Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Em 2022, Bahia sediará etapa do Brasileiro de Boxe, que deve ocorrer em Centro prometido
Foto: Ascom / Sudesb

A Bahia vai sediar uma das etapas do Campeonato Brasileiro de Boxe. O anúncio foi feito nesta terça-feira (28), pela Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe), após reunião da entidade com a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb). 

 

A ideia é que o evento ocorra no Centro de Treinamento de Boxe e Artes Marciais, em Salvador, prometido pelo governador Rui Costa (PT) em 2016 (saiba mais aqui). No dia 15 de setembro, a gestão petista lançou um edital para a contratação da empresa que reformará o espaço localizado no Largo do Roma, na Cidade Baixa (lembre aqui). O investimento será de R$ 4,2 milhões.  

 

“Assim como já acontece com muitas outras federações esportivas, a Sudesb tem uma parceria consolidada com a Federação de Boxe da Bahia. Agora, juntamente com a confederação, estamos pleiteando a realização de competições importantes, como uma etapa do nacional e eventos internacionais. O objetivo é garantir as condições adequadas para a prática do esporte e o desenvolvimento dos atletas baianos das modalidades, e também para a realização de eventos”, disse o diretor-geral da Sudesb, Vicente Neto. 

 

Vicente também lembra que o Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, passa, neste momento, por reforma, num investimento de R$3,3 milhões. Após a conclusão, o equipamento irá abrigar as principais competições nacionais e internacionais de várias modalidades esportivas, dentre elas, as artes marciais. 

 

O presidente da CBBoxe, Marcos Cândido, entende que é preciso dialogo e força de vontade para grandes eventos acontecerem. “Eu já me senti em casa. A Bahia tem grandes possibilidades de ser uma das sedes que, para mim, será uma realização. O resultado disso é consolidar a Bahia como celeiro de atletas do boxe, como já acontece há alguns anos, e também em um local de competições nacionais e internacionais. Vou fazer todo sforço para isso acontecer”, disse.  

Prefeitos traçam estratégias para garantir compensações ambientais da venda da Rlam
Foto: Betto Jr.

Os prefeitos das cidades de Salvador, Bruno Reis; de Candeias, Dr. Pitágoras; de Madre de Deus, Dailton Filho; e de São Francisco do Conde, Antônio Calmon, estiveram reunidos para discutir estratégias para garantir compensações ambientais e sociais  aos municípios no processo de venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e dos ativos da Petrobras na RMS. O evento aconteceu nesta terça-feira (28), no Palácio Thomé de Souza. 

 

Na ocasião, os gestores defenderam a participação dos municípios nos processos de licenciamento e transferência de licenças, e de apuração de compensações, com auditoria das licenças existentes.

 

Mesmo reconhecendo a importância da Petrobrás para o desenvolvimento econômico da região, os prefeitos avaliam que, apesar do apoio à venda da refinaria para a nova empresa, essa é a hora propicia para se fazer um balanço ambiental da operação da empresa. 

 

“Esta é uma oportunidade única para garantir que os eventuais danos causados durante os 50 anos de operação da refinaria, a exemplo da diminuição da fauna marinha, e dos impactos sociais da contaminação do solo e do ar, sejam reparados. Esta é uma região que possui povos tradicionais, como indígenas e quilombolas, além de pessoas que dependem da pesca, que foram bastante afetadas pela atividade. Precisamos fechar bem um ciclo para começar um novo, com mais controle e monitoramento ambiental, preservando nossas riqueza natural mais valiosa, que é a Baía de Todos os Santos, uma causa de toda a Bahia, de todos os baianos.”, conclui o Prefeito Bruno Reis.

Executiva nacional do PSL aprova convenção para fusão com DEM na próxima quarta
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

A executiva nacional do PSL autorizou por unanimidade a convocação de uma Convenção Nacional Conjunta do PSL e do DEM para deliberar sobre a fusão entre os dois partidos. O evento acontecerá na próxima quarta-feira (6), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

 

Segundo informações do presidente nacional do PSL, serão aprovados os projetos comuns de Estatuto e o programa do novo partido. Também será eleita a Comissão Executiva Nacional Instituidora, órgão nacional que promoverá o registro do novo partido.

 

O presidente nacional do DEM, ACM Neto já havia confirmado o agendamento para a convenção e pontuado que a fusão tem como objetivo "ter o maior partido do Brasil e o maior partido da Bahia” (relembre aqui). 

Vacinação com a 3ª dose para pacientes em hemodiálise prossegue nesta quarta
Foto: Igor Santos/Prefeitura de Salvador

A Prefeitura realiza a vacinação contra a Covid-19 para aplicação da 1ª, 2ª e 3ª doses nesta quarta-feira (29), das 8h às 16h. Para ter acesso aos imunizantes, todos os indivíduos deverão estar com o nome do site da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), no endereço (clique aqui).

 

Será realizada a aplicação da 3ª dose para pessoas com 60 anos ou mais que tomaram a 2ª dose até o dia 16 de abril de 2021, assim como os pacientes em hemodiálise que tomaram a 2ª dose até o dia 1º de setembro de 2021.

 

Haverá repescagem da primeira dose para os adolescentes com idades entre 12 e 17 anos sem comorbidades; para pessoas com 18 anos ou mais; para gestantes e puérperas com 12 anos ou mais, além dos jovens de 12 a 17 anos com comorbidades ou deficiência. Segue normal a aplicação da 2ª dose com os imunizantes Oxford, Pfizer e CoronaVac.

 

Quem completou o esquema vacinal em casa, através do serviço do Vacina Express, não precisa fazer nova solicitação, uma vez que a administração da terceira dose acontecerá automaticamente. As equipes volantes também seguirão visitando as Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) para imunizar esse público.

 

Para os indivíduos que tomaram a 1ª dose em outros municípios, a SMS continua com o fluxo de realizar a solicitação da 2ª dose através do cadastro na Ouvidoria da Saúde. A liberação da imunização dessas pessoas está sendo feito de forma gradativa.

 

Aquelas que estão na mesma situação citada e que ainda não fizeram o cadastro na Ouvidoria devem fazê-lo através do site www.saude.salvador.ba.gov.br/fale-com-a-ouvidoria/, informando os seguintes dados: nome completo; CPF; data da 1ª dose e do aprazamento da 2ª dose; nome da vacina; local em que tomou a primeira dose e telefone de contato. 

 

Após esta etapa, é necessário aguardar contato da SMS, que informará dia e local do fechamento do esquema vacinal. Aqueles que já fizeram o cadastro e ainda não receberam contato da Ouvidoria da Saúde devem aguardar a comunicação para o agendamento.

 

1ª DOSE - ADOLESCENTES SEM COMORBIDADES DE 12 A 17 ANOS – 8h às 16h

Os adolescentes deverão ser acompanhados pelos pais ou outro responsável de maior idade durante o ato da vacinação. Para comprovação da responsabilidade, o pai ou a mãe deve apresentar documento de identificação original com foto no momento da imunização. No caso de outro responsável maior de idade, além do documento de identificação com foto, será necessário apresentar ainda uma declaração de responsabilidade, que pode ser feita manualmente.

Drive-thrus: FBDC Brotas, Arena Fonte Nova (Nazaré) e Unijorge (Paralela).

Pontos fixos: USF Vista Alegre, USF Teotônio Vilela II (Fazenda Coutos II), USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Vale do Matatu, FBDC Brotas, USF João Roma Filho, USF Yolanda Pires e Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Dendezeiros).

 

1ª DOSE - GESTANTES E PUÉRPERAS: 8h às 16h

Obedecendo nova recomendação do Ministério da Saúde, somente poderão buscar os pontos de imunização as grávidas e puérperas (até 45 dias pós-parto) que tiverem prescrição médica para receber a vacina.

Para ter acesso ao imunizante, todas as gestantes e puérperas devem ter idade igual ou superior a 12 anos, estar com os nomes no site da SMS e no ato da vacina apresentar documento oficial de identificação com foto, além de:

Gestantes: devem também apresentar, obrigatoriamente, cópia impressa da prescrição médica.

