com início e fim na Rua Gey Espinheira, em Valéria, passa agora a ser Rua Província Autônoma de Trento. A Rua B, com início e fim na Rua A, no Parque Residencial Pirajá, agora é Rua Manuel Baqueiro Abadum; já a Rua A, com início na Estrada de Plataforma e término na Rua C, no mesmo local, foi renomeada Rua Sante Scaldaferri.
Morte de jovem durante comício em Belmonte é notícia em Municípios
Foto: Reprodução / Radar 64
Um jovem foi morto em um comício em Belmonte, na Costa do Descobrimento, sul baiano, na noite desta segunda-feira (26). Ainda na Coluna Municípios, um juiz ordenou o cancelamento de mais de 200 títulos de eleitor em Lagoa Real, cidade do sudoeste baiano. Clique aqui e leia mais.
MP pede cassação de candidatura de Doria por abuso de poder político; Alckmin é citado
Foto: Divulgação / PSDB
O Ministério Público pediu nesta segunda-feira (26) à Justiça Eleitoral a cassação do registro da candidatura de João Doria (PSDB) à prefeitura de São Paulo, por abuso de poder político. Atualmente, o tucano lidera as pesquisas eleitorais. Segundo informações da coluna Painel, a ação também acusa o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), de usar a máquina estadual para favorecer seu afilhado político. Responsável pelas eleições na capital paulista, o promotor José Carlos Bonilha defende que o governador nomeou um secretário em troca de apoio a Doria. O processo não tem prazo para ser julgado. Outro exemplo do promotor é a participação de Alckmin em atos políticos antes de a candidatura ser oficializada. A ação também aponta que houve “passividade” do governador em permitir o uso do slogan “Acelera SP”, mesmo nome de um programa da gestão do tucano. A campanha de Doria afirmou que não foi notificada, mas que vai elaborar a defesa “na certeza de que não cometeu ilegalidade”. Já o governo, em nota, afirma ter tomado conhecimento da ação pela imprensa, “menos de uma semana após o pedido de esclarecimento” do Ministério Público, e diz que sua resposta será “suficiente para demonstrar a improcedência da ação”.
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 13:20

Comissão de Ética vai examinar fala de ministro da Justiça sobre Lava Jato

por Daiene Cardoso Isabela Bonfim e Isadora Peron | Estadão Conteúdo

Comissão de Ética vai examinar fala de ministro da Justiça sobre Lava Jato
Foto: Agência Brasil
A Comissão de Ética Pública, vinculada à Presidência da República, vai discutir nesta terça-feira (27) se abre um procedimento para investigar as declarações do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, sobre a Operação Lava Jato. No Congresso, a oposição ao governo Michel Temer anunciou duas medidas: PT e PCdoB entraram com representação na Procuradoria-Geral da República contra o ministro e parlamentares estudam convocá-lo para prestar esclarecimentos sobre a afirmação de que uma nova fase da operação poderia ser deflagrada nesta semana. Segundo o presidente da comissão, Mauro Menezes, o caso será analisado pelo colegiado, que é responsável por "zelar pela integridade das informações privilegiadas". "Decidi submeter ao colegiado este tema relacionado à conduta do ministro da Justiça no pronunciamento que teria feito em um evento de campanha no domingo. Nós vamos examinar se pediremos esclarecimentos", disse Menezes. De acordo com o Código Penal, um funcionário público comete crime contra a administração quando revela um fato de que tem ciência em razão do cargo e que deveria permanecer em segredo. Para a oposição, houve violação de sigilo funcional e improbidade administrativa. Caso as acusações sejam confirmadas, os senadores pedem que o ministro seja afastado do cargo.
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 13:10

Curtas do Poder: Galego deve ser o plano B do PT para 2018

por Zeca de Aphonso

Curtas do Poder: Galego deve ser o plano B do PT para 2018
Dizem que esta greve dos bancos é proposital, se é não sei, mas que tá fazendo estrago tá, tem cigano vendendo cem mil por cento e vinte, tem candidato tomando dinheiro de baleiro. Mas como dizem: não há nada tão ruim que não possa piorar, sem financiamento empresarial, limite para pessoal, leva jato, PF, MP e tempo curto de campanha, lascou foi tudo! O carimbador oficial do governo do Estado, Jorge Hereda, emplacou a sobrinha, Manu Hereda, em uma boquinha com o “Correria”. E eu daqui pensando que ele não fazia nada. Já o “Galego” é o plano B do PT para a disputa pela presidência em 2018. Jeitoso ele é, ninguém pode negar. Já tão falando que o símbolo da campanha será uma tartaruga. Quer saber mais?
Governo decide demolir Centro de Convenções após desabamento de estrutura
Foto: Leitor BN
O governo do estado decidiu demolir o Centro de Convenções, após desabamento de parte de sua estrutura na última sexta-feira (23). A informação foi dada pelo secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, na manhã desta terça-feira (27), durante vistoria no espaço. A demolição acontecerá pela forma de desmanche, quando são retiradas placas de concreto e estruturas metálicas - diferente da Fonte Nova, por exemplo, que foi implodida. O desmanche ainda não tem data pra acontecer. 
Paulo Roberto Costa diz ao TSE que corrupção na Petrobras existe desde governo Sarney
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse que o pagamento de propina acontece na Petrobras desde o governo do ex-presidente José Sarney. De acordo com a coluna Radar Online, a declaração foi dada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no processo de cassação da chapa Dilma Rousseff/Michel Temer, das eleições em 2014. Segundo Costa, quem quisesse cargos de comando na estatal tinha de "entrar no jogo".
Terça, 27 de Setembro de 2016 - 12:50