Puérperas: devem também apresentar, obrigatoriamente, cópia impressa da prescrição médica e Declaração de Nascidos Vivos (DNV) ou certidão de nascimento do bebê.

OBS: Está suspensa a vacinação para gestantes e puérperas com os imunizantes Oxford/ Astrazeneca e Janssen.

As gestantes e puérperas menores de 18 anos deverão ser acompanhadas pelos pais ou outro responsável de maior idade durante o ato da vacinação. Para a comprovação da responsabilidade, o pai ou a mãe deve apresentar documento de identificação original com foto no momento da imunização. No caso de outro responsável maior de idade, além do documento de identificação com foto, será necessário apresentar ainda uma declaração de responsabilidade, que pode ser feita manualmente.

Drive-thrus: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos) e FBDC Cabula.

Pontos fixos: 5º Centro de Saúde, USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (LOJA NO 2º PISO - ENTRADA F0 - 9h às 16h), USF Beira Mangue, UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

 

1ª DOSE - ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS COM COMORBIDADES E/OU DEFICIÊNCIA PERMANENTE COM NOME CADASTRADO NO SITE DA SMS: 8h às 16h

Os adolescentes deverão ser acompanhados pelos pais ou outro responsável de maior idade durante o ato da vacinação. Para comprovação da responsabilidade, o pai ou a mãe deve apresentar documento de identificação original com foto no momento da imunização. No caso de outro responsável maior de idade, além do documento de identificação com foto, será necessário apresentar ainda uma declaração de responsabilidade, que pode ser feita manualmente.

Drive-thrus: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos) e FBDC Cabula.

Pontos fixos: 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (LOJA NO 2º PISO - ENTRADA F0 - 9h às 16h), USF Beira Mangue, UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

 

1ª DOSE - REPESCAGEM DAS PESSOAS DE 18 ANOS OU MAIS: 8h às 16h

Drive-thru: Uninassau (Pituba).

Pontos fixos: UBS Pelourinho, USF Terreiro de Jesus, UBS Péricles Esteves (Barbalho), USF Alto de Coutos II, USF Itacaranha, USF Rio Sena, USF Alto de Coutos I, USF Cajazeiras XI, USF Fazenda Grande III, USF Boca da Mata, USF Itapuã, USF Vila Verde, USF Mussurunga, UBS Ministro Alckmin (Massaranduba), USF São José de Baixo, USF Joanes Leste, USF Ursula Catharino (Garcia), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Alto das Pombas, USF Estrada das Barreiras, USF Prof. Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso), USF Antonio Ribeiro Neiva (Arraial do Retiro), USF Cambonas, UBS Castelo Branco, USF Vila Nova de Pituaçu, USF São Marcos, USF San Martim I, USF Santa Mônica, UBS Péricles Laranjeiras, UBS Marechal Rondon, UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Major Cosme de Farias, UBS Mario Andrea (Sete Portas), USF Candeal Pequeno, UBS Cesar de Araújo (Boca do Rio), USF Zulmira Barros (Costa Azul) e USF Parque de Pituaçu.
 

2ª DOSE OXFORD – 8h às 16h

As pessoas que estão com a data de reforço contra a Covid-19 da Oxford programada para até o dia 25 de outubro já podem procurar os pontos de imunização para receber a vacina.

Drive-thrus: Vila Militar (Dendezeiros), Shopping Bela Vista e Faculdade Universo (Avenida ACM).

Pontos fixos: USF Colinas de Periperi, USF Plataforma, UBS Ramiro de Azevedo, USF Curralinho, USF Pirajá, UBS Nelson Piauhy Dourado e USF San Martim III. 


2ª DOSE CORONAVAC – 8h às 16h

Amanhã todas as pessoas que estão com a data de reforço contra a Covid-19 da CoronaVac programada para até o dia 30 de setembro já podem procurar os pontos de imunização para receber a vacina.

Drive-thru: Uninassau (Pituba)

 

Pontos fixos: UBS Pelourinho, USF Terreiro de Jesus, UBS Péricles Esteves (Barbalho), USF Alto de Coutos II, USF Itacaranha, USF Rio Sena, USF Alto de Coutos I, USF Cajazeiras XI, USF Fazenda Grande III, USF Boca da Mata, USF Itapuã, USF Vila Verde, USF Mussurunga, UBS Ministro Alckmin (Massaranduba), USF São José de Baixo, USF Joanes Leste, USF Ursula Catharino (Garcia), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Alto das Pombas, USF Estrada das Barreiras, USF Professor Guilherme Rodrigues da Silva (Arenoso), USF Antonio Ribeiro Neiva (Arraial do Retiro), USF Cambonas, UBS Castelo Branco, USF Vila Nova de Pituaçu, USF São Marcos, USF San Martim I, USF Santa Mônica, UBS Péricles Laranjeiras, UBS Marechal Rondon, UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Major Cosme de Farias, UBS Mario Andrea (Sete Portas), USF Candeal Pequeno, UBS Cesar de Araújo (Boca do Rio), USF Zulmira Barros (Costa Azul) e USF Parque de Pituaçu.
 

2ª DOSE PFIZER – 8h às 16h

As pessoas que estão com a data de reforço contra a Covid-19 da Pfizer programada para até o dia 25 de outubro já podem procurar os pontos de imunização para receber a vacina.

Drive-thrus: Universidade Católica de Salvador (Pituaçu) e Universidade Federal da Bahia – Campus Ondina.

Pontos fixos: Universidade Católica de Salvador (Pituaçu), USF Eduardo Mamede (Mussurunga), USF Sérgio Arouca (Paripe), USF Tubarão, USF Cajazeiras X, USF Federação, USF Santa Luzia, USF Imbuí e CSU Pernambués.


3ª DOSE: PESSOAS COM 60 ANOS OU MAIS – 8h às 16h

A aplicação da terceira dose será administrada em idosos com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose até o dia 16 de abril de 2021. Para este público, assim como os indivíduos acamados ou com dificuldade de locomoção, podem ter acesso ao serviço Vacina Express, através do site vacinaexpress. saude. salvador. ba. gov. br .

Drive-thrus: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos) e FBDC Cabula.

Pontos fixos: 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (LOJA NO 2º PISO - ENTRADA F0 - 9h às 16h), USF Beira Mangue, UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.


3ª DOSE: PACIENTES EM HEMODIÁLISE – 8h às 16h

Podem se dirigir a qualquer um dos pontos aqueles que receberam a 2ª dose até o dia 1º de setembro de 2021.

Drive-thrus: 5º Centro de Saúde (Barris), Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos) e FBDC Cabula.
Pontos fixos: 5º Centro de Saúde (Barris), USF Vila Matos (Rio Vermelho), Shopping da Bahia (LOJA NO 2º PISO - ENTRADA F0 - 9h às 16h), USF Beira Mangue, UBS Virgílio de Carvalho (Bonfim) e USF Cajazeiras V.

Projeto aprovado na AL-BA garante o combate à pobreza menstrual no estado
Foto: Divulgação

Proposto pela deputada estadual Olívia Santana (PCdoB), foi aprovado na tarde desta terça-feira (28) o Projeto de Lei nº 24.107/2021, que inclui na Política Estadual de Saúde da Mulher um capítulo voltado para a conscientização e combate à pobreza menstrual na Bahia.

 

Com a lei, as meninas e mulheres baianas vão contar com uma série de ações voltadas para a promoção da saúde menstrual, entre elas o acesso gratuito a absorventes higiênicos nas escolas, unidades de saúde e unidades prisionais em todo o estado.

 

“O projeto traz à tona uma questão que parte da população vivencia, mas os poderes públicos não se dão conta, que é a situação de mulheres pobres que menstruam e que, muitas vezes, não têm recurso para comprar um absorvente. Nosso projeto inclui esse item na política de saúde pública da mulher na Bahia”, comemora a deputada Olívia.

 

A líder do grupo Girl Up na Bahia, Júlia Alkmim, frisa o avanço da aprovação do projeto para o movimento de mulheres. “Ele reconhece, pela primeira vez, a menstruação como um processo natural do corpo e dá visibilidade às pessoas que menstruam. É uma grande vitória no caminho de introduzir o ponto de vista plural na política e reconhecer as necessidades particulares de determinados corpos na sociedade, além de mostrar a abertura dos políticos baianos, especialmente da deputada Olívia Santana, para ouvir diretamente as necessidades do povo, visto que o projeto foi inicialmente idealizado por um grupo de meninas, o Roda Baiana Girl Up”, finaliza Júlia.

 

A deputada Olívia lembra também que na Bahia, a pobreza é maior entre as mulheres negras, mães solo, e com filhos menores de 14 anos de idade. "Esse é um dado do IBGE, revelados no estudo 'Desigualdades Sociais por Cor ou Raça', em 2018. Cerca de 75,1% das mães solteiras pretas ou pardas e seus filhos tinham renda menor que R$ 413 por mês, vivendo abaixo da linha da pobreza no Estado. Estamos falando de cerca de 682 mil mulheres nesta situação", declara Olívia.
 

Ex-prefeito de Coité é punido por repasse irregular à liga de futebol
Foto: Bahia Notícias / Francis Juliano

A prestação de contas de recursos repassados pela prefeitura de Conceição do Coité, na gestão do ex-prefeito Francisco de Assis Alves dos Santos, à Liga Coiteense de Futebol, foram consideradas irregulares pelos Conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA). Durante sessão desta terça-feira (28), os conselheiros determinaram o ressarcimento solidário entre os gestores do montante de R$ 50 mil aos cofres municipais. 

 

Os repasses ocorreram durante o ano de 2014. À época, a liga era administrada por Ednei Mota da Silva. Na sessão desta terça-feira, o conselheiro Raimundo Moreira, relator do parecer, imputou multa de R$3 mil ao ex-prefeito. De acordo com órgão, a punição teve por causa a ausência de interesse público e da pertinência das despesas realizadas com o objeto firmado no convênio que propunha conceder “apoio financeiro com o objetivo de integrar as comunidades de Conceição do Coité, promovendo dias de lazer, juntamente com o desenvolvimento de competições para alcançar o crescimento integral do indivíduo na busca da inclusão social para 50 (cinquenta) jovens carentes”, disse.

 

Ainda de acordo com o TCM, os recursos repassados à Liga de Futebol – no montante de R$50 mil – foram utilizados para os pagamentos a árbitros de futebol, premiações para atletas e árbitros, uniformes para participantes do campeonato amador de futebol, e transporte para árbitros. Para o conselheiro Raimundo Moreira, essas despesas violam o disposto no artigo 16 da Lei 4.320/64, vez que não se enquadram como serviços essenciais de assistência social, médica e educacional.

 

A procuradora Camila Vasquez, do Ministério Público de Contas, se manifestou pela irregularidade da prestação de contas, sugerindo a aplicação de multa ao prefeito municipal, além de ressarcimento solidário aos cofres públicos juntamente com o dirigente da entidade. Cabe recurso da decisão. 

AL-BA aprova proposta do Executivo sobre crédito de precatório e constas do TCM
Foto: Divulgação /AL-BA

Em sessão extraordinária na tarde desta terça-feira (28), a Assembleia Legislativa da Bahia votou uma série de projeto que incluem proposta do Executivo, prestação de contas do Tribunal de Conta do Municípios (TCM-BA), além de proposta de deputados. 

 

PL 24.263/2001, de autoria do Poder Executivo, aprovado por unanimidade após encaminhamentos dos líderes de bancada, autoriza o governo do Estado a ceder a instituição financeira pública créditos decorrentes de precatório federal. O texto determina que, "fica o Poder Executivo autorizado a ceder, parcialmente, até o limite de R$750.000.000,00 (setecentos e cinquenta milhões de reais), à instituição financeira pública, créditos decorrentes de precatório expedido na Ação Cível Originária - ACO nº 648 em trâmite perante o Supremo Tribunal Federal - STF, a ser incluído no orçamento da União, recebendo em contrapartida os recursos financeiros correspondentes".

 

O coletivo dos deputados aprovou ainda as contas dos exercícios de 2013 a 2015 do TCM-BA, também por unanimidade. 

 

A sessão foi marcada ainda por uma nova rodada de discussões em torno do projeto de autoria do deputado Fabrício Falcão, o qual prevê obrigatoriedade da vacinação de servidores públicos estaduais contra a Covid-19 como condição essencial para prestar serviço aos público. A proposta foi novamente retirada de pauta (reveja).

 

PROPOSIÇÕES DOS DDEPUTADOS

A sessão desta terça também apreciou em plenário propostas de deputados, a exemplo do Projeto de Lei nº 24.107/2021, de autoria da deputada Olívia Santana, que inclui na Política Estadual de Saúde da Mulher um capítulo voltado para a conscientização e combate à pobreza menstrual na Bahia (reveja), e outras 14 declarações de utilidade pública.

BN na Tela: Bolsonaro visita Bahia; acusados de matar médico receberam R$ 4 mil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou nesta terça-feira (28) a Teixeira de Freitas, no Extremo Sul baiano. Bolsonaro tinha agendado a visita dentro da marca dos 1 mil dias de mandato. Durante a passagem no município, o presidente deve anunciar a entrega de títulos de propriedades rurais, além de obras de duplicação de trechos da BR-101 e BR-116, mesmo que a última rodovia não passe pela cidade baiana. As investigações da Polícia Civil sobre o assassinato do médico pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, ocorrido na última quinta-feira (23) na cidade de Barra, constataram que os envolvidos no crime receberam R$ 4 mil reais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA),a motivação do homicídio teria se dado por um suposto assédio sexual por parte do médico à esposa do mandante do homicídio.  Diante da melhora dos indicadores da pandemia da Covid-19, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vai fechar os leitos Covid no Hospital Salvador para empregar os recursos na assistência não-Covid. Um grande time de baianos figura entre os indicados ao Grammy Latino 2021. No ranking geral, Caetano Veloso, junto ao filho, Tom Veloso, concorre na categoria “Gravação do Ano”, pela faixa “Talvez”; e BaianaSystem com BNegão, que disputam “Melhor Vídeo Musical Versão Curta”, com “Reza Forte”. A banda comandada por Russo Passapusso aparece também em “Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa”, com "OXEAXEEXU". Assista:

 

 Ao citar problemas em licitações, presidente da AL-BA alfineta federais: 'Brincando em Brasília'
Foto: Reprodução/TV AL-BA

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Adolfo Menezes, sugeriu que seus colegas deputados federais não estão atentos às questões mais importantes do Brasil nas votações estabelecidas em Brasílias. “Nossos colegas parecem que ficam brincando em Brasília”, disse Menezes, durante sessão extraordinária na tarde desta terça-feira (28). O presidente demonstrava indignação com os responsáveis pelo contrato de aluguel de veículos de atendem aos deputados atualmente. 

 

Esta não é a primeira vez que o assunto rouba a cena nas sessões da Casa. Nesta tarde, o presidente ressaltou que a contratação “que tanto transtorno tem causado” foi feita por meio de licitação realizada por seu antecessor, Nelson Leal (PP). Segundo Menezes, um novo processo já foi concluído e em breve os parlamentares receberão novos veículos. 

 

“Nossos colegas parecem que ficam brincando em Brasília com tanta coisa que esse país poderia mudar para ser outro país e cada dia desce a ladeira. Com a violência que ninguém se espanta mais. Matando barbaramente e o Congresso não faz nada. Mata um médico, entra numa clínica, mata um médico. É a certeza da impunidade. É claro que a causa da impunidade é muito grave, muito complexa, um país desigual que cada dia aumenta. Tenho certeza que o Congresso poderia fazer alguma coisa e melhorar”, iniciou.  

 

“Mais um absurdo é a Lei de Licitação nesse país. Onde, no intuito de dar direito a todas as empresas participarem, que é louvável, mas ao mesmo tempo não toma precauções. Não se espelha em outros países, por exemplo. Poderia obrigar um seguro”, sugeriu. Ele ainda acrescentou a dificuldade existente no setor público para que seja rompido um contrato, ainda que a empresa não possua viabilidade para dar conta de determinado serviço. 