Charge do Borega - Bahia Notícias

Por determinação de Zavascki, Rodrigo Maia terá que fornecer dados da Câmara à PF
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Por determinação do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) deverá enviar para a Polícia Federal (PF) dados sobre parlamentares, assessores e funcionários da Casa. A Polícia investiga se o advogado Tiago Cedraz, filho do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), foi contratado pela empreiteira UTC Engenharia “para passar informações privilegiadas oriundas da Corte de contas e da Comissão de Obras Irregulares (COI) da Câmara dos Deputados”. A PF relatou ao Supremo dificuldades em receber informações da Câmara no envio dos parlamentares, assessores e funcionários que integram o Comitê de Avaliação das Informações Sobre Obras e Serviços com Indícios de Irregularidades Graves (COI) entre os anos de 2011 a 2015, bem como os dados funcionais de todos, incluindo CPF, ramais e telefones celulares funcionais (com período de utilização) ”. A Procuradoria-Geral da República considerou que as informações são relevantes para a investigação da Operação Lava Jato. No pedido, a Procuradoria afirmou que o delator Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia, declarou que o advogado foi contratado pela empreiteira para passar “informações privilegiadas oriundas do Tribunal de Contas da União e da Comissão de Obras Irregulares (COI) da Câmara dos Deputados”.  De acordo com o blog do Fausto Macedo, o advogado Tiago Cedraz nega qualquer irregularidade. A Câmara dos Deputados, em nota, afirmou que não há Comissão de Obras Irregulares e que questionamentos sobre comissões mistas devem ser encaminhadas ao presidente da Mesa do Congresso Nacional.
Justiça extingue ação de improbidade do MP por troca de marca de sabonetes em presídio
Foto: Divulgação
Uma ação movida pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP) contra dois agentes de segurança por troca de sabonete em uma penitenciária foi extinto pelo juiz Bruno Machado Miano, de Mogi das Cruzes. De acordo com o Blog do Fred, o MP moveu a ação contra os servidores da penitenciária por trocar o sabonete da marca “Natura” por outro da “Johnson & Johnson”, entregue a um detento, e pediu a perda do cargo, reparação de danos e inabilitação dos direitos políticos dos agentes. Clique aqui e leia esta e outras matérias na coluna Justiça!
Filadélfia: Homem é preso após agredir e tomar arma de PM em carreata
Foto: Divulgação / Polícia Civil
Um homem foi preso nesta segunda-feira (26) em Filadélfia, no Piemonte Norte do Itapicuru, no centro norte baiano, por ter agredido um policial durante uma carreata eleitoral. José Alberto Borges Júnior, de 24 anos, foi detido após sentença da 149ª Zona Eleitoral. O acusado é suspeito de integrar um grupo que agrediu e roubou uma arma de um subtenente da Polícia Militar em uma carreata. De acordo com a Polícia Civil, o policial pediu aos responsáveis pelo evento que desligassem o som conhecido como “paredão”, uma vez que infringia a legislação eleitoral, além de estar a menos de 200 metros do hospital municipal de Filadélfia. Ainda segundo a Polícia Civil, o policial se identificou, mas mesmo assim o grupo acabou agredido. Testemunhas disseram que um locutor no evento, estimulava o grupo agressor.  A prisão do agressor foi feita por policiais da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Senhor do Bonfim.
Anvisa suspende produtos da empresa Natura Ervas por falta de registro
Foto: Divulgação
Os produtos "Extrato de Amora 50 ml", "Energinsex 50 cápsulas", "Extrato Triervas ebola e vírus zika 50 ml" fabricados pela empresa Natura Ervas, tiveram a fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o texto, publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (27), a empresa fabricante não possui autorização de funcionamento na Anvisa e tem localização desconhecida. Clique aqui e leia esta e outras matérias na coluna Saúde!

Histórico de Conteúdo