 

Ao final, retomando a questão interna, o presidente celebrou o fato de a fabricante de automóveis Toyota ter vencido o novo processo licitatório recentemente aberto pela Casa. “Nós determinamos a abertura de uma nova licitação e, Graças a Deus, quem ganhou vou simplesmente a maior empresa do mundo, não é da Bahia, que é a Toyota, que hoje está com braço de aluguel de veículos, pelo preço ótimo do mercado”, completou. Segundo o presidente, os novos veículos já estão em Salvador, submetidos ao serviço de emplacamento junto ao Detran.

Terça, 28 de Setembro de 2021 - 17:40

Bolsa Família reduziu mortalidade infantil em 17%, aponta estudo

por Ana Bottallo | Folhapress

Bolsa Família reduziu mortalidade infantil em 17%, aponta estudo
Foto: Reprodução / EBC

Renata de Jesus Paulo, 32, sustenta os quatro filhos, Aline, 15, Gabriel, 12, Jonas, 6, e Pedro, 2, além dela própria com o benefício do Bolsa Família. No último mês, assustou-se ao comprar um botijão de gás por R$ 100, equivalente a cerca de um quarto (23%) do que recebe em um mês do programa, no valor de R$ 447.
 

Renata é uma das mais de 13,9 milhões de beneficiárias do programa. Além do gás, luz e aluguel, o dinheiro dá para comprar alguns itens de higiene para os filhos, incluindo fraldas para o mais novo, que ainda está na idade infantil, e ocasionalmente fazer a feira.
 

Se tivesse que pagar os remédios para o tratamento de psoríase de seu filho mais velho, Gabriel, é possível que o gasto de quase R$ 100 pelo remédio tornasse ainda mais difícil encher a despensa, mas, como ela é beneficiária do programa, o filho é acolhido em um abrigo para crianças e adolescentes com necessidades especiais, onde é cuidado e recebe o medicamento toda semana.
 

Os quatro filhos de Renata estão saudáveis e não fizeram parte de uma triste estatística do país, a de mortalidade infantil em idade até cinco anos. E muito provavelmente isso se deve ao Bolsa Família.
 

Um estudo feito por pesquisadores do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs) da Fiocruz Bahia, em conjunto com a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Escola de Medicina Tropical e Higiene de Londres, demonstrou pela primeira vez como o Programa Bolsa Família (PBF) reduziu a mortalidade infantil e melhorou a condição de saúde de crianças no país em dez anos, de 2006 a 2015.
 

O trabalho foi publicado nesta terça-feira (28) na edição especial sobre saúde infantil e do adolescente da revista científica PLoS Medicine, uma das mais conceituadas na área.
 

Na pesquisa, foram avaliados dados de mais de 6 milhões de famílias brasileiras com crianças com idade menor de cinco anos à época do estudo, das quais 4.858.253 (77%) eram beneficiárias do Bolsa Família e 1.451.113 (23%) não. Nas famílias que receberam o benefício, a mortalidade infantil foi 17% menor em relação às que não receberam o auxílio.
 

Essa redução era ainda maior se as famílias em questão tinham crianças nascidas prematuras, isto é, com nascimento antes de completar 37 semanas de gestação (22%), filhas de mães negras (26%) ou moravam nos municípios mais pobres do país (28%).
 

Os dados mais recentes do Brasil, de 2019, apontam para uma taxa de mortalidade de crianças de até cinco anos de 7,9 mortes a cada mil nascidos vivos, um número 60% menor do que o observado em 1990, segundo o IBGE. A pesquisa do Cidecs não incluiu neonatos (até 28 dias após o nascimento).
 

Segundo a pesquisadora e professora do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA, Dandara de Oliveira Ramos, a pesquisa, que vem sendo desenvolvida há cinco anos, tinha como principal desafio o fato que, em estudos epidemiológicos, é difícil separar o que é efeito chamado confundador ou de fato resultado do tratamento. Neste caso, o benefício do programa.
 

"Nosso esforço foi encontrar um conjunto de variáveis que fosse exatamente o mesmo entre os dois subgrupos, de beneficiários e não beneficiários, de forma que o efeito na redução da mortalidade infantil não era consequência de aquela família ter uma renda um pouco mais alta ou então morar em uma cidade com maior acesso a saúde e alimentação", diz.
 

O reflexo da dificuldade em parear está na proporção de famílias que são elegíveis para receber o Bolsa Família, mas não recebem -1 em cada 4 famílias incluídas na amostra.
 

"Apesar de ter um percentual pequeno de não beneficiários, nós encontramos um efeito significativo, de pelo menos 17% de redução da mortalidade, mas o mais interessante foram os efeitos diferenciais nos subgrupos quando divididos por cor da pele da mãe ou município com menor IDH, o que confirma o efeito do Bolsa Família em promover ainda mais uma redução da desigualdade", afirma.
 

Renata mora em uma casa muito simples com os filhos em Brasilândia, bairro na periferia de São Paulo, e recebe há pelo menos dez anos o Bolsa Família.
 

No início, o valor pago era de R$ 89, equivalente ao auxílio para um filho. Casada, ela se separou e não tinha emprego ou outra renda. "Se não fosse o bolsa família, eu não sei o que teria feito", conta. Apesar de ter recebido em 2020, Renata não se tornou elegível para o Auxílio Emergencial em 2021.
 

O estudo do Cidacs tem a vantagem sobre as demais pesquisas sobre o Bolsa Família disponíveis até então por partir de dados primários, e não secundários, que incluem informações colhidas em pesquisas domiciliares como o Pnad (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios), do IBGE.
 

O cruzamento dos dados é feito por meio de um modelo probabilístico, uma vez que estes, apesar de terem informações pessoais como ano e local de nascimento, idade, local de nascimento da mãe, são protegidos.
 

Para fazer a análise, os pesquisadores utilizaram a chamada "coorte dos 100 milhões de brasileiros", um conjunto de dados colhido de diferentes bases do governo, como o Cadastro Único, que inclui os beneficiários do Bolsa Família e de outros programas sociais, como o Minha Casa, Minha Vida, assim como os dados do Ministério da Saúde sobre mortalidade, natalidade, mortalidade materna, dentre outros.
 

Dentro da coorte dos 100 milhões, o estudo cruzou os dados de beneficiários com crianças de até cinco anos no momento que começaram a receber o Bolsa Família ou naquelas que a criança veio a óbito antes de completar os cinco anos com as famílias nas mesmas condições de pobreza e de vulnerabilidade social, mas que não recebiam o benefício. Por isso, foram excluídas variáveis de renda.
 

"Foram alguns anos até conseguirmos atingir um modelo que fosse forte o suficiente para fazer essa ligação dos dados das diferentes bases de dados", explica o pesquisador da Fiocruz Bahia e professor emérito da UFBA e epidemiologista, Mauricio Barreto.
 

O artigo descrevendo o perfil da coorte de 100 milhões de brasileiros foi aceito para publicação.
 

"O interesse científico em fazer essa coorte dos 100 milhões para estudos epidemiológicos é decompor o que é [benefício] devido à redução da pobreza e o que é pela melhoria do acesso ao sistema de saúde", diz.
 

Para as políticas públicas, a implementação do programa deve focar também em áreas com menor acesso à saúde, uma vez que a pesquisa confirma que com o aumento do número de beneficiários cresce também a busca por serviços de saúde, já que alguns atendimentos de saúde, como consultas pré-natais e a carteira de vacinação dos filhos são pré-requisitos para receber o bolsa família.
 

"O próprio desenho do Bolsa Família já é feito para atuar mais nas áreas mais vulneráveis, por isso os municípios mais pobres recebem uma maior parcela do auxílio, então intuitivamente já achávamos que encontraríamos os mesmos resultados, e nosso estudo só corroborou isso", afirma Ramos.

Santo Antônio de Jesus: Após denúncia anônima, mulher é presa com 1kg de maconha
Foto: Reprodução / SSP-BA

Após denúncias anônimas, uma mulher foi presa com um quilo de maconha na cidade de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), os investigadores da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), prenderam a acusada na manhã desta terça-feira (28).

 

Ainda de acordo com a SSP, os policiais foram informados que a mulher havia embarcado num veículo de transporte alternativo, com destino a Ilha de Itaparica e, com apoio de uma guarnição da Polícia Militar, conseguiram localizá-la na praia de Tairu.  As equipes apreenderam um quilo de maconha, além de um celular e um tablet.

 

A mulher foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e permanece na Coordenadoria, à disposição da Vara Criminal. O Setor de Investigação (SI) já iniciou a apuração do caso, com o objetivo de chegar a outros envolvidos na ação criminosa.
 

PL que obriga vacinação de servidores é retirado de pauta após recuo da oposição
Foto: Reprodução/TV AL-BA

A discussão sobre o Projeto de Lei 24.286/2021 que institui a obrigatoriedade de vacinação contra a Covid-19 a todos os servidores e agentes públicos estaduais foi retirado da pauta de votação da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) pouco antes de ser iniciada a apreciação da Ordem do Dia. A retirada foi consequência do recuo da bancada de oposição, representada por um pedido de questão de ordem feita pelo deputado Carlos Geilson (PSDB). 

 

De acordo com o parlamentar, a sugestão da bancada é de que a matéria fosse retirada e retorne à Casa por meio da tramitação convencional, passando pelas comissões temáticas. A proposta foi apresentada pelo deputado Fabrício Falcão e levada diretamente ao plenário na última sessão (21), após dispensa de formalidades entre os líderes. 

 

Na ocasião, houve discussões sobre o tema e, para evitar pedido de vista, o projeto foi retirado de pauta para que fossem feitos ajustes. O texto chegou a ser lido na última sessão. 

 

O líder governista, Rosemberg Pinto (PT), mesmo após a confirmação do presidente Adolfo Menezes (PSD) da retirada do texto da Ordem do Dia, manteve a posição de que havia e um acordo prévio. Segundo ele, novamente será feitos ajustes e a matéria retornará ao plenário na próxima sessão convocada. 

Público será permitido na Série A do Brasileirão, mas jogo do Bahia será adiado, define Conselho
Foto: Divulgação

O público estará de volta às arquibancadas já na próxima rodada da Série A do Brasileirão. Foi o que definiu o Conselho Técnico de clubes, nesta terça-feira. Porém, o jogo do Bahia contra o Ceará, marcado inicialmente para o próximo sábado (2), na Fonte Nova, será adiado. 

 

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), é o único entre os gestores estaduais que ainda não permitiu a volta dos torcedores aos estádios (saiba detalhes aqui). 

 

Dentre os 19 clubes que participaram da reunião - o Flamengo não foi (veja aqui) - apenas o Athletico-PR votou contra, segundo o site ge.globo. 

 

Apenas Palmeiras e Red Bull Bragantino jogarão sem público nesta rodada, já que o governo de São Paulo só liberou a partir do dia 4 de outubro. Os clubes enfrentarão Juventude e Corinthians, respectivamente. Além disso, o duelo entre Santos e Fluminense também será adiado. 

Terça, 28 de Setembro de 2021 - 17:00

Projeto quer vetar propaganda do governo Bolsonaro a alunos de escolas públicas

por Mari Leal

Projeto quer vetar propaganda do governo Bolsonaro a alunos de escolas públicas
Foto: Foto: Lucas Arraz / Arquivo Bahia Notícias

Ex-aliada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a deputada federal pela Bahia, Dayane Pimentel (PSL) efetivou mais um ataque direto ao chefe do Poder Executivo nacional, relembrando um assunto recorrente à época da sua campanha em 2018: a chamada “escola sem partido”. Após o jornal Folha de S. Paulo denunciar que estudantes de escolas públicas do Nordeste são submetidos, de forma obrigatória, a exposição de propagandas governistas para acessar a rede de internet, Dayane protocolou na Câmara dos Deputados um projeto de lei que visa proibir ações do tipo. 

 

“É vedada a inserção de propagandas de obras, serviços,ou programas governamentais ou qualquer inserção de natureza partidária nas redes públicas de acesso à internet disponibilizada a alunos e professores da escola pública”, diz o texto. E acrescenta: “Nenhuma propaganda governamental poderá ser inserida como etapa necessária para o acesso à internet e aos pacotes digitais disponibilizados para a rede pública de ensino”.

 

Na justificativa a deputada recorre a termos como “ética” e “ princípio da administração pública”, apontando-os como os “balizadores” das ações públicas. Para ela, a exposição obrigatória representam a “doutrinação e o cerceamento da liberdade”. No Twitter escreveu: "O que é público é do POVO e não de governo algum. #EscolaSemPartido (lembra?!)". 

 

Nesta segunda-feira (27), quando a reportagem foi publicada, parlamentares de oposição também se manifestaram. Apontam, em sua maioria, a ação como “absurda”, além de buscar “fins eleitoreiros”. 
Moradores de Santa Filomena, no interior do Piauí, contaram à reportagem que antes de ter o acesso à internet liberado, alunos e professores precisam assistir uma propaganda promovendo o governo Bolsonaro. E é preciso reassistir ao vídeo todas as vezes que eles quiserem se conectar.

 

O vídeo, segundo o Correio Brasiliense, é uma exigência feita pelo Wi-Fi Brasil, projeto do Conecta Brasil, uma iniciativa do Ministério das Comunicação para promover inclusão digital. O projeto custou R$ 2,7 bilhões aos cofres públicos, e cerca de 90% do investimento foi direcionado a municípios das regiões Norte e Nordeste. Na propaganda obrigatória que os usuários precisam assistir, medidas governamentais como o 13º salário do Bolsa Família e a instalação de sinal de internet em escolas são exibidos. 

 

Em nota, o Ministério das Comunicações afirmou que a medida é legítima e é garantida pela Constituição. "O serviço é mais um dos canais de comunicação institucional do governo federal com o cidadão, sendo um importante instrumento de divulgação das políticas públicas de governo e de informações de utilidade pública, sem fins de qualquer natureza que não seja informar a população, conforme assegura a Constituição".

Entre médio porte, TJ-BA tem maior número de unidades judiciárias por municípios-sede
Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) é o tribunal com maior número de unidades judiciárias por municípios-sede, entre os de médio porte. Os dados constam no relatório "Justiça em números 2021", formulado e divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nesta terça-feira (28).

 

Mesmo levando em conta os tribunais de grande porte, a Bahia ainda tem o terceiro tribunal com maior número de unidades judiciais com 733, perdendo apenas para São Paulo e Minas Gerais. A Bahia possui, segundo o relatório, 203 municípios-sede. 

 

Apesar disso, na Bahia, 86,1% da população reside em municípios-sede da comarca. O índice é o penúltimo entre os tribunais de médio porte, sendo liderado pelo Distrito Federal que possui 100% da população em municípios-sede de comarcas. O pior índice fica com Rondônia, que tem 58,5% de sua população alocada nesses locais.

Camacã: Ex-prefeito deverá devolver mais de R$ 10 mil aos cofres municipais
Foto: Reprodução / Blog do Eddy

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) acatou, nesta terça-feira (28), denúncia apresentada contra o ex-prefeito de Camacã, Oziel Rodrigues da Cruz Bastos. De acordo com o órgão, foram identificadas irregularidades na aquisição de materiais de construção no exercício de 2019. Os materiais teriam sido adquiridos juntos à empresa “M.E.P. Estruturas Pré-moldadas”, no valor de R$10.595,00, e seriam destinados à pavimentação de canteiros próximos ao estádio de futebol.

 

Durante a sessão, o relator do processo, conselheiro substituto Ronaldo Sant’Anna, determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de R$10.595,00, com recursos pessoais do gestor, vez que não foi comprovada a efetiva prestação dos serviços nem a entrega dos materiais adquiridos. O ex-prefeito também foi multado em R$2 mil.

 

De acordo com a denúncia formulada pelos vereadores Valdir Santos Veloso, Decliton Antônio de Deus Santos e Romeu Seara Lima, nenhum serviço teria sido executado no local e a gestão não informou se os materiais foram entregues. Ainda segundo o TCM, o ex-prefeito Oziel Bastos alegou, em sua defesa, que nunca foi objetivo da gestão municipal pavimentar canteiros próximo ao Estádio Municipal de Futebol, até porque, segundo ele, “o valor de R$10.595,00, seria insuficiente para tal”. 

 

O ex-gestor acrescentou ainda que houve um equívoco por parte de um servidor municipal, que lançou indevidamente no histórico que seria para o pagamento de material a ser utilizado na pavimentação dos canteiros próximos ao Estádio Municipal na Sede deste Município, quando na verdade o histórico deveria ser material utilizado na pavimentação da nova rua Pe. Odenilton na sede deste município.

 

Para o conselheiro substituto Ronaldo Sant’Anna, não restam dúvidas que os materiais de construção adquiridos estavam destinados à pavimentação de canteiros próximos ao Estádio de Futebol, vez que consta no histórico do Processo de Pagamento nº 588/2018 “liquidação conforme DANFE 296, material utilizado na pavimentação dos canteiros próximo ao estádio municipal na sede”.

 

Além disso, o TCM informou que não foram apresentados quaisquer indicativos do alegado erro formal cometido por servidor público municipal na discrição do histórico do processo de pagamento ou de que o material adquirido estaria destinado, de fato, à pavimentação da Rua Padre Odenilton.

 

O Ministério Público de Contas, através da procuradora Aline Paim Rio Branco, se manifestou pela procedência da denúncia, “com a imputação ao prefeito do ressarcimento da quantia prevista no processo de pagamento 588/2019, além da aplicação de multa”. Cabe recurso da decisão. 

Terça, 28 de Setembro de 2021 - 16:20

Zema usa fala machista para atacar Amôedo por críticas dele a Bolsonaro

por Stella Borges | Folhapress

Zema usa fala machista para atacar Amôedo por críticas dele a Bolsonaro
Foto: Reprodução / A Voz de Araxá

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), deu uma declaração machista ao atacar seu colega de partido João Amoêdo, candidato às eleições presidenciais pela legenda em 2018, pelas críticas que ele faz ao governo do presidente Jair Bolsonaro.
 

Sem citar nominalmente Amoêdo, Zema disse em uma entrevista ao portal Money Report que o empresário tem "obsessão" por Bolsonaro por ter perdido as eleições e o comparou a uma mulher que separa e "passa a ter como obsessão destruir a vida do ex".
 

Amoêdo ficou em quinto lugar na disputa pelo Palácio do Planalto em 2018, com 2,5% dos votos válidos. Ele declarou voto em Bolsonaro no segundo turno, mas hoje se coloca como opositor ao governo federal.
 

"Está havendo, assim, uma obsessão e quando alguém fica obcecado fica cego. Nós comentamos como exemplo, eu sei que isso acontece tanto com homens quanto com mulheres, mas um percentual mais elevado com mulheres é a mulher que separa e passa a ser a obsessão da vida dela destruir, atacar o ex-cônjuge e parece que no caso do partido Novo a derrota até hoje não foi digerida", disse Zema.
 

"'Eu sou mais rico, eu sou mais inteligente, eu sou mais escolado, eu nunca poderia ter perdido essa eleição'. Mas perdeu. Tem de tocar a vida para frente, agora só ficar remoendo fica muito difícil. Me parece que tem um problema aí nesse sentido", completou o governador de Minas.
 

Eleito na esteira do bolsonarismo em 2018, Zema se mantém próximo ao presidente, mas busca agora modular o discurso para viabilizar sua candidatura à reeleição no ano que vem.
 

Em agosto, Amoêdo, em entrevista ao UOL News, lamentou o posicionamento de Zema, que, na véspera, afirmou não descartar um possível apoio à candidatura do atual chefe do Executivo federal nas eleições do ano que vem.
 

"Acho complicado ter pessoas dentro do partido Novo que apoiam Bolsonaro, não consigo ver nenhuma justificativa", disse o empresário.
 

Ao UOL, nesta terça-feira (28), Amoêdo classificou a postura do governador mineiro como "inaceitável" e criticou o que chamou de "agressão gratuita às mulheres".
 

Ele disse que sabia que suas chances de vencer as eleições de 2018 eram pequenas, mas decidiu participar do pleito com intuito de também divulgar o partido Novo.
 

"É uma fala mentirosa, tenta desqualificar minhas críticas dizendo que é obsessão porque perdi (...) É um desequilíbrio incompatível com um governador", falou Amoêdo, lembrando que participou de reuniões com Bolsonaro no início do governo para ajudar na reforma da Previdência, mas que suas críticas ao governo aumentaram em razão da pandemia.
 

Amoêdo afirmou ainda que a fala vai contra o estatuto da legenda, que prevê um relacionamento cordial entre os colegas, mas disse que ainda não sabe se pretende tomar alguma medida contra Zema e que espera que ele reflita sobre sua declaração.

Barra: Acusados por morte de médico receberam R$ 4 mil por execução
Foto: Reprodução / SSP-BA

As investigações da Polícia Civil sobre o assassinato do médico pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, ocorrido na última quinta-feira (23) na cidade de Barra (relembre), constataram que os envolvidos no crime receberam R$ 4 mil reais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA),a motivação do homicídio teria se dado por um suposto assédio sexual por parte do médico à esposa do mandante do homicídio.  

 

Na madrugada desta terça-feira (28), o condutor da motocicleta utilizada no dia do crime acabou preso. Nesta segunda-feira (27), o responsável pelos disparos foi detido pela polícia.  

 

De acordo com o coordenador da 14ª Coorpin/Irecê, delegado Ernandes Reis Santos Júnior, o crime foi encomendado por um homem que seria companheiro de uma paciente. “Conforme apurado nas investigações, o mandante do homicídio alegou que a vítima teria cometido um suposto assédio a sua esposa e por esse motivo determinou a morte do médico”, detalhou. As equipes continuam realizando diligências para localizar e prender o mandante do crime.

 

Conforme divulgou a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), cada um dos envolvidos no crime recebeu a quantia de R$ 2 mil para executar a vítima. Nesta segunda-feira (27), o homem apontado como autor da morte do médico foi preso (relembre). 

 

Foto: Reprodução 

 

RELEMBRE O CASO 

 

As investigações apontam que o pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, pode ter sido morto após ele ter informado a uma família que uma criança atendida por ele teria sofrido abuso sexual. No último dia 23, um homem armado entrou no posto em que o médico atuava, invadiu a sala de Júlio César e atirou quatro vezes. A esposa do pediatra, que é enfermeira; dois funcionários e uma criança estavam na sala de atendimento.

 

Câmeras de segurança registraram o momento do crime, que assustou as pessoas que estavam na recepção. O corpo de Júlio César foi enterrado na sexta-feira (24) em Xique-Xique, no Centro Norte baiano, terra natal do médico.

No BN Autos você pode anunciar seu veículo de forma prática e segura
Foto: Divulgação

 

O BN Autos é a melhor opção para quem busca facilidade e segurança na hora de comprar e vender veículos novos e seminovos. 

 

Para cadastrar seu automóvel é só acessar o nosso site www.bnautos.com.br, procurar a área "Anuncie seu carro" e realizar o seu cadastro. Após acrescentar as informações solicitadas, seu veículo já estará disponível para quem buscá-lo em nosso sistema. 

 

Uma taxa é cobrada pelo BN Autos para que os veículos sejam anunciados, mas o valor é mais baixo que o de outras plataformas, e seu anúncio ficará disponível até que você consiga vendê-lo.

 

Entre as opções disponíveis em nosso site, está um Lexus ES 300h 2.5, na cor cinza, ano 2019/2019. Todas as informações de contato estão disponíveis na nossa plataforma.

Além desse modelo, outros veículos de diversas faixas de preço estão disponíveis. Você pode buscá-los em nosso site ou acompanhar o nosso Instagram, @bnautos_

Após romper com Rui, Robinho marca presença em evento de Bolsonaro na Bahia
Foto: Reprodução / Instagram

O deputado estadual Robinho (PP) marcou presença em Teixeira de Freitas, onde o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve na manhã desta terça-feira (28), para a entrega de duplicação de rodovias federais.

 

Recentemente, o pepista rompeu com o governador Rui Costa (PT) e começou a fazer uma série de críticas ao chefe do executivo baiano. Aliados do deputado acreditam que Robinho não permaneça no PP para as eleições de 2022.

 

Durante discurso no palanque, o virtual candidato ao Palácio de Ondina, João Roma (Republicanos), exaltou a presença de Robinho. “Nosso guerreiro, homem de coragem, que representou a todos nós, quando levantou a voz por seus princípios, que não se acorvadou perante a tirania que queria se instalar. Você merece nosso respeito.”

Teixeira de Freitas entrou na Justiça para obter liberação de evento com Bolsonaro
Foto: Reprodução / Alan Santos - PR

O município de Teixeira de Freitas, no Extremo Sul, teve de entrar com um mandato de segurança com pedido liminar contra o comandante do Corpo de Bombeiros da cidade, exigindo que fosse expedido ainda hoje, o alvará para a realização de eventos no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE). O local estava programado para receber o ato em comemoração aos mil dias do governo de Jair Bolsonaro, na manhã desta terça-feira (28). De acordo com a gestão, o comandante da unidade não emitiu o alvará anteriormente apenas por questões políticas. 

 

Mesmo sem o alvará, o evento com a presença de Bolsonaro foi realizado hoje no local (veja aqui). O mandado de segurança foi expedido às 11h39, quase que simultaneamente ao ato com o presidente - realizado sem o alvará de funcionamneto do Corpo de Bombeiros. 

 

De acordo com o prefeito Marcelo Gusmão, o comandante Antônio Hélber de Oliveira, ao não vistoriar o local, teria por objetivo inviabilizar a realização de um evento com aproximadamente 1.000 pessoas na manhã desta terça. 

 

No pedido liminar, o procurador adjunto do município Henny Aramuni Gonçalves alega que já havia sido solicitado ao Corpo de Bombeiros uma vistoria para que fosse realizado um evento com a presença do presidente, no entanto, a vistoria não teria sido realizada. 

 

Ainda de acordo com o pedido, o prefeito requereu a vistoria e o consequente alvará para a realização do evento. “Todavia, mesmo após o preenchimento de todas as exigências, conforme vasta documentação anexa, bem como requerido através de e-mail enviado ao Corpo de Bombeiros, este quedou-se silente quanto a emissão do competente alvará para realização do evento”, diz o pedido.

 

O pedido ressaltou ainda que, apesar de indispensável o laudo/vistoria do CBM para liberação da obra à população, torna-se dispensável para cerimônia de inauguração, pois a cerimônia aconteceria do lado externo do equipamento próprio. 

Em evento internacional, Rui destaca escassez de financiamentos para projetos sustentáveis
Foto: Divulgação

A escassez de financiamentos nacionais e internacionais para projetos sustentáveis de geração de energia eólica e solar, para a recuperação de mananciais e nascentes de rios e para a transição do combustível fóssil para a energia elétrica na implantação de veículos de transporte de massa. Esses temas foram o ponto central da participação do governador Rui Costa no Encontro Internacional de Governadores pelo Clima, organizado pelo Centro Brasil no Clima (CBC), nesta terça-feira (28).

 

O evento virtual contou com a presença do embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e outras autoridades e representantes de órgãos envolvidos com a sustentabilidade e a redução de carbono.

 

"Temos um desafio enorme que é transformar as tecnologias disponíveis, transformar as boas intenções e as boas ideias em materialidade, concretizando a geração de energia sustentável e a manutenção do clima", afirmou Rui.

 

Rui pontuou a necessidade de que essa disponibilidade de recursos seja discutida pelos organismos de financiamento nacionais e internacionais. "O Governo da Bahia entra com uma parte considerável do projeto do VLT, por exemplo, pela dificuldade de encontrar financiamento. Temos um problema conjuntural do Brasil, e as entidades de financiamento, BNB e BNDES, infelizmente, estão contaminadas por essa política hoje praticada pelo governo federal, o que impede o financiamento de projetos. Há um ano, o projeto do VLT espera a liberação de financiamento pelo Banco do Nordeste e não temos financiamento disponível a preços que coloquem os projetos de pé".

 

ENERGIA SOLAR E EÓLICA

O governador também destacou o protagonismo da Bahia na produção de energia solar e energia eólica. “A Bahia tem se colocado como um dos estados do Brasil com maior volume de projetos implantados e também em implantação. Hoje, o grande gargalo da expansão da energia eólica e solar é a ausência de redes de transmissão que conectem os diversos locais com enorme potencial à rede que integra o País. O governo federal peca, nesse período recente, na ausência de leilões e projetos para a implantação de linhas de transmissão que viabilizem esses projetos. Temos muitos projetos em carteira, hoje adiados pela falta de linhas que garantam conectividade. Portanto, também é urgente a possibilidade de termos financiamentos para essas linhas que garantam essa conectividade”.


MANANCIAIS E NASCENTES

A dificuldade, por falta de recursos, para a recuperação de mananciais e nascentes de rios também foi ressaltada na fala do governador. “Precisamos viabilizar projetos de mananciais hídricos, sejam eles estaduais ou federais, aqui nos estados do Nordeste. É importante a recuperação do Rio São Francisco, da sua navegabilidade, a possibilidade de recuperar suas margens com matas ciliares. Diversos outros rios estaduais poderiam estar sendo recuperados se tivéssemos acesso a fontes de financiamento”.

 

Rui concluiu a participação no encontro reafirmando a decisão do Estado da Bahia de se alinhar aos objetivos ambientais e climáticos. “Nós apoiamos e implementamos ações concretas que viabilizem a busca do carbono zero e um mundo sustentável, para que possamos garantir para as próximas gerações uma vida e um planeta sustentáveis. Mas precisamos, no presente, além das tecnologias, das excelentes ideias disponíveis e das boas declarações, materializar tudo isso em projetos concretos que tornem realidade as boas intenções e as boas ideias. A Bahia se coloca à disposição, e reafirmamos o nosso compromisso com a vida e com o meio ambiente”.

Bahia recebe mais de 244 mil doses de vacinas contra Covid-19 nesta terça-feira
Foto: Divulgação / Sesab

A Bahia recebeu um novo carregamento de vacinas contra a Covid-19 na manhã desta terça-feira (28). Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), são 244.530 doses de imunizantes da Pfizer.

 

Com o lote, o estado já recebeu, até agora, 19.851.528 doses de vacinas contra a Covid-19.

 

O governador Rui Costa (PT) aproveitou para pedir que a população vá tomar a segunda dose e a dose de reforço.

 

Terça, 28 de Setembro de 2021 - 15:00

Advogada relata invasão de seu escritório após denúncia de médicos da Prevent

por Constança Rezende e Renato Machado | Folhapress

Advogada relata invasão de seu escritório após denúncia de médicos da Prevent
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A advogada Bruna Morato, que representa médicos da Prevent Senior, disse que seu escritório em São Paulo foi invadido por um grupo, depois que foram divulgadas as denúncias contra a operadora.
 

Segundo ela, os invasores duplicaram os IPs de suas máquinas, levaram documentos e fizeram "um arrastão no prédio".
 

"Levaram computador, entraram na minha sala e em outras, pegando também pastas de documentos e colocando em outras, como se fosse uma brincadeira", disse.
 

Morato disse que registrou o caso na Polícia Civil de São Paulo e disse que a entrada do grupo, composto por "pessoas bem vestidas", foi registrada pelas câmeras da recepção do edifício.
 

"Isso gerou uma intimidação. Não posso afirmar qualquer relação com a empresa (Prevent), mas aconteceu, e desde então tenho me sentindo ameaçada", disse.

Petrobras anuncia aumento do preço do diesel; reajuste passa a valer já nesta quarta
Foto: Tânia Rego / Agência Brasil

No dia seguinte a afirmação do presidente Jair Bolsonaro de que estava discutindo maneiras de reduzir o preço dos combustíveis, a Petrobras anunciou nesta terça-feira (28) aumento no preço do diesel vendido às distribuidoras.

 

Conforme informado pela empresa, com o reajuste, o preço médio de venda do diesel passa de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,25 por litro.

 

Os novos valores já passam a valer nesta quarta-feira (29).

 

A Petrobras destacou que a alta de 8,89% vem após 85 dias de preços estáveis para o combustível. Conforme o G1, a última havia sido em 7 de julho.

 

A Petrobras não informou reajuste nos preços dos demais combustíveis.

 

De acordo com o G1, com o reajuste, a parcela que corresponde à Petrobras no preço pago pelos consumidores na bomba passará a ser de R$ 2,70 por litro em média, uma alta de R$ 0,22 em relação ao valor atual.

Fiocruz submete primeiros lotes de IFA nacional a análise de controle de qualidade
Foto: Ricardo Valverde/Fiocruz

Os primeiros lotes do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) 100% nacional da vacina contra Covid-19, produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foram submetidos a análise de controle de qualidade.

 

Esses lotes iniciais são classificados como de “pré-validação”. A partir deles vai se constatar  que o processo de fabricação do insumo funciona conforme o esperado e, eventualmente, para detectar a necessidade de adequações.

 

De acordo com reportagem da CNN, ao mesmo tempo esses lotes são submetidos a testes de comparabilidade junto à AstraZeneca, no exterior. O primeiro lote, iniciado em 30 de julho e finalizado no início de setembro, já está sob análise da farmacêutica.

 

Essa é uma etapa considerada importante pela Fiocruz porque será demonstrado que os resultados obtidos na produção do IFA em Bio-Manguinhos estão de acordo com as orientações da Astrazeneca, destaca a reportagem.

 

O passo seguinte é submeter ao crivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) documentos sobre a alteração do local de fabricação do IFA no registro da vacina. Este processo é requisito para a entrega das doses nacionalizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

 

A Fiocruz não informou qual a duração dessas etapas, mas mantém a previsão de entrega dos primeiros lotes da vacina 100% nacional para o último trimestre de 2021.

Fase 1 de testes da ButanVac aponta que vacina é segura e gera resposta imunológica
Foto: Myke Sena / MS

A primeira fase de testes da Butanvac, a nova candidata a vacina contra Covid-19 do Instituto Butantan, chegou ao fim. Segundo os autores, os resultados demonstraram um "perfil de segurança aceitável e altamente imunogênica”. Os resultados do estudo foram divulgados em uma plataforma de pré-prints (versão prévia sem revisão de outros cientistas independentes).

 

Ao destacar outros ponto positivos da Butanvac, o Butantan apontou que essa vacina pode ser produzida a baixo custo em qualquer instalação projetada para a produção da vacina inativada do vírus da influenza.

 

O Instituto Butantan produz anualmente 80 milhões de vacinas da gripe usando ovos.

 

As pesquisas de fase 1 foram inteiramente descritas por cientistas da Universidade Mahidol, de Bangkok, da Icahn Escola de Medicina Monte Sinai, de Nova York, e da Universidade do Texas, em Austin. O imunizante está sendo testado também no Vietnã e no Brasil, além da Tailândia, mas os resultados ainda não foram divulgados, traz reportagem do G1.

 

A previsão é de que o Butantan produza 100% do imunizante em sua própria infraestrutura, caso a vacina se comprove eficaz. Atualmente, a vacina produzida pelo laboratório, a Coronavac, ainda depende de insumo enviado da China. A necessidade inclusive fez com que a produção do imunizante fosse paralisada em alguns momentos neste ano.

 

Em relação a Butanvac, conforme reportagem do G1, até o momento, os testes brasileiros da Butanvac são realizados em Ribeirão Preto (SP), Guaxupé (MG), São Sebastião do Paraíso (MG) e Itamogi (MG).

Terça, 28 de Setembro de 2021 - 13:40

Congresso derruba veto e retoma suspensão da prova de vida do INSS até o fim do ano

por Washington Luiz e Renato Machado | Folhapress

Congresso derruba veto e retoma suspensão da prova de vida do INSS até o fim do ano
Foto: Divulgação

O Congresso Nacional rejeitou nesta segunda-feira (27) o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e retomou a suspensão da prova de vida do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) até o fim de 2021.
 

A medida estava prevista em um projeto com alternativas para os beneficiários da Previdência Social realizarem o procedimento anual, mas havia sido vetada pelo governo com o argumento de que "a suspensão da comprovação poderia implicar na manutenção e no pagamento indevido de benefícios que deveriam ser cessados".
 

A prova de vida é um procedimento previsto em lei para evitar fraudes. Uma vez por ano, aposentados, pensionistas e pessoas que recebem benefícios assistenciais há mais de um ano precisam ir à agência bancária do benefício atualizar a senha, para provar que estão vivos.
 

Por conta da pandemia, a obrigatoriedade chegou a ser suspensa em março do ano passado e foi retomada em junho deste ano, mas, neste período, beneficiários que optassem por fazer a atualização podiam realizar o procedimento normalmente nas agências bancárias ou por biometria facial, sistema ainda destinado somente a quem possui a biometria facial cadastrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ou no Detran (Departamento de Trânsito ).
 

Os parlamentares defendem que a prova de vida continue suspensa em razão dos riscos provocados pela Covid-19.
 

Pelas regras da lei, a partir de 2022, todos os bancos deverão usar sistemas de biometria para realizar a prova de vida dos segurados e dar preferência máxima de atendimento para os beneficiários com mais de 80 anos ou com dificuldades de locomoção. A intenção é evitar demoras e exposição dos idosos a aglomerações.
 

O texto também autoriza que a prova de vida seja realizada por representante legal ou por procurador do beneficiário, legalmente cadastrado no INSS. A primeira via da procuração não será cobrada.
 

Além disso, o projeto determina que as ligações telefônicas realizadas de telefone fixo ou móvel que visem à solicitação dos serviços deverão ser gratuitas e serão consideradas de utilidade pública.

Feira: Prefeitura ainda não tem definição sobre futuro do Hospital de Campanha
Foto: Divulgação / Prefeitura de Feira de Santana

O destino do Hospital de Campanha da Covid-19 de Feira de Santana ainda não foi determinado. Na próxima sexta-feira (30), a unidade de saúde deve encerrar as atividades. O anúncio da desativação foi feito pela prefeitura na última sexta-feira (23). Segundo o Acorda Cidade, a gestão municipal informou que o funcionamento do local consumia cerca de R$ 3 milhões mensais.

 

A possibilidade de o local se transformar em mais uma unidade de saúde para a cidade ainda não foi estimada. Ao site, o prefeito Colbert Martins Filho disse que o maior obstáculo para continuar com a unidade de saúde é o custo. Enquanto funcionou, o Hospital de Campanha recebia verba federal via SUS [Sistema Único de Saúde].

 

Segundo o diretor do Hospital de Campanha, Francisco Mota, alguns equipamentos usados na unidade serão devolvidos à empresa contratada e outros entregues à secretaria de saúde do município. O hospital funcionou desde o dia 4 de junho do ano passado (lembre aqui).

Terça, 28 de Setembro de 2021 - 13:10

Curtas do Poder: Doritos ficou chateado e mandou barrar Duda Milk em Aracaju

por Zeca de Aphonso

Curtas do Poder: Doritos ficou chateado e mandou barrar Duda Milk em Aracaju

Doritos criou o Lide, virou influencer antes de existir a profissão de influencer e agora querem dar palco para Duda Milk no Lide Aracaju. Vocês acham que ele ficou feliz? Não gostou e mandou cancelar. Depois os tucanos daqui não acham que ele não vingativo. Quero só ver. Enquanto isso, o Capitão fica querendo um palanque aqui na Bahia e esquece de combinar com a bancada federal. O resultado é o Pernambucano sem moral. A tal da terceira via na Bahia já não anda tão bem, mas já tem gente sepultando ela. Enquanto isso, o grupo do Correria vai brigando de foice para ver como vai ficar a chapa, com direito ao Bonitão candidato a tudo. Para não dizer que não falamos do Soberano, deixei a palhinha que ele deu com o Ferragamo Mayor na inauguração do museu. Ninguém avisou que a carreira musical deles nem deveria ser pública? Clique aqui e leia as Curtas do Poder!

Histórico de Conteúdo